Ásia/Oceania

Surpresas em série nas eliminatórias asiáticas

A semana de datas Fifa foi pródiga em resultados surpreendentes nas eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2014. Já na sexta-feira, Omã venceu a Austrália por 1 a 0, em Mascate, em um resultado, combinado com o empate na terça-feira, em Riad, com a Arábia Saudita, que mantém os omanenses vivos na luta por uma vaga na fase final.

Nesta terça-feira, outras duas zebras. Já classificado no grupo C, o Japão perdeu sua invencibilidade em 2011 para a Coreia do Norte, já eliminada: 1 a 0 para os donos da casa. Em um resultado ainda mais surpreendente, em Beirute, o Líbano venceu a Coreia do Sul por 2 a 1, pelo grupo B.

Com os três favoritos às vagas para o Mundial do Brasil perdendo pelo menos um de seus jogos, a última rodada desta fase das eliminatórias, marcada para 29 de fevereiro, terá quatro vagas ainda em disputa. A seguir, uma análise rápida da situação de cada um dos cinco grupos.

Grupo A

Jordânia e Iraque garantiram suas vagas para a fase final nas duas rodadas da semana. Na sexta, a Jordânia garantiu a vaga batendo Cingapura por 2 a 0. O Iraque venceu China (1-0) e Jordânia (3-1). As duas seleções tem 12 pontos. Na última rodada, jogam China x Jordânia e Iraque x Cingapura.

Grupo B

O único grupo que não tem ainda nenhum classificado, muito por conta da performance libanesa nos dois jogos da semana. Na sexta, o time venceu o Kuwait fora de casa por 1 a 0. Na terça, com mais de 35 mil pessoas no estádio Camille Chamoun Sports City, vitória sobre os poderosos sul-coreanos, 2 a 1.

Na sexta, a Coreia do Sul já havia passado sufoco contra a já eliminada seleção dos Emirados Árabes. Venceu por 2 a 0 em Dubai, com um gol aos 43 e um aos 48 minutos do segundo tempo. O Kuwait também venceu os Emirados, 2 a 1.

Coreia do Sul e Líbano têm 10 pontos cada e o Kuwait tem 8. A Coreia do Sul recebe o Kuwait jogando pelo empate, mas se perder, fica fora da fase final das eliminatórias, o que seria um vexame absoluto. O Líbano enfrenta os Emirados Árabes em Dubai e só não se classifica se perder.

Grupo C

O grupo C foi definido na sexta, com as vitórias e as classificações de Japão e Uzbequistão sobre Tadjiquistão (4 a 0) e Coreia do Norte (1 a 0), respectivamente. Na terça, além do tropeço japonês, os uzbeques venceram os tadjiques por 3 a 0, e agora têm a melhor campanha das eliminatórias, com 13 pontos em cinco jogos.

Grupo D

Outra classificação esperada foi a da Austrália. Apesar da vexatória derrota diante de Omã, o time se recuperou batendo a Tailândia por 1 a 0 em Bangkok e chegando a 12 pontos.

A segunda vaga está aberta. A Arábia Saudita tem 6 pontos, saldo de um gol, mas pega a Austrália fora de casa. No outro jogo, Omã (5 pontos e saldo -5) e Tailândia (4 pontos e saldo -2) se enfrentam em Mascate. Para não depender do resultado do outro jogo, os sauditas precisam vencer.

Já em Omã, quem ganhar fica na expectativa de uma vitória australiana para se classificar. Com um empate, Omã e Tailândia morrem abraçados, a não ser que a Austrália vença o jogo por mais de seis gols de diferença, o que é pouco provável.

Grupo E

Com o Irã garantido depois da goleada sobre a Indonésia por 4 a 1 (11 pontos ganhos), a segunda vaga ficou a feição para a classificação antecipada do Catar. Porém, o time não conseguiu vencer o Bahrein, mesmo jogando em casa. O empate em 0 a 0 manteve vivas as remotas chances barenitas de classificação.

Na última rodada, o Irã recebe o Catar em Teerã. Um empate classifica o Catar. O Bahrein, que tem 6 pontos, precisa golear a já eliminada seleção da Indonésia e torcer para uma vitória iraniana por boa margem para poder tirar a diferença no saldo, que hoje é de nove gols (+5 para o Catar, -4 para o Bahrein).
Meus palpites: Coreia do Sul, Líbano, Omã e Catar se juntam a Jordânia, Iraque, Japão, Uzbequistão, Austrália e Irã na luta pelas vagas ao Brasil-14.

Copa do Imperador: definidos os classificados para as oitavas

Dezesseis partidas nesta quarta-feira apontaram as equipes que seguem na disputa pelo título da Copa do Imperador. Em sua nonagésima-primeira edição, a competição mais antiga do futebol asiático dá ao vencedor uma vaga na Liga dos Campeões da Ásia do ano que vem.

Com a participação de quase todos os times da J-League 1, as atenções estavam voltadas para alguns confrontos específicos entre os times da primeira divisão. Em Kashiwa, o Reysol, time da casa e atual líder do campeonato, recebeu o Ventforet Kofu, primeiro na zona de rebaixamento e goleou por 6 a 1, com um gol do brasileiro Jorge Wagner. Já o Vegalta Sendai jogou em casa contra o já rebaixado Avispa Fukuoka e venceu por 3 a 1.

A grande surpresa foi a derrota do Albirex Niigata para o Matsumoto Yamaga por 1 a 0. O Yamaga ocupa a quinta colocação na JFL, a terceira divisão japonesa, ainda lutando pelo acesso para a J-League 2. Quem também decepcionou foram Júbilo Iwata, que perdeu para o JEF United Chiba, da J-League 2, por 1 a 0; e Gamba Osaka, derrotado na prorrogação por 1 a 0 pelo Mito HollyHock, também da J-League 2, depois de 2 a 2 no tempo normal.

Confira todos os resultados da terceira fase:

Nagoya Grampus 1 x 0 Giravanz Kitakyushu
Kashiwa Reysol 6 x 1 Ventforet Kofu
Yokohama F-Marinos 3 x 0 Tochigi
Albirex Niigata 0 x 1 Matsumoto Yamaga
Kashima Antlers 1 x 1 Kataller Toyama (na prorrogação: Antlers 1 x 0)
Montedio Yamagata 2 x 3 Kyoto Sanga
Kawasaki Frontale 4 x 0 Oita Trinita
Universidade de Fukuoka 0 x 0 Shonan Bellmare (na prorrogação: Bellmare 3 x 0)
Gamba Osaka 2 x 2 Mito HollyHock (na prorrogação: HollyHock 1 x 0)
FC Tokyo 1 x 1 Vissel Kobe (na prorrogação: FC Tokyo 1 x 0)
Sanfrecce Hiroshima 0 x 1 Ehime FC
Urawa Red Diamonds 2 x 1 Tokyo Verdy
Cerezo Osaka 3 x 0 Fagiano Okayama
Vegalta Sendai 3 x 1 Avispa Fukuoka
Shimizu S-Pulse 5 x 0 Gainare Tottori
Júbilo Iwata 0 x 1 JEF United Chiba

As oitavas de final acontecem no dia 17 de dezembro com os seguintes confrontos: Nagoya Grampus x Kashiwa Reysol, Yokohama F-Marinos x Matsumoto Yamaga,  Kashima Antlers x Kyoto Sanga, Kawasaki Frontale x Shonan Bellmare,  Mito HollyHock x FC Tokyo, Ehime FC x Urawa Red Diamonds, Cerezo Osaka x Vegalta Sendai e Shimizu S-Pulse x JEF United Chiba.

Melhor Jogador da Ásia: premiação acontece semana que vem

Na próxima quarta-feira em Kuala Lumpur, capital da Malásia, uma grande festa premia os melhores da temporada no futebol asiático. A lista dos seis concorrentes ao troféu de melhor jogador do continente foi liberada pela AFC nesta quarta-feira.

Estão na disputa o zagueiro iraniano Hadi Aghili (que trocou o Sepahan, do Irã; pelo Al-Arabi, dos Emirados Árabes, no meio do ano); os meias japoneses Keisuke Honda (CSKA Moscou) e Shinji Kagawa (Borussia Dortmund); o meia uzbeque Server Djeparov (que era do FC Seoul, da Coreia do Sul, e agora está no Al-Shabab, da Arábia Saudita); o ala-esquerdo sul-coreano Yeom Ki-Hun (Suwon Samsung Bluewings) e seu compatriota Koo Ja-Cheol, meia do Wolfsburg.

Dos seis, apenas Djeparov já foi eleito craque do continente em 2008, quando ainda atuava pelo Bunyodkor e ajudou o time a chegar às semifinais da Liga dos Campeões da Ásia. Na ocasião, o time perdeu a vaga na final para o Adelaide United.

No ano passado, o prêmio de melhor jogador da Ásia ficou com o zagueiro australiano Sasa Ognenovski, capitão do Seongnam Ilhwa Chunma, campeão continental. Ognenovski foi eleito ainda, o melhor jogador da Liga dos Campeões da Ásia na temporada de 2010.

CURTAS

 

No fim de semana, acontece a antepenúltima rodada da J-League. Curiosamente, os três postulantes ao título jogam fora de casa. No sábado, o Gamba Osaka, vice-líder com 63 pontos, joga contra o Albirex Niigata, 13º colocado, com 38 pontos.

Também no sábado, o Nagoya Grampus, terceiro colocado com 62 pontos, pega o Yokohama F-Marinos, quarto, com 55 pontos. O líder Kashiwa Reysol (65 pontos) joga no domingo contra o Shimizu S-Pulse (em sétimo lugar, com 45 pontos).

Na Coreia do Sul, começa o playoff que aponta um semifinalista do campeonato. No sábado jogam Seul FC x Ulsan. No domingo, o Suwon Samsung Bluewings recebe o Busan I’Park. Os vencedores destes jogos se enfrentam na terça-feira da semana que vem.

Sem interrupções por conta das datas-Fifa, a A-League teve normalmente a sexta rodada no fim de semana. O líder Brisbane Roar manteve a invencibilidade ao empatar em 1 a 1 com o Wellington Phoenix. O Roar tem 14 pontos, três a mais que o Sydney FC, que venceu o Perth Glory fora de casa por 1 a 0.

Mais sobre as eliminatórias asiáticas. Além de ter a melhor campanha dentre os 20 competidores, o Uzbequistão é um dos três únicos times invictos nesta fase. Os outros dois são o também já classificado Irã e o Catar.

Autor do gol que definiu a vitória sofrida diante dos Emirados Árabes, o sul-coreano Park Chu-Young segue liderando a artilharia das Eliminatórias, com seis gols marcados. O atacante do Arsenal tem um gol a mais que o japonês Shinji Okazaki.

Por falar no Japão, a derrota diante da Coreia do Norte foi a primeira sob o comando de Alberto Zaccheroni em 13 meses de trabalho. Nos 17 jogos anteriores, foram 11 vitórias e seis empates. Os Samurais Azuis perderam a chance de encerrar a temporada sem nenhuma derrota – a única seleção a conseguir este feito em 2011 foi a França.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo