Ásia/Oceania

Eliminatórias: agora é para valer!

A última etapa das Eliminatórias Asiáticas para a Copa de 2010 começa essa semana. Jogos cada vez mais equilibrados e decisivos nos grupos A (Austrália, Japão, Bahrein, Uzbequistão e Qatar) e B (Coréia do Sul, Irã, Arábia Saudita, Coréia do Norte e Emirados Árabes Unidos). 

O continente nunca teve uma fase final de Eliminatória que promete ser tão acirrada como agora. Os dois primeiros de cada chave carimbam o passaporte para o Mundial da África do Sul, enquanto os terceiros colocados jogam entre si para ir ao play-off contra o representante da Oceania.
 

Abaixo, a expectativa dos jogos da 1ª rodada. 

GRUPO A

Bahrein x Japão 

O calor do Oriente Médio será um enorme aliado do Bahrein para aniquilar os japoneses em casa. Treinados pelo tcheco Milan Macala, os barenitas se prepararam na Áustria e estão confiantes. 

No lado nipônico, a aposta é nos quatro futebolistas que atuam na Europa: Hasebe, Matsui, Inamoto e Nakamura. Todos superestimados pelo técnico Takeshi Okada (na verdade quem tem jogado uma barbaridade é o meia Yasuhito Endo). A ausência de Okubo no comando do ataque é preocupante. 

Partida com cheiro de empate ou vitória apertada para qualquer lado.

Qatar x Uzbequistão

Técnica e fisicamente os uzbeques são superiores. O time dirigido por Rauf Inileev possui os números mais impressionantes das Eliminatórias Asiáticas e uma estabilidade muito maior que a conturbada equipe catariana.

O treinador uruguaio Jorge Fossati, do Qatar, sofre para dar padrão de jogo a uma seleção refém dos lampejos dos naturalizados Fábio César (brasileiro) e Sebastián Soria (uruguaio). Jogo nervoso em Doha.

GRUPO B

Arábia Saudita x Irã

É o duelo de titãs entre as duas melhores seleções do Oriente Médio. Os iranianos cambalearam um pouco na fase anterior e recentemente bateram o Azerbaijão, do técnico Berti Vogts, num amistoso. Ali Daei ainda não conseguir ‘dar liga’ num plantel de considerável talento.

Os sauditas têm um grupo homogêneo liderado por um treinador local (Al-Johar) e um ataque arrasador formado por Malik Moad e o bola de ouro continental Yasser Al-Qahtani. Será uma batalha em Riad.

Emirados Árabes x Coréia do Norte

Controlar os nervos será o primeiro mandamento para os árabes, pois os norte-coreanos não sofreram nenhum gol (isso mesmo!) na etapa anterior das Eliminatórias e furar o bloqueio dos orientais em Abu Dhabi será duro.

Os comandados de Bruno Metsu (Ex-Senegal, em 2002) dependerão mais do que nunca do talento individual de Ismael Matar, melhor jogador da Copa do Golfo 2007. Um empate é ótimo resultado para a emergente Coréia do Norte.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo