Ásia/Oceania

Por um lugar no Brasil

A Confederação Asiática de Futebol (AFC) anunciou, na sexta-feira da semana passada, as datas e a fórmula de disputa das eliminatórias continentais para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O formato permanece o mesmo das últimas eliminatórias, com um total de cinco fases: duas preliminares, duas de grupos e uma que aponta uma seleção para disputar a repescagem contra um representante de outro continente.

A AFC tem, hoje, 46 federações nacionais filiadas, ficando atrás apenas da UEFA, que tem 53; e da CAF, atualmente conta com 55 nações. A praxe é que a entidade convide todos os países para a disputa das eliminatórias. Porém, para a Copa de 2010, três seleções declinaram do convite: Laos, Brunei e Filipinas. Guam e Butão desistiram depois do sorteio que apontou os emparceiramentos para as duas primeiras fases.

Como sempre acontece nas principais competições organizadas pela AFC, a montagem dos grupos e emparceiramentos deve obedecer às peculiaridades do continente. Volta e meia, alguns países não podem sediar seus jogos em casa por motivos políticos, crises de estado e até guerras. Outros tem federações suspensas pela Fifa, como aconteceu recentemente com o Iraque.

A primeira fase preliminar das eliminatórias acontece nos dias 29 de junho e 3 de julho de 2011. A quantidade de seleções que participam desta fase só será conhecida em fevereiro, logo após a Copa da Ásia, quando as federações nacionais confirmarão sua presença nas Eliminatórias. Também com jogos de ida e volta, a segunda fase preliminar está prevista para os dias 23 e 28 de julho de 2011.

Com a participação de 20 seleções – dentre as quais, já classificadas por conta de sua posição nas Eliminatórias para 2010, estão Japão, Coreia do Sul, Austrália, Coreia do Norte e Bahrein – a fase de grupos começa em 2 de setembro. São cinco grupos de quatro equipes cada, em dois turnos, com a última rodada acontecendo em 29 de fevereiro de 2012. Os dois melhores de cada grupo passam para a próxima fase.

Restando apenas 10 seleções, a segunda fase de grupos já aponta quatro classificados para o Mundial do Brasil. Serão dois grupos de cinco equipes, com jogos em turno e returno, com a primeira rodada em 3 de junho de 2012 e a última mais de 12 meses depois, em 18 de junho de 2013. Os dois primeiros colocados de cada grupo já carimbam o passaporte para o Brasil. Os terceiros colocados se enfrentam em um play-off nos dias 6 e 10 de setembro de 2013, com o vencedor se qualificando para a repescagem, marcada para os dias 15 de outubro e 19 de novembro.

Como foi em 2010

Para que você entenda como funciona, na qualificação para o último Mundial, 38 seleções participaram da primeira fase preliminar, em jogos de ida e volta, divididas em dois grupos de acordo com o ranking nas eliminatórias para a Copa de 2006.
Dos 19 vencedores, os 11 de melhor posição no ranking se juntaram a Austrália, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Japão e Irã na terceira fase. Os outros oito disputaram quatro vagas, que ficaram com Turcomenistão, Síria, Cingapura e Tailândia.

Na primeira fase de grupos, Austrália e Catar (no grupo 1), Japão e Bahrein (2), Coreia do Sul e Coreia do Norte (3), Uzbequistão e Arábia Saudita (4), Irã e Emirados Árabes (5) passaram para a fase decisiva. Depois um novo sorteio colocou um grupo com Austrália, Japão, Bahrein, Catar e Uzbequistão, e o outro com Coreia do Sul, Coreia do Norte, Arábia Saudita, Irã e Emirados Árabes.

Austrália, Japão e as duas Coreias conseguiram a classificação direta para o Mundial da África do Sul. No play-off, o Bahrein eliminou a Arábia Saudita na regra dos gols marcados fora de casa (0 a 0 em Riffa, 2 a 2 em Riad, com um gol aos 48 minutos do segundo tempo). Na repescagem, no entanto, o Bahrein perdeu a vaga para a Nova Zelândia.

Definição também para o Torneio Olímpico de 2012

A AFC definiu, também, como será o torneio classificatório para os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. 35 seleções se inscreveram para a disputa de três vagas diretas e mais uma pela repescagem.

A fórmula de disputa é similar à das eliminatórias para a Copa do Mundo. As 13 seleções de melhor posição no ranking continental já passam direto para a segunda fase. As demais se enfrentam em 11 confrontos eliminatórios, nos dias 23 de fevereiro e 9 de março do ano que vem.

Na segunda fase, as 24 seleções também jogam em confrontos de ida e volta, em 19 e 23 de junho. Os 12 ganhadores serão divididos em três grupos de quatro seleções, que jogam dentro dos grupos em seis rodadas, entre setembro de 2011 e março de 2012. O campeão de cada grupo se classifica para os Jogos Olímpicos. O segundo colocado de cada grupo disputa um triangular, em sede neutra, nos dias 25, 27 e 29 de março, para apontar quem joga a repescagem contra um representante africano.

A melhor campanha de um país asiático no torneio olímpico de futebol é do Japão, medalha de bronze nos Jogos de 1968, no México.

Começa a liga da Arábia Saudita

Com a participação de 14 clubes – dois a mais que na última temporada – começou no fim de semana a liga da Arábia Saudita. Na rodada inaugural, a surpresa foi a derrota, em casa, do Al-Shabab, que é dirigido pelo uruguaio Jorge Fossati, para o Al-Raed, por 2 a 0.

O Al-Shabab, que conta como principais destaques o zagueiro brasileiro Marcelo Tavares, o meia Camacho, que está há sete temporadas no futebol árabe; e o atacante angolano Flávio Amado, está classificado para as quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia, no mês que vem.

Campeão na última temporada e também quadrifinalista da Liga dos Campeões, o Al-Hilal, do meia Thiago Neves, venceu o Al-Tawoon por 1 a 0, gol de Abdul Al Ganaam.

Os demais resultados da primeira rodada: Al-Fateh 1 x 3 Al-Qadisiya, Najran 0 x 1 Al-Nasr, Al-Ittihad 2 x 1 Al-Ittifaq, Al-Ahli 1 x 0 Al-Hazm e Al-Wahda 3 x 3 Al-Faisaly.

Pohang Steelers reage na K-League

Ainda com o Gyeongnam liderando, com 34 pontos em 16 jogos, a K-League teve, no fim de semana, mais uma vitória do Pohang Steelers, que começa, aos poucos, a se recuperar da fase terrível de início de temporada.

O atual campeão asiático venceu seus dois últimos jogos (no sábado, bateu o Daegu fora de casa por 2 a 0, com os gols saindo nos minutos finais da partida) e já igualou o número de vitórias obtidas em 15 rodadas. Com 18 pontos, o time ganhou três colocações e está no décimo lugar – passam seis para a fase decisiva.

Na partida mais esperada da rodada, o Gyeongnam bateu o Jeonbuk Hyundai Motors por 3 a 2 e abriu três pontos de vantagem sobre o adversário.

Outro destaque da rodada foi o colombiano Mauricio Molina, ex-Santos, que fez três gols na goleada do Seongnam Ilhwa Chunma sobre o Incheon United, 4 a 1. Molina já tem oito gols no campeonato, mesma quantidade do paraguaio José Maria Ortigoza, do Ulsan Horang-i. O artilheiro é Yoo Byung-soo, do Incheon United, com 12 gols.

Copa Sheikh Jassem movimenta pré-temporada no Catar

Com a participação de 18 equipes, divididas em quatro grupos, teve início no fim de semana a Copa Sheikh Jassem (também conhecida como Copa da Liga), que reúne clubes das duas principais divisões do futebol do Catar. O torneio, que acontece desde a temporada 1978/79, é a última competição antes do início da Qatari Stars League, que acontece no dia 12 de setembro.

O Al-Rayyan, de Paulo Autuori, abriu a competição goleando o Al-Markhiya, 5 a 0. Outras goleadas foram aplicadas por Al-Jaish (4 a 0 no Al-Shamal) e Lekhwiya (4 a 1 em cima do Al-Khor). Atual campeão do torneio, o Umm-Salal venceu o Al-Ahli por 1 a 0.

A fase de grupos da Copa Sheikh Jassem tem jogos diários até 28 de agosto, quando serão apontados os classificados para o mata-mata.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo