Brasileirão Série A

Assim seria o resultado do Brasileirão se a tabela contasse apenas os jogos em casa

Palmeiras, grande campeão do Brasileirão em 2023, empataria em pontos com o Grêmio mas seria o vencedor

Na última quarta-feira (6), uma das edições mais disputadas do Brasileirão chegou ao seu fim, com o Palmeiras conquistando seu 12º título e o terceiro bi-campeonato do clube. Em uma campanha de recuperação espetacular do Alviverde, que venceu sete dos seus últimos dez jogos, o time comandado por Abel Ferreira encerrou a edição deste ano do Campeonato Brasileiro com 20 vitórias, dez empates e oito derrotas, somando 70 pontos.

Mas, e se a tabela do Brasileirão somasse apenas os jogos feitos como mandante? Para fazer esse exercício, a equipe da Trivela remodelou a classificação final da competição com a trajetória dos 20 clubes tendo como base o desempenho jogando como mandante. Dentro deste cenário, algumas mudanças importantes seriam o não rebaixamento do Santos, que terminaria em 15º lugar, e a saída do Botafogo da zona de classificação à Libertadores, encerrando a competição na 7ª posição.

O Palmeiras manteria o título, com 44 pontos, mesma pontuação do Grêmio, que seria o vice – a diferença estaria no saldo de gols, já que o Verdão fez 35 gols e sofreu 12 jogando no Allianz Parque, com um saldo positivo de 23, enquanto o Tricolor Gaúcho marcou 34 e sofreu 16, fechando a temporada de jogos em casa no Brasileirão com um saldo positivo de 18 gols.

Outra mudança importante seria a colocação do Vasco, que fecharia o Campeonato Brasileiro de 2023 na 12ª posição com 29 pontos, bem longe da zona do rebaixamento.

Falando em Z4, os times rebaixados para a Série B de 2024 seriam o Goiás, 17º com 22 pontos, o Cruzeiro, em 18º com 20, o América-MG em 19º com 17 e o Coritiba trocaria de lugar com o Coelho na lanterna com apenas 16 pontos. O Coxa foi o pior mandante da competição, conquistando apenas quatro vitórias, quatro empates e 11 derrotas.

São Paulo dentro do G4 e Flamengo fora da Libertadores

Os finalistas da Copa do Brasil também teriam classificações bem diferentes se levássemos em conta somente o desempenho sob seus domínios. O São Paulo fecharia o Brasileirão na 4ª colocação, e abriria uma vaga a mais para a Libertadores, que ficaria com o Flamengo, 9º colocado. Ao contrário do que aconteceu na tabela real, o Rubro-Negro não conseguiria se classificar para a Libertadores. Em seu lugar iria o Athletico Paranaense, que foi o 6º melhor mandante do Brasileirão com 38 pontos ganhos.

Portanto, Palmeiras, Grêmio, Fluminense, São Paulo, Red Bull Bragantino e Athletico Paranaense se classificariam diretamente para a fase de grupos, haja vista que o Tricolor Carioca fecharia o Brasileirão na 3ª colocação, abrindo mais uma vaga direta. Botafogo, 7º melhor mandante e Atlético-MG, o 8º, fechariam os oito times brasileiros classificados para a principal competição de clubes da América do Sul indo disputar a Pré-Libertadores.

Já o Rubro-Negro, que viveu muitos altos e baixos na temporada, conseguiu se acertar com a vinda do técnico Tite, porém até a chegada do ex-treinador da seleção brasileira, correu sérios riscos de encerrar a temporada fora do G4, perdendo pontos importantes como mandante, por isso, levando em consideração os jogos em casa, o Flamengo disputaria somente a Copa Sul-Americana em 2024, o que seria um desastre tendo em vista o potencial de investimento do clube carioca, um dos mais ricos da América do Sul.

Como ficaria a classificação do Brasileirão contando os jogos em casa

  • 1º – Palmeiras – 44 pontos
  • 2º – Grêmio – 44 pontos
  • 3º Fluminense – 43 pontos
  • 4º São Paulo – 42 pontos
  • 5º Red Bull Bragantino – 38 pontos
  • 6º Athletico Paranaense – 38 pontos
  • 7º Botafogo – 37 pontos
  • 8º Atlético-MG – 36 pontos
  • 9º Flamengo – 35 pontos
  • 10º Fortaleza – 33 pontos
  • 11º Internacional – 32 pontos
  • 12º Vasco – 29 pontos
  • 13º Bahia – 29 pontos
  • 14º Corinthians – 28 pontos
  • 15º Santos – 25 pontos
  • 16º Cuiabá – 24 pontos
  • 17º Goiás – 22 pontos
  • 18º Cruzeiro – 20 pontos
  • 19º América-MG – 17 pontos
  • 20º Coritiba – 16 pontos

 

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo