Brasileirão Série A

Desfalcado e a uma vitória da permanência, Cruzeiro encara Botafogo no Rio de Janeiro

Em lutas opostas no Campeonato Brasileiro, Botafogo e Cruzeiro duelam às 18h30 do domingo (3), em partida válida pela 37ª rodada

Botafogo e Cruzeiro farão confronto decisivo para o desfecho final do Campeonato Brasileiro, às 18h30 do domingo, no Estádio Nilton Santos, pela 37ª rodada da competição. A partida pode representar tanto o fim do sonho do título botafoguense quanto a permanência da Raposa na elite do futebol nacional. Mas também pode manter a dupla nas mesmas brigas.

Enquanto o mandante Botafogo — segundo colocado, com 63 pontos em 37 jogos, três pontos abaixo do líder Palmeiras — precisa vencer para se manter na corrida pelo título sem depender de um tropeço do Porco, o 14º colocado Cruzeiro — com 45 pontos em 37 jogos, quatro pontos a mais que o Bahia, que abre a zona de rebaixamento — se garante na Série A de 2024 se sair vitorioso. Se empatarem ou perderem, ambos ainda podem alcançar seus objetivos, mas dependerão de tropeços dos rivais diretos.

Cruzeiro perde série de jogadores

Após a partida de quinta-feira (30), o empate em 1 a 1 contra o Athletico-PR no Mineirão, o treinador Paulo Autuori revelou que os jogadores do Cruzeiro vinham sofrendo desgaste com a sequência de partidas no momento final da temporada. Segundo ele, seria necessária uma avaliação mais criteriosa antes da partida para saber quem poderia jogar. Sendo assim, é difícil cravar qual será a escalação da Raposa no domingo. O que se sabe é que um trio de jogadores que atuou contra o Furacão não estará disponível para pegar o Botafogo.

Das três ausências em questão, a mais sentida é a do lateral-direito William, titular e destaque da equipe, que foi suspenso pelo terceiro amarelo recebido contra o Athletico-PR. A preocupação, além da perda de qualidade, é maior pelas opções para substituírem o camisa 12. Reserva imediato, o colombiano Helibelton Palacios teve atuações muito ruins quando acionado na temporada e a possibilidade de sua escalação preocupa os torcedores.

Wesley Gasolina é outra opção para a lateral-direita, mas sua escalação é improvável, já que o jogador não atua desde fevereiro, quando sofreu grave lesão no joelho. O jogador foi submetido a cirurgia e já voltou a treinar há um tempo, mas por não vir entrando em campo, está totalmente sem ritmo.

Três zagueiros?

Uma outra opção cogitada nos bastidores é a entrada com mais um zagueiro, podendo ser Lucas Oliveira ou João Marcelo. Caso seja essa a escolha de Paulo Autuori, ainda existirá a dúvida sobre o sistema de jogo. Se o Cruzeiro atuará com três zagueiros, formação que não é utilizada desde a saída de Paulo Pezzolano, ou se o haverá improvisação no lado direito.

O que reforçou essa hipótese foi o relacionamento do zagueiro Ruan Santos, cria da base, para o confronto. O defensor não é chamado com frequência e, por isso, existe a expectativa de que três zagueiros comecem a partida.

Outro desfalque é o do volante Filipe Machado, diagnosticado com lesão muscular na coxa esquerda sofrida durante a partida contra o Athletico-PR. O camisa 23 não foi relacionado e é uma baixa para o meio de campo que já não pode contar com Ramiro e Matheus Jussa. Ian Luccas, Japa, Mateus Vital e Lucas Silva brigam por três vagas, enquanto Fernando Herique e o jovem Henrique Rodrigues correm por fora.

Quem também não foi relacionado foi o atacante reserva Rafael Papagaio, mas este por opção da comissão técnica de Paulo Autuori, que terá somente quatro atacantes disponíveis para a partida, sendo eles: Bruno Rodrigues, Arthur Gomes, Robert e João Pedro, sendo os dois últimos revelações da base celeste.

O time celeste já não podia contar com o atacante Wesley, que passou por cirurgia no ombro. Além disso, há a chance de novo desfalque, caso outro jogador esteja em más condições físicas para o confronto.

Mateus Vital volta

Se não poderá contar com pelo menos três nomes para pegar o Botafogo, Paulo Autuori terá o retorno de Mateus Vital. O meia foi desfalque contra o Athletico-PR por problemas físicos, mas volta a ficar disponível. Por ter sido titular nas três partidas em que pôde atuar com o treinador interino da Raposa, o camisa 7 é cotado para começar jogando. Resta saber se, sem Machado, o técnico celeste irá abrir mão de Vital por suas valências ofensivas.

A definição da escalação do Cruzeiro fica para uma hora antes da bola rolar, mas se não tiver novos problemas, Autuori deve mandar algo não muito longe do seguinte time a campo: Rafael Cabral; Palacios (Lucas Oliveira), Neris, Luciano Castán e Marlon (Kaiki); Ian Luccas, Lucas Silva, Japa (Mateus Vital); Matheus Pereira, Bruno Rodrigues e Arthur Gomes.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo