Ásia/Oceania

Bahrein quase aprontou na abertura da Copa da Ásia, mas Emirados Árabes empataram com um pênalti discutível

Os Emirados Árabes Unidos entram na Copa da Ásia sob as expectativas de uma boa campanha. Sim, o fato de ser o país-sede contribui bastante para isso. No entanto, a confiança sobre os emiratenses vai além. O time treinado por Alberto Zaccheroni, campeão do torneio à frente do Japão em 2011, possui uma base tarimbada no futebol local e alguns talentos atravessando o auge. Ainda assim, os anfitriões decepcionaram na abertura do torneio continental. O Bahrein esteve muito próximo de calar a torcida em Abu Dhabi. Apenas um pênalti contestável a favor dos EAU, apontado aos 43 do segundo tempo, garantiu o empate por 1 a 1 no Estádio Zayed Sports City.

As lesões eram uma preocupação aos Emirados Árabes. Se habilidoso Omar Abdulrahman sequer foi convocado, o time ainda viu o atacante Ahmed Khalil começar no banco por conta de uma contusão recente. Apesar disso, os anfitriões foram melhores no primeiro tempo e criaram a principal chance, a partir de uma jogada do astro Ali Mabkhout. Contudo, o Bahrein cresceu nos minutos anteriores ao intervalo e ganhou confiança rumo à etapa complementar.

O goleiro Khalid Eisa teve trabalho no início do segundo tempo, evitando o gol do Bahrein em três oportunidades. A resposta dos Emirados Árabes só surgiria depois disso, controlando a posse e arriscando contra a meta adversária. Todavia, a falta de pontaria cobrou seu preço e a surpresa aconteceu aos 33 minutos. Mohamed Al Romaihi aproveitou a confusão dentro da área para deixar os bareinitas em vantagem. Depois do susto, os emiratenses partiram para a pressão e forçaram até um milagre do goleiro Sayed Shubbar. Mas Khalil seria o herói, ao sair do banco de reservas. Aos 43, árbitro Adham Makhadmeh assinalou um pênalti bastante discutível, por toque de mão. Coube ao substituto converter.

O resultado não satisfaz os Emirados Árabes, mas está longe de ameaçar os anfitriões. O Bahrein é justamente o adversário mais difícil do Grupo A, no qual Índia e Tailândia oferecem chances de recuperação. Além disso, vale lembrar, até três times podem avançar por chave nesta Copa da Ásia. O torneio tem continuidade neste domingo com mais três partidas: Austrália x Jordânia, Tailândia x Índia e Síria x Palestina.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo