Ásia/Oceania

Governo sul-coreano ameaça acabar com a K-League

O governo da Coreia do Sul ameaçou acabar com a K-League por conta dos escândalos de manipulação de resultados nos jogos do campeonato.

“Se os jogadores forem pegos tentando abdicar de suas partidas de julho, os times deles serão forçados a sair da liga”, disse o vice-ministro de Cultura, Esporte e Turismo da Coreia do Sul, Park Sun-Kyoo. “Consideraremos acabar com a K-League no pior cenário”, continuou.

“O problema não são simplesmente os jogadores, porque isso se espalhou pelo resto do futebol profissional e do futebol como um todo”, declarou Park Sun-Kyoo.

Na semana passada, a K-League baniu dez jogadores – oito do Daejeon Citizen, um do Gwangju FC e um do Sangju Sangmu Phoenix – que receberam suborno de apostadores em abril.

Choi Sung-Kuk, atacante que atualmente defende o Suwon Bluewings, confessou na quarta-feira o seu envovimento em um esquema de manipulações de resultados quando atuava pelo Gwangju Sangmu no ano passado.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo