Brasileirão Série A

Por que diretor do Vasco estava em Cancún durante goleada histórica do Flamengo?

Pedro Martins, executivo de futebol do Vasco, foi para Cancún, e não para o Maracanã para o jogo contra o Flamengo

No último domingo (2), o Vasco foi goleado pelo Flamengo por 6 a 1, no Maracanã, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esse resultado se tornou a maior derrota da história sofrida pelo Gigante da Colina para o arquirrival.

O jogo também marcou a estreia de Álvaro Pacheco no comando cruzmaltino. Entretanto, quem não estava no estádio era Pedro Martins, diretor-executivo de futebol do Vasco.

A Trivela apurou que o dirigente do Gigante da Colina estava, na verdade, em Cancún. Mas isso não significa que Pedro Martins estava viajando para o México a passeio.

O diretor do Vasco participa do TransferRoom, um evento que reúne times ao redor do mundo para tratar sobre mercado, que começou no fim de semana e vai até a terça-feira (4). E essa pode ser uma boa notícia para o Gigante da Colina para o segundo semestre.

Foto: (Divulgação/TransferRoom Summit Cancun) - O Vasco participou do evento do TransferRoom em Cancún
Foto: (Divulgação/TransferRoom Summit Cancun) – O Vasco participou do evento do TransferRoom em Cancún

Por que diretor do Vasco estava em Cancún?

Para responder essa pergunta, primeiro é preciso explicar o que é o TransferRoom. Essa plataforma funciona como um “Tinder do futebol”, que reúne representantes de clubes e empresários de jogadores à procura de fechar negócios.

A ideia do TransferRoom é eliminar intermediários em uma transferência, colocando possíveis vendedores e compradores frente a frente. E Pedro Martins estava em Cancún para tratar sobre o mercado.

O encontro presencial no México teve a mesma premissa do TransferRoom Summit que aconteceu em São Paulo, em junho de 2023. À época, um representante do Gigante da Colina também esteve presente no evento.

O Premier League Brasil fez uma reportagem sobre o TransferRoom São Paulo. Os participantes do evento se sentam em uma mesa com relatórios, planilhas e anotações em pequenas cadernetas por 15 minutos.

Foto: (Divulgação/TransferRoom Summit Cancun) - O Vasco participou do evento do TransferRoom em Cancún
Foto: (Divulgação/TransferRoom Summit Cancun) – O Vasco participou do evento do TransferRoom em Cancún

Nesse “encontro às cegas”, dirigentes e agentes conversam sobre atletas disponíveis para uma negociação. Criado em 2017, o TransferRoom estima que facilitou mais de 5 mil transferências no futebol profissional.

Atualmente, mais de 750 clubes, de 60 países diferentes, utilizam a plataforma, além de 450 agências de jogadores. Além do Vasco, outros gigantes do futebol mundial estiveram presentes em Cancún.

Manchester City, Bayer Leverkusen, Inter Miami, Southampton, Sevilla e Palmeiras são apenas alguns exemplos de times representados no evento em Cancún.

Pedro Martins trabalha por reforços na reabertura da janela

Na 13ª posição do Brasileirão com seis pontos, apenas um acima da zona de rebaixamento para a Série B, o Vasco não esconde de ninguém que trabalha nos bastidores para apresentar reforços na reabertura da janela.

O principal jogador que deve ser anunciado pelo Gigante da Colina é Philippe Coutinho, que não está nos planos do Aston Villa. O meia-atacante inclusive está no Brasil após o fim da temporada com o Al Duhail, do Catar.

A tendência é que Coutinho chegue a São Januário por empréstimo. Só que ele não deve ser o único. A ida de Pedro Martins para o evento do TransferRoom no México é uma prova concreta de que o Vasco quer trazer ainda mais opções.

Recém-chegado, Álvaro Pacheco fará sua avaliação detalhada do elenco para identificar as principais carências. Com isso, o Gigante da Colina filtrará quem pode ser contratado para o segundo semestre.

O executivo de futebol do Vasco espera que o encontro com dirigentes e agentes em Cancún tenha facilitado as primeiras tratativas.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo