Brasileirão Série A

Atlético-MG precisa fazer da Arena MRV uma fortaleza imbatível no Brasileirão

Atlético deverá ter a Arena MRV disponível em todo o segundo turno, podendo assim melhorar o desempenho como mandante

Historicamente um dos melhores mandantes do futebol no Brasil, o Atlético-MG teve um péssimo, para os padrões do clube, primeiro turno do Campeonato Brasileiro jogando em casa. Para o segundo, o clube terá 10 jogos para reverter essa situação, e agora com um reforço de peso, a Arena MRV, sua nova casa.

O Atlético atuou como mandante nove vezes no primeiro turno do Brasileirão, com um resultado equilibrado de três vitórias, três derrotas e três empates. Esse desempenho coloca o time com apenas a 15ª melhor campanha em casa na Série A. O Galo só tem melhor desempenho do que Goiás, Cruzeiro, Coritiba, Vasco e América. O alvinegro chegou a ficar seis jogos seguidos, contando todas as competições, sem vencer em casa.

Atlético como mandante no Brasileirão

  • Atlético 1×2 Vasco
  • Atlético 2×1 Athletico-PR
  • Atlético 2×0 Internacional
  • Atlético 1×1 Palmeiras
  • Atlético 1×1 Bragantino
  • Atlético 2×2 América-MG
  • Atlético 0x1 Corinthians
  • Atlético 1×2 Flamengo
  • Atlético 1×0 Bahia

O objetivo no Brasileirão é subir na tabela. Temos o objetivo de chegar na Libertadores, mas não temos uma meta definida. A gente sabe que não pode dobrar (a pontuação), temos que fazer mais, trazer mais pontos de casa, dos jogos em BH. Se jogássemos em casa como jogamos de visitantes, estaríamos em uma posição de G4 hoje. É um ponto que a gente tem que melhorar no returno – disse o meia Igor Gomes.

Já como visitante …

Enquanto o Atlético tem uma das piores campanhas como mandante no Brasileirão até aqui, quando o assunto é jogos como visitante, o clube é um dos líderes. Foram 10 jogos até o momento, com quatro vitórias, três empates e três derrotas. Com 15 pontos conquistados, o Galo só fica atrás de Cuiabá (16 pontos) e Botafogo (17 pontos) no quesito.

Arena MRV pode mudar essa história

Para o segundo turno, o Atlético terá 10 jogos como mandante, um a mais que no primeiro, podendo assim somar até 30 pontos nesse quesito. Além do jogo “extra”, o Galo terá também a estreia da Arena MRV, sua nova casa, onde ele promete ser ainda mais imbatível.

— A gente sabe que os jogos dentro de casa a gente tem a Massa a nosso favor. E agora, toda a euforia que já trouxeram no Mineirão e no Independência, na Arena (MRV) vão trazer ainda mais — afirmou Igor Gomes, que disse ainda estar muito ansioso para jogar no novo estádio do Galo.

Os adversários que o Atlético terá pela frente como mandante neste segundo turno são, respectivamente: Santos, Botafogo, Cuiabá, Coritiba, Cruzeiro, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio e São Paulo. Se o Galo conseguir ficar imbatível nessa sequência, deve somar entre 24 e 30 pontos, o que já ajuda bastante no objetivo dele de chegar ao G4.

Primeiro treino do Atlético na Arena MRV

Igor Gomes poderá matar um pouco da sua ansiedade em atuar na Arena MRV já nesta sexta-feira (18). Isso porque o Atlético marcou o treino do dia para o estádio. Será a primeira vez que o time principal vai fazer uma atividade na futura casa atleticana.

O treino acontecerá pela parte da manhã e será o último antes do time viajar para o Rio de Janeiro, onde enfrenta o Vasco no domingo (20). Mas esse primeiro teste no novo estádio também já é o início da preparação para o primeiro jogo oficial na Arena MRV, que deve acontecer na próxima semana.

Quando será o primeiro jogo da Arena MRV?

A estreia oficial da Arena MRV deve acontecer no domingo (27), quando o Atlético encara o Santos, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O anúncio oficial ainda não foi feito, mas deve acontecer até esta sexta.

O estádio não terá sua capacidade máxima liberada. A estreia do time do Atlético deverá ter 30 mil torcedores, mesmo com a Arena MRV tendo capacidade para 46 mil. Isso acontece, pois, como diz o CEO Bruno Muzzi, o Galo vai aumentar o número de pessoas no estádio aos poucos, de acordo com que os eventos/jogos aconteçam por lá, para conseguir acertar tudo até ter casa cheia.

Os 30 mil contra o Santos vão ser mais do que a Arena MRV recebeu nos seus dois eventos anteriores, o “Nascimento do Campo”, que teve cerca de 5 mil torcedores, e o “Lendas do Galo”, que teve 20 mil.

O que falta para o anúncio do primeiro jogo da Arena MRV?

O Atlético precisa que o prefeito de BH sancione uma lei, aprovada nesta quarta (16) na Câmara Municipal, que libera o funcionamento da Arena MRV antes do fim das obras no entorno do estádio. Isso deve acontecer até esta sexta. Fora isso, o Galo aguarda o laudo de aprovação da Polícia Militar, que foi até o estádio nesta quinta para poder fazer uma vistoria.

Com a aprovação do laudo da PM e a sanção do Prefeito, o Atlético só terá que comunicar a CBF a mudança de local da partida, que até o momento está marcada para o Mineirão. Essa mudança pode ser solicitada até segunda (21).

Histórico do Atlético no Mineirão e no Independência

Agora ex-casas do Atlético, Mineirão e Independência trazem boas recordações para o clube, que tem histórico positivo nesses estádios. No Mineirão, que foi casa do Galo por mais tempo, foram 1641 jogos, sendo 962 vitórias, 395 empates e 283 derrotas, o que dá 66,6% de aproveitamento. Já no Indepa, que foi onde o alvinegro mandou a maior parte de seus jogos entre 2012 e 2019, foram 718 jogos no estádio, com 434 vitórias, 147 empates e 137 derrotas, somando 67,2% de aproveitamento.

Vale destacar que esses números englobam todos os jogos do Atlético nesses estádios, independente de ele ser mandante ou não. O Galo ainda vai seguir jogando nesses locais, já que Cruzeiro (Mineirão) e América (Independência) ainda terão eles como casa. O alvinegro também não descarta, em ocasiões esporádicas, voltar a mandar jogos no Gigante da Pampulha.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo