Ásia/Oceania

Copa da Ásia: restam quatro vagas

Com os resultados dos sete jogos disputados nesta quarta-feira, 12 das 16 vagas para a fase decisiva da Copa da Ásia estão preenchidas. Japão, Emirados Árabes, Irã, China e Bahrein se juntaram a Uzbequistão e Síria – que já estavam classificados nas eliminatórias – Índia, campeã da última edição da AFC Challenge Cup; Iraque, Arábia Saudita e Coreia do Sul, respectivamente, campeão, vice-campeã e terceira colocada na Copa da Ásia de 2007; e Catar, que sedia a fase final da competição em janeiro do ano que vem.

Três das vagas em aberto serão disputadas na rodada de encerramento das eliminatórias, dia 3 de março. Duas delas estão no grupo B, Omã e Kuwait jogam em Manama. Com um ponto a mais (8 contra 7), o Kuwait joga pelo empate. A Austrália, que também tem 8 pontos, recebe a já eliminada Indonésia, em Brisbane, e teoricamente não terá problemas para garantir uma vaga – também joga pelo empate, e pode até se classificar com uma derrota, desde que Omã não vença o Kuwait.

A outra vaga está no grupo E, onde o Irã garantiu sua vaga ao bater Cingapura, fora de casa, por 3 a 1, e chegar aos 10 pontos. Tailândia e Cingapura têm 6 pontos e a Jordânia, 5. Na última rodada, o Irã recebe a Tailândia no estádio Azadi, em Teerã. Jordânia e Cingapura jogam em Amã. De certa forma, os iranianos vão definir a classificação, já que o resultado do seu jogo interfere diretamente no confronto da capital jordaniana.

Antes, porém, será conhecido o classificado pela AFC Challenge Cup. O torneio será disputado entre 16 e 27 de fevereiro, no Sri Lanka, com oito participantes divididos em dois grupos. No grupo A estão Tadjiquistão, Mianmar, Sri Lanka e Bangladesh. A Índia, que luta pelo bicampeonato, está no grupo B, com Coreia do Norte, Turcomenistão e Quirguizistão. Caso a Índia conquiste o bicampeonato, o vice-campeão da AFC Challenge Cup deste ano se classifica para a fase final da Copa da Ásia.

Os resultados da rodada desta quarta-feira: Iêmen 2 x 3 Japão e Bahrein 4 x 0 Hong Kong (grupo A); Indonésia 1 x 2 Omã e Kuwait 2 x 2 Austrália (grupo B); Emirados Árabes 1 x 0 Malásia (grupo c); China 0 x 0 Síria e Líbano 1 x 1 Vietnã (grupo D); Cingapura 1 x 3 Irã e Tailândia 0 x 0 Jordânia (grupo E).

Ainda em janeiro, duas partidas serão realizadas pelas eliminatórias, porém, sem influência na disputa pelas vagas. Dia 17, a já eliminada seleção do Vietnã recebe a China em Hanói. Três dias depois, Iêmen e Bahrein jogam em Sana'a, em partida adiada por conta da participação do Bahrein no play-off da eliminatória da Copa do Mundo, contra a Nova Zelândia.

Mercado no Catar se movimenta no recesso de inverno

Com a temporada chegando à metade no Catar, os clubes locais se movimentam à procura de reforços. Com o Al-Sadd liderando a Qatari Stars League – que retorna neste final de semana – os principais rivais buscam no mercado externo jogadores para evitar o título da equipe dos brasileiros Felipe, Leandro e Afonso Alves.

Além da já badalada contratação – por empréstimo – de Daniel Carvalho, o Al-Arabi, terceiro colocado na liga, finalmente chegou a um acordo com o Olympiacos, da Grécia, e liberou o atacante congolês Lomana Lua-Lua, que estava no clube desde a última temporada. Depois de uma briga com os dirigentes do clube, Lua-Lua não vinha sendo aproveitado pelo Al-Arabi, e acabou retornando para o time grego.

O Al-Ahli, que faz fraca campanha na liga – oitavo lugar, com apenas 13 pontos – contratou o zagueiro omani Khalifa Ayel, que estava no Al-Ittifaq, da Arábia Saudita. Ayel, de 25 anos, volta ao futebol do país: já atuou por quatro temporadas no Al-Sadd, conquistando a liga por duas temporadas.

Outro jogador da seleção de Omã que retorna para um clube do Catar é o atacante Emad Al-Hosani, que estava no Charleroi, da Bélgica. Al-Hosani vai para o Al-Rayyan por empréstimo, depois de ter feito 14 gols em 27 partidas na última temporada da QSL. O jogado substitui o australiano Daniel Allsopp no time comandado por Marcos Paquetá.

Para não ficar atrás dos rivais, o Al-Sadd também fez contratações, assinando com dois zagueiros que estavam em clubes do país: Mosaab Mahmoud, que veio do Al-Kharitiyath; e Mohamed Moussa, do Umm-Salal.

Enquanto a liga não retorna, o Al-Gharrafa conquistou a primeira edição da Qatar Stars Cup, depois de golear o Al-Ahli por 5 a 0. A final foi disputada nesta terça-feira e o destaque do jogo foi o atacante Araújo, que fez três gols. O iraquiano Younis Mahmoud fez os outros gols do time comandado por Caio Júnior.

Neste final de semana, acontece a primeira rodada do returno: Al-Ahli x Al-Shamal, Al-Kharitiyath x Al-Wakrah e Qatar SC x Al-Rayyan jogam no sábado. No domingo, mais três jogos: Al-Khor x Al-Gharrafa, Al-Sailiya x Al-Arabi e Al-Sadd x Umm-Salal.

Waldemar Lemos assume o Pohang prometendo jogo ofensivo

Em sua primeira entrevista oficial como treinador do Pohang Steelers, Waldemar Lemos afirmou que vai continuar a linha de trabalho de Sérgio Farias, com um estilo ofensivo de jogo para a equipe campeã continental.

Em entrevista ao site oficial do clube, Lemos declarou que gosta do estilo veloz de jogo, característico do futebol sul-coreano. Além disso, ele deixou claro que vai montar a equipe jogando no ataque. “Gosto de jogadores que atuam ofensivamente, com fair-play e respeito pelos adversários. Quero montar uma equipe que tenha potencial para jogar coletivamente e estabelecer confiança entre mim e os jogadores”, declarou o treinador, de 54 anos, que deixou a coordenação técnica do Resende para ocupar o lugar de Farias, que foi para o Al-Ahli, da Arábia Saudita.

A edição 2010 da K-League começa dia 27 de fevereiro e o Pohang Steelers, terceiro colocado na última edição, tenta conquistar o título, o que não acontece desde 2007.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo