Ásia/Oceania

K-League 2009 será equilibrada

Depois da Copa do Mundo de 2002, que varreu o País, o nível da Liga profissional da Coréia do Sul cresceu palpavelmente. Claro que ainda não foi o suficiente para o futebol se tornar o esporte mais popular da nação, mas é inegável o ambiente competitivo da K-League, apesar da falta de público em determinados estádios de cidades com imensa tradição no beisebol.

A liga tem demonstrado equilíbrio, desde 2005 todo ano um clube diferente saiu campeão. O último time a ganhar dois campeonatos seguidos foi o Seongnam Ilhwa Chunma em 2002 e 2003.

Para esta edição de 2009 o favoritismo recai nos ombros de quatro equipes: Suwon Samsung Bluewings, Pohang Steelers, Seoul FC e Seongnam Ilhwa Chunma. Correndo por fora Jeonbuk Motors e Incheon United reúnem subsídios para levantarem o troféu também.

Assim como na vizinha J-League, a tônica na pré-temporada foram contratações moderadas e aposta em jovens valores. O atual campeão Suwon Samsung e o recordista de títulos Seongnam acertaram as perdas que tiveram sobretudo no sistema defensivo.

Os ‘Bluewings’ perderam o croata Mato Neretljak para o futebol japonês e trouxeram Li Weifeng, 105 jogos pela seleção da China, o primeiro chinês na K-League. O outro reforço da equipe causaria calafrios em qualquer torcedor de time brasileiro…Jorge Luiz, titular da zaga do Vasco em 2008. Já o ‘Pegasus’, como é conhecido o time de Seongnam, comprou o possante australiano Sasa Ognenovski, destaque do Adelaide United na LC do ano passado. O time heptacampeão sul-coreano também conseguiu repor com qualidade a perda do brasileiro Dudu, ex-Cruzeiro e goleador máximo da liga com 16 gols, ao fechar com o não menos demolidor Dzenan Radoncic. O montenegrino de 25 anos ficou em terceiro lugar na artilharia e pretende tirar a cidadania sul-coreana (talvez acredite que não terá espaço na seleção que já tem Stevan Jovetic e Mirko Vucinic…).

Os Steelers, treinados pelo brasileiro Sérgio Farias, incorporaram o experiente meia-atacante Brasília, do Ulsan Hyundai, recordista de assistências em 2008. A idéia é fazer a bola chegar com mais qualidade ao setor ofensivo composto pelo explosivo Denílson e o oportunista macedônio Stevica Ristic. Mas o vice-campeão Seoul FC, comandado por Senol Gunes (ex-seleção turca) não fica atrás. Donos de uma defesa muito sólida, mantiveram quase todo o elenco e contam com os gols de Jung Jo-Gook, da seleção sul-coreana, e o montenegrino Dejan Damjanovic, vice-artilheiro da liga no ano passado.

Em termos de investimento quem fugiu a regra e gastou um pouco mais foi o Jeonbuk Motors, campeão continental em 2006 e que desde então anda em baixa. Os ‘greens’ acertaram numa cajadada só com o meia brasileiro Eninho, um dos melhores passadores que circulam pelo País, e o selecionável Lee Dong-Gook, um avançado perigoso que teve uma passagem sofrível no Middlesbrough, mas que tem potencial para reerguer a carreira em seu próprio território.

Não seria inteligente esquecer o Incheon United, que apostou num grupo de rosto eslavo liderados pelo ex-técnico da seleção sérvia Ilija Petkovic, que terá a sua disposição os compatriotas Dragan Mladenovic e Borko Veselinovic. Além do recém chegado atacante macedônio Dragan Cadikovski. Não estranhem se verem o ‘In Utd’ no ‘top 4’ do campeonato.

Nota-se que alguns clubes que eram competitivos estão dando claros sinais de decadência. O tetracampeão Busan Park teve uma das três piores médias de público em 2008 e já existe um projeto da diretoria para restabelecer a credibilidade com os fãs depois de várias campanhas vexatórias. Já o Chunnam Dragons é refém dos gols de Adriano Chuva, ex-Sport e Palmeiras.

Apesar dos problemas de afirmação em termos de público num País onde o beisebol é uma coqueluche e da falta de nomes brasileiros mais expressivos nos times, o nível da K-League se mantém como um dos melhores da Ásia. Vale a pena acompanhar.

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo