Ásia/Oceania

Japão ameaça pagar menos por amistoso caso Messi não jogue

A Associação Japonesa de Futebol (JFA) disse nesta sexta-feira que pagará menos pelo amistoso contra a Argentina, agendado para o dia 8 de outubro, caso o atacante Lionel Messi, atual melhor jogador do mundo pela Fifa, não participe da partida.

“Messi tem 200 mil razões para jogar. Se ele não vier, pagaremos US$ 200 mil dólares a menos”, ameaçou o presidente da JFA, Junji Ogura.

Em agosto, o técnico do Barcelona, Josep Guardiola, cogitou a ausência do jovem jogador em um amistoso da equipe contra um combinado de atletas que atuam no futebol sul-coreano, o que gerou grande polêmica. Então, Messi jogou apenas 16 minutos, tempo suficiente para fazer boas jogadas e ainda marcar dois gols.

O confronto de outubro deverá marcar a estreia do treinador italiano Alberto Zaccheroni à frente da seleção japonesa. O ex-técnico de Milan e Juventus deveria ter estreado nos amistosos contra Paraguai e Guatemala, realizados na última semana, mas não conseguiu finalizar o processo com o visto de trabalho no país. EFE

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo