Ásia/Oceania

Sydney FC: firme na liderança

O jogo mais aguardado da edição 2009/10 da A-League até o momento foi disputado na última sexta-feira, em Melbourne. De um lado, o time da casa, o Melbourne Victory. Do outro, o Sydney FC. O “The City Derby”, como é conhecido o clássico que envolve as duas equipes, traz para o ambiente do futebol a antiga rivalidade entre as duas principais cidades australianas.

Foi a 13ª partida entre Sydney FC e Melbourne Victory depois do advento da A-League, em 2005. E, como sempre acontece – ainda mais quando o jogo é realizado em Melbourne – um grande público esteve no Etihad Stadium. 30.668 torcedores assistiram ao jogo, um recorde na atual temporada australiana.

A torcida local não teve nenhum motivo para comemorar. Pelo segundo ano consecutivo, o Sydney FC estraga a festa como visitante. Pior: com três gols nos 19 primeiros minutos de jogo, o time assegurou a vitória e manteve a liderança na A-League, com 19 pontos ganhos depois de 10 rodadas. O Melbourne caiu para a quarta colocação, com 15 pontos. Mesmo assim, na história dos confrontos entre as duas equipes, o Victory continua em vantagem: cinco triunfos, contra três do Sydney FC e cinco empates.

Aos 14 minutos, Alex Brosque marcou de cabeça o primeiro gol do Sydney. Não deu nem tempo do Melbourne Victory esboçar uma reação. Aos 16, Mark Bridge fez 2 a 0. O mesmo Bridge marcou o terceiro gol aos 19 minutos, fechando o placar.

Com seis vitórias em 10 rodadas, o Sydney FC é seguido de perto por Gold Coast United e Perth Glory, ambos com 17 pontos. O GC United também venceu fora de casa na rodada do fim de semana, 1 a 0 em cima do Brisbane Roar, gol de Joel Porter. Jogando em casa, o Perth Glory, do brasileiro Amaral, venceu o Adelaide United por 1 a 0, gol marcado pelo holandês Victor Sikora.

A 10ª rodada da A-League teve mais um jogo: o empate em 1 a 1 entre Central Coast Mariners e North Queensland Fury. O time da casa abriu o placar no primeiro minuto, com Matt Simon. No segundo tempo, Daniel McBreen empatou para o NQ Fury.

Por causa do jogo entre Bahrein e Nova Zelândia, válido pela repescagem das eliminatórias da Copa do Mundo, o jogo do Wellington Phoenix, representante neozelandês na A-League, contra o Newcastle Jets foi adiado para o dia 4 de novembro.

Neste fim de semana, o Sydney FC vai a Adelaide, encarar o Adelaide United. Os vice-líderes GC United e Perth Glory se enfrentam em Gold Coast. Brisbane Roar x Central Coast Mariners; NQ Fury x Wellington Phoenix; e Newcastle Jets x Melbourne Victory completam a 11ª rodada.

Travis Dodd completa 100 jogos na A-League

Capitão do Adelaide United, Trevor Dodd completou, no fim de semana, 100 partidas pela A-League, sendo o segundo jogador a alcançar a marca. O meia de 29 anos, que está no Adelaide desde 2005, só não atuou em quatro das 104 partidas que o clube fez desde o surgimento da competição.

Campeão da A-League na temporada 2005/06, Dodd participou ainda da campanha do Adelaide na Liga dos Campeões da Ásia na temporada passada, quando o time chegou à decisão da competição – sendo derrotado pelo Gamba Osaka, do Japão.

Socceroos tentam reabilitação nas eliminatórias da Copa da Ásia

Classificada para a Copa do Mundo de 2010, a seleção da Austrália entra em campo nesta quarta-feira precisando de uma vitória diante da seleção de Omã para melhorar sua situação nas eliminatórias da Copa da Ásia. As duas equipes estão no grupo B da competição, grupo este que conta ainda com Indonésia e Kuwait.

Depois de duas rodadas, a Austrália é a lanterna do grupo. Empatou com a Indonésia em 0 a 0, em janeiro, em Jacarta; e em março, perdeu em casa para o Kuwait por 1 a 0.

Já a seleção de Omã lidera o grupo com 4 pontos. Também empatou sem gols com a Indonésia; e venceu o Kuwait fora de casa por 1 a 0.

Os dois melhores classificados de cada grupo garantem uma vaga na fase final da Copa da Ásia, que será disputada em janeiro de 2011, no Catar.

Como preparação para o jogo contra Omã, a seleção australiana fez um amistoso no sábado, em Sydney, contra a seleção holandesa, também classificada para a Copa do Mundo. O jogo terminou empatado em 0 a 0.

Okazaki faz hat-trick em goleada japonesa

Destacado por mim na semana passada pelas boas atuações defendendo o Shimizu S-Pulse, o atacante Shinji Okazaki foi o destaque da goleada do Japão sobre Hong Kong, por 6 a 0, na última quinta-feira em Shizuoka, em partida válida pelo grupo A das eliminatórias da Copa da Ásia.

Okazaki marcou três vezes na partida, e já é o artilheiro das eliminatórias da competição continental, com quatro gols marcados. Yuto Nagatomo, Yuji Nakazawa e o japonês de origem brasileira Túlio Tanaka completaram a goleada.

A seleção japonesa está na segunda colocação no grupo A, com 6 pontos em 3 jogos. Também com 6 pontos, mas com um jogo a menos, a seleção do Bahrein lidera o grupo.

Seleções asiáticas fazem amistosos

Aproveitando as datas Fifa, algumas seleções asiáticas fizeram amistosos no fim de semana. Kuwait e Jordânia jogaram no Cairo, com vitória dos kuaitianos por 2 a 1. Em Dubai, a seleção dos Emirados Árabes recebeu a Palestina: empate em 1 a 1. O Japão recebeu a Escócia e venceu, 2 a 0. No domingo, a seleção do Catar enfrentou a Macedônia em Skopje. Vitória dos macedônios, 2 a 1.

Nesta quarta-feira, mais cinco amistosos envolvendo seleções asiáticas: Coreia do Sul x Senegal, em Seul; Japão x Togo em Miyagi; Emirados Árabes x Jordânia em Dubai; Tunísia x Arábia Saudita, em Rades; e Catar x República Democrática do Congo, em Sannois Saint-Gratien.

Nova Zelândia celebra empate fora de casa contra o Bahrein

A seleção da Nova Zelândia comemorou o empate em 0 a 0 contra o Bahrein, em Manama, no último sábado, no jogo de ida da repescagem que aponta um classificado para a Copa do Mundo de 2010. Para Ricki Herbert, treinador dos All Whites, o fato de não ter perdido o jogo – apesar do domínio dos barenitas durante boa parte da partida – dá à sua equipe a confiança necessária para vencer o jogo de volta, dia 14 de novembro, em Wellington.

“Nosso time teve algumas chances, mas as melhores oportunidades ficaram com o time do Bahrein. Em casa, acredito que nosso rendimento possa melhorar e temos tudo para conseguirmos a vaga”, analisou Herbert, que disputou, como jogador, a Copa de 82, única participação dos neozelandeses em Mundiais.

É a segunda vez que o Bahrein chega à repescagem final para a Copa do Mundo. Nas eliminatórias para o Mundial da Alemanha, a seleção barenita enfrentou Trinidad e Tobago. No primeiro jogo, em Port-of-Spain, empate em 1 a 1. Em Manama, vitória de Trinidad e Tobago por 1 a 0.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo