Ásia/Oceania

O Persela Lamongan aposentou a camisa 1 para eternizar Choirul Huda

O futebol da Indonésia ainda está de luto. Não é para menos: há apenas 14 dias que o goleiro Choirul Huda, ícone na história do Persela Lamongan, morreu em campo, após se chocar com o zagueiro brasileiro Ramon Rodrigues, contra o Semen Padang, na 29ª rodada do campeonato nacional.

Não se tratava de um jogador qualquer. Afinal, Choirul tinha 18 anos como titular do Persela, em trajetória que o tornou ídolo absoluto da torcida – e até rendeu algumas convocações para a seleção indonésia. E a oportunidade que a torcida queria para homenageá-lo veio na sexta passada, com uma cerimônia especial para aposentar a camisa 1 que o guarda-metas e capitão usou até o trágico 15 de outubro.

Choros, imagens no placar, volta especial. Tudo para honrar o ídolo cuja memória está eternizada e homenageada.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo