Ásia/Oceania

Desempenho minguado

Principal torneio que celebra o futebol árabe, a 24ª edição da Liga dos Campeões Árabes terá final norte-africana e mais uma vez os asiáticos tombaram. Wydad Casablanca, do Marrocos, e o atual campeão ES Sétif, da Argélia, decidirão o tradicional torneio interclubes do imenso mundo árabe. Não deu para o Al-Faisaly, da Jordânia, que caiu nas semifinais (foto).

A última conquista dos ‘árabes da Ásia’ foi em 2005 com os sauditas do Al-Ittihad – único título do Oriente Médio desde a introdução do novo nome e formato, em 2003.

No histórico geral, desde a embrionária Copa dos Campeões de Clubes Árabes, foram 13 conquistas de clubes provenientes do solo asiático e 11 do norte africano. Mas há um aspecto atenuante.

Praticamente a metade dos títulos conquistados pelos clubes da Ásia foram nos anos 80 (tabela abaixo). Os africanos, especialmente da região magrebe, tem dominado o cenário.

Quando entrevistamos o técnico brasileiro José Roberto Fernandes, que tem 17 anos de experiência nas duas regiões, ele expressou o seguinte:
“No Oriente Médio investem mais nos clubes e se tem uma melhor organização. No norte da África, os países árabes acompanham de perto os clubes do Oriente Médio, e no aspecto técnico o futebol norte-africano é muito superior ao do Oriente Médio”.  

É inegável a boa fase dos norte-africanos se tirarmos como exemplo o recente bicampeonato do Egito na Copa Africana de Nações e a conquista da Tunísia, também da CAN, em 2004. Sem falar do domínio absoluto na Liga dos Campeões africana, onde equipes da áfrica negra não ganham desde 2004.

Cabe aos clubes do Oriente Médio efetuarem um planejamento protagonizando mais a competição e resgatar o prestigio perdido. Caso contrário terão que assistir de camarote – ou melhor, sob tapetes – seus ‘irmãos’ da áfrica erguerem troféus e mais troféus, ano a ano…

Além de perderem o prêmio de 1 milhão e 500 mil dólares pago ao campeão…

Lista dos Campeões

Perceba o desenvolvimento e as mudanças de nomes que a competição sofreu ao longo dos tempos e note a performance dos clubes do Oriente Médio nos primórdios e como perderam espaço nas últimas edições.

COPA DOS CAMPEÕES DE CLUBES ÁRABES

1982 – Al-Shurta (Iraque)
1984 – Al-Ettifaq (Arábia Saudita)
1985 – Al-Rasheed (Iraque)
1986 – Al-Rasheed (Iraque)
1987 – Al-Rasheed (Iraque)
1988 – Al-Ettifaq (Arábia Saudita)
1989 – Wydad Casablanca (Marrocos)
1992 – Al-Shabab (Arábia Saudita)
1993 – Esperance (Tunísia)
1994 – Al-Hilal (Arábia Saudita)
1995 – Al-Hilal (Arábia Saudita)
1996 – Al-Ahly (Egito)
1997 – Club Africain (Tunísia)
1998 – WA Tlemcen (Argélia)
1999 – Al-Shabab (Arábia Saudita)
2000 – CS Sfaxien (Tunísia)
2001 – Al-Sadd (Qatar)

TORNEIO PRINCIPE FAYSAL FAHAD DE CLUBES ÁRABES

2002 – Al-Ahli (Arábia Saudita)
2003 – Al-Zamalek (Egito)  

LIGA DOS CAMPEÕES ÁRABES

2003/4 – CS Sfaxien (Tunísia)
2004/5 – Al-Ittihad (Arábia Saudita)
2005/6 – Raja Casablanca (Marrocos)
2006/7 – ES Sétif (Argélia)
2007/8 – ES Sétif (Argélia) ou Wydad Casablanca (Marrocos)
 

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo