Ásia/OceaniaColunas

Se Diego Tardelli mereceu a convocação, Ricardo Goulart merecia mais ainda

O técnico anão Dunga tornou pública a lista de convocados para os dois próximos amistosos da seleção brasileira, contra França (26 de março, em Paris) e Chile (29 do mesmo mês, em Londres). Alguns jogadores eram esperados, casos de Neymar, Willian e Oscar, outros foram boas surpresas, como Fabinho e Marquinhos. No âmbito asiático, porém, Dunga mandou muito mal ao chamar o atacante Diego Tardelli, ex-Atlético Mineiro e atualmente no Shandong Luneng (China), ao invés de Ricardo Goulart, que jogava no Cruzeiro e agora veste a camisa do Guangzhou Evergrande (China).

LEIA TAMBÉM: Estes são os convocados do Brasil para os amistosos com França e Chile

Evidentemente, os dois jogadores não exercem a mesma função dentro de campo, pois Tardelli fica mais perto da área, enquanto Goulart pode vir de trás, embora funcione também como atacante. Há várias razões para Dunga apostar em Ricardo Goulart.

A idade

Diego Tardelli. A próxima Copa do Mundo é em 2018 e isso influenciará bastante na convocação final para o torneio na Rússia. Atualmente com 29 anos (fará 30 em maio), Diego Tardelli já vai caminhando para os últimos anos de carreira, terá 33 anos na época do Mundial, ou seja, tem mais chance de não estar mais no seu auge. Sem contar que está jogando na China, um país no qual o futebol é inferior e sem expectativa de ir para um centro melhor.

Ricardo Goulart. Por outro lado, o jogador do Guangzhou Evergrande tem 23 anos, terá 27 na Copa do Mundo, na idade que é considerada a ideal para estar no ápice da forma física e técnica. Mesmo que esteja atuando na China e com contrato de quatro anos, Ricardo Goulart pode se destacar na Liga dos Campeões da Ásia, talvez conseguindo uma chance no futebol europeu, em razão da idade.

O momento

Diego Tardelli. O ex-atacante do Atlético Mineiro viveu boas temporadas lá pelos idos de 2009, quando chegou a marcar 39 gols em 55 partidas naquele ano. As boas performances nas duas temporadas seguintes levaram Diego Tardell ao Anzhi Makhachkala (Rússia), mas ele não rendeu no exterior, também com a camisa do Al Gharafa (Catar). Em 2013 e 2014, Tardelli voltou ao Atlético Mineiro e marcou 33 gols em 102 jogos (0,32 gol por partida).

Ricardo Goulart. O meia-atacante apareceu no Goiás na Série B 2012, chamando a atenção do Cruzeiro. Mesmo não atuando de centroavante no clube mineiro, Ricardo Goulart balançou as redes adversárias em 34 oportunidades nos 99 jogos disputados (0,34 gol por partida) em 2013 e 2014, média superior à do centroavante Diego Tardelli.

Desempenho na China

Diego Tardelli. O jogador chegou ao Shandong Luneng em 17 de janeiro, mas ainda não mostrou a que veio na Ásia. A equipe tem três jogos nesta temporada, mas Diego Tardelli não é unanimidade. Foi titular na Supercopa da China, sem marcar gols. A titularidade foi mantida na LC da Ásia 2015, mas o jogador foi substituído nas duas partidas, na última aos 14 minutos do segundo tempo, na derrota do Shandong Luneng para o Jeonbuk Motors (Coreia do Sul) por 4 a 1, em casa.

Ricardo Goulart. Se Diego Tardelli ainda não empolgou, o novato Goulart é a sensação do Guangzhou Evergrande neste início de temporada. O desembarque na Ásia ocorreu em 13 de janeiro de 2015 e o atleta participou de três partidas, a da Supercopa começando na reserva. Na Liga dos Campeões da Ásia 2015, o brasileiro entrou em campo nas duas vezes até aqui, marcando incríveis quatro gols, sendo um hat-trick na excelente vitória do Guangzhou Evergrande sobre o atual campeão do torneio, o Western Sydney, por 3 a 2, na casa do adversário.

Importância dos jogos

Diego Tardelli. Com duas rodadas na Liga dos Campeões da Ásia 2015, o Shandong Luneng soma três pontos, na terceira posição, atrás de Kashiwa Reysol (Japão) e Jeonbuk, ambos com quatro pontos. A única vitória, sofrida e de virada, foi fora de casa, diante do Binh Duong (Vietnã), o time mais fraco da fase de grupos, que levou de 5 a 1 dos japoneses. Sofrer goleada de 4 a 1 do Jeonbuk e ter de enfrentar o Kashiwa Reysol no Japão, na próxima rodada, colocam em perigo a classificação do Shandong Luneng. Apenas Campeonato Chinês será ruim para Diego Tardelli.

Ricardo Goulart. Com a contribuição do brasileiro, o Guangzhou Evergrande lidera sua chave na LC da Ásia, com 100% de aproveitamento, mesmo tendo como adversários o atual campeão do torneio (Western Sydney) e o vice-campeão quando os chineses levantaram a taça de 2013 Seoul). É o grupo da morte, por assim dizer, e o Guangzhou Evergrande já enfrentou ambos, tendo de medir forças com o Kashima Antlers (Japão), lanterna e sem pontos, em casa, na próxima rodada. O Guangzhou Evergrande sempre tem a possibilidade de ir longe na competição, aumentando o nível da partidas para Ricardo Goulart. Sem contar que o time é o atual tetracampeão chinês.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.