Brasileirão Série A

Problema de Cebolinha abre espaço para Bruno Henrique atuar contra o Palmeiras

Ídolo do Flamengo, Bruno Henrique tem tudo para começar como titular em sua posição de origem em duelo no Allianz Parque

Tite não poderá contar com Everton Cebolinha na partida contra o Palmeiras, mas, diante do excelente elenco que o Flamengo montou para 2024, isso não será um problema tão grande. Bruno Henrique já estava pedindo passagem desde o início do mês e, com o problema físico do titular, tem tudo para iniciar na sua posição de origem. São males que vem para o bem.

Cebolinha sofreu uma pancada no tornozelo após pisão de Igor Vinícius, do São Paulo, na última quarta-feira (17). Os exames não apontaram lesão, mas um edema no local tira o camisa 11 da partida contra o Palmeiras, pensando, claro, na sequência pesada da temporada. Chegou a hora de Bruno Henrique brilhar na esquerda, algo que não acontecia desde o início de março.

Bruno Henrique pedindo passagem

O camisa 27 é peça certa na rotação de Tite desde o início deste mês, quando o Flamengo iniciou a sua caminhada na Copa Libertadores. Bruno Henrique esteve em campo, por pelo menos 20 minutos, em todos os jogos do clube em abril. Entrou no segundo tempo contra Nova Iguaçu, Palestino e Atlético Goianiense, e foi titular diante de Millonarios e São Paulo.

Bruno Henrique celebra um dos seus gols pelo Flamengo em 2024 (Foto: Celso Pupo)

Ídolo da torcida, Bruno Henrique dá um ar diferente para o Flamengo. Além de oferecer amplitude ao time com suas jogadas de velocidade na esquerda, que já se tornaram uma característica do atleta no Rubro-Negro, ele também aparece como uma ameaça na bola aérea ofensiva, podendo atuar como centroavante. Tite, sem dúvida, tem um leque de opções com ele.

A boa sequência ainda foi premiada pelos deuses do futebol quando Bruno Henrique marcou o gol do título do Flamengo na final do Carioca, diante do Nova Iguaçu. O golaço só serviu para dar mais confiança e estabelecer o Rubro-Negro como postulante a todos os canecos em 2024.

— Feliz pelo título, feliz pelo gol, mas o mais importante é o coletivo. Desde 8 de janeiro, quando nos reapresentamos, o Tite falou para focarmos no que vinha pela frente. E o primeiro que vinha pela frente era o Carioca. Graças a Deus ganhamos com espetáculo, vencendo vários jogos e não perdendo nenhum. O grupo está de parabéns pelo título. Que seja só o primeiro do ano — analisou, depois da decisão.

Voltando para onde se sente mais confortável

Como mencionado, Bruno Henrique não é titular do Flamengo e tem vindo do banco para que Everton Cebolinha inicie. Tite, por sua vez, está ciente do tamanho do Rei dos Clássicos e o quanto ele pode contribuir para o time, por isso busca alternativas para tê-lo em campo. Isso nem sempre envolve colocá-lo em sua posição de origem.

Contra o Millonarios, por exemplo, BH iniciou a partida na vaga de Luiz Araújo, atuando pela direita. O camisa 27 tem muita facilidade para jogar em qualquer posição no ataque, mas, claro, se sente muito mais a vontade quando atua pela esquerda, podendo levar para o meio e soltar a bomba. Será possível contra o Palmeiras.

Bruno Henrique já tinha sido titular diante do São Paulo, mas, novamente, atuando pela direita. O problema físico de Everton Cebolinha, e a consequente entrada de Luiz Araújo, fizeram com que ele fosse deslocado para a esquerda. O resultado? Uma das melhores atuações do atacante em 2024, passando por cima de Igor Vinícius e ovacionado pela torcida no Maracanã. 

Foi a primeira vez de Bruno Henrique com mais de um tempo pela esquerda desde o jogo contra o Madureira, ainda pela Taça Guanabara, no dia 02 de março.

  • Flamengo 2 x 1 São Paulo – Brasileirão (2ª rodada) – Titular pela direita, mas quase o jogo todo na esquerda
  • Millonarios 1 x 1 Flamengo – Libertadores (1ª rodada da fase de grupos) – Titular, mas na ponta direita
  • Flamengo 3 x 0 Madureira – Taça Guanabara (11ª rodada) – Titular na esquerda
  • Sampaio Corrêa (RJ) 0 x 2 Flamengo – Taça Guanabara – 5ª rodada – Titular na esquerda
  • Flamengo 3 x 0 Volta Redonda – Taça Guanabara (3ª rodada) – Titular na esquerda

Flamengo, Bruno Henrique e decisão é combinação interessante

Desde que chegou ao Flamengo, no início de 2019, Bruno Henrique se acostumou a grandes palcos e momentos decisivos. Poucos foram os momentos em que o Rubro-Negro precisava e o atacante não estava lá para resolver a parada. Por isso esse retorno ao bom nível, atrelado ao desempenho em sua posição de origem, chegam em momento tão importante.

Bruno Henrique é um dos jogadores mais vitoriosos da história do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

O Rubro-Negro enfrentará o Palmeiras neste domingo (21), em um dos jogos mais aguardados desta edição do Campeonato Brasileiro, ainda que seja válido pela terceira rodada. Bruno Henrique não tem números tão avassaladores contra o rival paulista, como Arrascaeta e Pedro, mas, sem dúvida, será um contribuidor importante nesse momento fundamental de 2024.

A bola rola para Flamengo e Palmeiras a partir das 16h (de Brasília), no Allianz Parque (veja onde assistir). O Rubro-Negro, de Bruno Henrique, é o atual líder do Brasileirão, com seis pontos e 100% de aproveitamento.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo