Ásia/Oceania

Gol de goleiro. Normal? Não quando é da própria área

Foi-se o tempo em que gol de goleiro era raridade no futebol. Desde a década de 1990, quando Chilavert, Higuita e Rogério Ceni começaram a se aventurar nas bolas paradas, tornou-se comum o camisa 1 subindo ao ataque para tentar balançar as redes. Difícil é marcar um gol de goleiro “da velha guarda”, como aconteceu no Campeonato Sul-coreano.

O feito foi protagonizado por Jung-Hyuk Kwon, do Incheon United. Uma falta despretensiosa na entrada da (sua própria) área e o goleirão deu um bico pra frente. Do outro lado, contou com a prestimosa ajuda de Jun-Hyuk Park, que errou o tempo da bola, não pulou nem uma caixa de sapatos e tomou um frangaço. Menos mal que o Jeju ainda buscou o empate por 1 a 1, placar final da peleja.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo