Brasileirão Série A

Bruno Henrique terá que ativar ‘modo 2019’ para Flamengo se manter no topo após lesão de Cebolinha

Camisa 27 precisará ser decisivo na ponta esquerda, já que é opção única, a fim de ajudar o clube a defender a liderança

A sequência complicada até deu seus avisos, mas Everton Cebolinha acabou sendo vítima do mesmo jeito. Após sentir incômodos musculares diante do Grêmio e não ter lesão detectada, o atacante deixou a vitória sobre o Bahia com dores no quadril e sofreu uma contusão no local. O prazo de recuperação é de cerca de um mês, ou seja, o camisa 11 deve ficar fora pelo restante do ciclo de Copa América.

Quem pode se aproveitar dessa oportunidade é Bruno Henrique, ainda que a fase não seja boa. O ídolo é opção única para a ala esquerda e vai precisar de uma mudança drástica nas atuações para ajudar o Flamengo a se manter entre os líderes do Campeonato Brasileiro.

A lesão de Cebolinha

O Flamengo divulgou o boletim médico logo após a reapresentação no Ninho do Urubu, na tarde da última sexta-feira (21). Cebolinha sofreu uma lesão no quadril que o deixará afastado dos gramados de três a quatro semanas, no mínimo. A informação foi publicada primeiro pelo ge e confirmada pela reportagem da Trivela.

Não foi um problema simples, e Cebolinha terá uma recuperação complicada pela frente. Lembrando que o camisa 11 já ficou fora dos compromissos do Flamengo por três semanas, graças a uma lesão na panturrilha, sofrida em abril.

A lesão de Cebolinha fez com que Tite precisasse mexer no ataque base do Flamengo (Foto: Carlos Santtos/Fotoarena/Sipa USA) – Photo by Icon Sport

Hora de aumentar o nível

Diante da lesão do titular, Bruno Henrique é a opção imediata para o time titular do Flamengo e iniciará essa caminhada no Fla-Flu deste domingo (23). A questão é que, tirando o Clássico dos Milhões, em que o Rei dos Clássicos balançou as redes com apenas 21 minutos de cancha, a fase não é nada boa.

O declínio de produção do atacante desde a grave lesão no joelho, em 2022, é nítida. Bruno Henrique tem apenas cinco participações em gol nesta temporada, pouco para um atleta que acertou uma celebrada renovação com o Flamengo na última temporada. Esse pode ser um momento para justificar os valores investidos.

BH ainda teve uma virose nos últimos dias, algo que o tirou precocemente do jogo contra o Athletico, e também impediu que ele treinasse durante a preparação para o duelo diante do Bahia. Recuperado, ele tem a possibilidade de entregar seu cartão de visitas a Tite e fazer jus ao apelido de Rei dos Clássicos.

Bruno Henrique precisa melhorar seu nível para ajudar um desfalcadíssimo Flamengo (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF/Sipa USA) – Photo by Icon Sport

Serão cerca de oito partidas de Bruno Henrique como titular, a chance de mostrar seu valor para Tite e dar alegrias à Nação, que o tem como ídolo. Se Cebolinha é titular por merecimento, tendo o dobro de participações diretas em gol na temporada, seu companheiro tem a chance de ser importante em campanha que se cria muitas expectativas.

A bola rola para Flamengo e Fluminense a partir das 16h (de Brasília), no Maracanã. Tite e companhia realizam o último treino antes do clássico neste sábado (22).

Os números de Cebolinha e Bruno Henrique em 2024

Cebolinha:
24 jogos (22 como titular)
1619 minutos em campo
10 participações em gol (5 gols e 5 assistências)

Bruno Henrique:
28 jogos (12 como titular)
1433 minutos em campo
5 participações em gol (4 gols e 1 assistência)

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo