Ásia/Oceania

Chegou a Tiger Cup!

A 7ª edição da Tiger Cup começa nesta sexta-feira com novidades. O torneio bienal que reúne as principais seleções do sudeste asiático fez uma aliança com a Suzuki, indústria automotiva japonesa. Agora o nome oficial é AFF Suzuki Cup, organizado pela AFF (ASEAN Football Federation), entidade regional. Este ano, as sedes dos jogos são Tailândia e Indonésia.

Dentro de campo, os tricampeões Cingapura e Tailândia são favoritos, aliás são os únicos que venceram todas as edições do torneio. Em crise, mas impulsionados pela pressão e correndo por fora estão Indonésia e Vietnã.

Abaixo, a Trivela preparou um mini-perfil com as condições que cada seleção chega ao torneio. Confira e fique por dentro do campeonato de seleções da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático).
 

 

GRUPO A

Indonésia

Pressão. Essa é a palavra que define a situação dos indonésios, que jogarão em casa e não ganham um torneio regional há quase duas décadas. Os ‘Garudas’ serão empurrados por uma multidão enlouquecida, fiel e que não admite outro resultado que não seja o primeiro título da Tiger Cup.

Ranking FIFA: 132º

Treinador: Benny Dolo, 58 anos. Entusiasta do trabalho físico rigoroso, experiente e bastante rude.

Destaque: Bambang Pamungkas, 28 anos, atacante. Tem experiência européia em divisões inferiores da Holanda e é um dos maiores cabeceadores que o sudeste asiático já produziu.

Cingapura

Ganharam as duas últimas edições e são tricampeões do torneio, um recorde dividido com a Tailândia. Os ’Leões’ tem a liga mais organizada da região, bela estrutura e um plantel jovem que se fortalece com a presença de estrangeiros naturalizados que incutem experiência.

Ranking FIFA: 136º

Treinador: Radojko Avramovic, sérvio, 59 anos. ‘Raddy’ está desde 2003 no comando dos ‘Leões’, é obcecado por trabalho em grupo e implantar espírito de equipe.

Destaque: Lionel Lewis, 26 anos, goleiro. Robusto e com considerável elasticidade, Lewis é um arqueiro elegante que já foi chamado para testes no Manchester City e no Grasshopper, da Suiça.

Mianmar

A conquista da Royal Challenge Cup, em casa, frente a Indonésia, foi uma
injeção de moral no grupo. A comissão técnica é praticamente toda brasileira e apesar da precária estrutura, os ‘burmas’ pretendem deixar a pele em campo na Tiger Cup.

Ranking FIFA: 158º

Treinador: Marcos Falopa, 60 anos, brasileiro. É um trota-mundos com vasta experiência em clubes e seleções. Sem recursos, vai tentar tirar leite de pedra.

Destaque: Soe Myat Min, meia-atacante, 26 anos. Com 15 anos já jogava entre os melhores do país, aos 20 era o capitão da seleção, com 22 já era um dos melhores do sudeste da Ásia. Destaque absoluto da Royal Challenge Cup, mês passado.

Cambodia

É um dos ‘underdogs’ do torneio ao lado do Laos. Superar pela primeira vez a
fase de grupos já será um feito comemorado por essa que é uma das piores seleções do mundo.

Ranking FIFA: 182º

Treinador: Prak Sovannara assumiu o comando em julho e tentará limitar os danos…

Destaque: O meia-atacante Teab Vathanak tem alguma noção do que faz…

GRUPO B

Tailândia

São favoritos por três argumentos esmagadores: jogam em casa, possuem tradição ganhadora no torneio e tem o melhor time da região. Com a chegada do treinador inglês Peter Reid e a força máxima em campo, será difícil deixar escapar a taça.

Ranking FIFA: 116º

Treinador: Peter Reid, inglês, 52 anos. Em rápida entrevista a Trivela se mostrou muito centrado e com idéias bem elaboradas para levar os ‘elefantes de guerra’ ao triunfo.

Destaque: Teerathep Winothai, atacante, 23 anos. Esse fez o processo que muitos deveriam fazer para alavancar o nível da seleção. Foi lapidado na base do Everton e do Crystal Palace, da Inglaterra, e conseguiu emprego no Lierse, da Bélgica. Acima da média tailandesa…

Malásia

O título inédito tem batido na trave nas edições passadas e o técnico Sathianathan terá o seu maior desafio desde que assumiu os ‘tigers’. A enorme pressão e o baixo nível de confiança do plantel serão os maiores problemas.

Ranking FIFA: 151º

Treinador: B. Sathianathan, Em entrevista a Trivela se mostrou um profundo conhecedor do futebol em seu país como um todo. ‘Expert’ em categorias de base, é um dos expoentes quando o assunto é trabalho com jovens na região.

Destaque: Mohd Misbah, defensor, 27 anos. É o que acumula maior número de jogos com a seleção entre os convocados e já foi bastante elogiado por técnicos de clubes ingleses que fazem pré-temporada na Malásia.

Vietnã

Sob forte pressão da imprensa e de uma nação fanática, o time da ‘estrela dourada’ tentará controlar os nervos para cumprir a meta de ganhar pela primeira vez a Tiger Cup

Ranking FIFA: 159º

Treinador: Henrique Calisto, português, 55 anos. Depois de perambular por equipes de segundo escalão em Portugal, construiu uma carreira de sucesso em nível de clubes no Vietnã, mas está com a corda no pescoço com os péssimos resultados da seleção.

Destaque: Le Cong Vinh, atacante, 23 anos. Três vezes bola de ouro na V-League – liga vietnamita – é um dos mais velozes e temidos avantes em circulação pelo sudeste da Ásia.

Laos

O objetivo é simples e direto: passar da fase de grupos pela primeira vez na história. O time é jovem (somente 5 jogadores com mais de 23 anos). A idéia é esses jovens vivenciarem torneios regionais para fazerem bom papel no próximo SEA Games, que será realizado no país em 2009.

Ranking FIFA: 162º

Treinador: Valeri Vdovin, russo. É o primeiro técnico estrangeiro que dá as cartas na seleção laociana. Sua responsabilidade é agregar valor a um grupo de jovens para não fazer feio no SEA Games 2009, disputado em território laociano. A ‘Tiger Cup’ é o auge da preparação.

Destaque: Lois Syamate, meio-campista, 27 anos. Filho de um francês com uma laociana, ele é o capitão do time. Formado no futebol da França com passagens por Paris FC e Metz, hoje é uma das atrações do Neftchi FC, do ascendente Uzbequistão.

Fala, Ásia
“Nossa esperança é passar da 10ª para a 7ª colocação entre os países da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático) que disputam a Tiger Cup”
Ung Chamroeun, jornalista cambodiano.

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo