Ásia/Oceania

Anderson Talisca deixa a China e vai jogar no Al Nassr, de Mano Menezes

Jogador, ex-Bahia, acertou contrato com o clube da Arábia Saudita e será comandado pelo ex-técnico da seleção brasileira

O meia-atacante Anderson Talisca deixou o Guangzhou FC (ex-Guangzhou Evergrande), da China, e vai defender o Al Nassr, da Arábia Saudita. O brasileiro deixou o clube chinês e chega a custo zero no clube árabe. O jogador, ex-Bahia e Benfica, assinou contrato por três temporadas. Embora tenha sido especulado no Brasil, seu alto salário tornava pouco provável que ele voltasse a jogar por aqui.

Aos 27 anos, o jogador teria problemas com o visto de trabalho na China e, por isso, foi liberado pelo clube chinês para acertar com o clube da Arábia Saudita. Os brasileiros não receberam autorização para voltar à China e, por isso, ele sequer voltou ao país para a temporada 2021, que começou em abril. Seu visto de trabalho teria que ser renovado e o problema da pandemia impossibilitou. O jogador tem como empresário Carlos Leite, que também é empresário de Mano Menezes.

Revelado pelo Bahia, Talisca brilhou com a camisa do Tricolor de Aço e foi vendido ao Benfica em 2014 por € 4,75 milhões. Ficou no clube até 2016, quando foi emprestado ao Besiktas por duas temporadas. Em 2018, foi novamente emprestado, mas desta vez para o Guangzhou, por seis meses, ao custo de € 5,8 milhões. Passado o empréstimo, ele foi contratado em definitivo por € 19,2 milhões – totalizando, portanto, € 25 milhões pelo brasileiro.

Talisca surgiu como uma promessa enorme para o futebol brasileiro. Quando defendia o Benfica, chegou à seleção brasileira pela primeira vez, convocado por Dunga. Sua queda de rendimento no clube português o fez ser emprestado ao Benfica e, em seguida, negociado com a China. Em 2018, Talisca chegou a ser convocado por Tite para a seleção brasileira, mas não teve continuidade. Na temporada 2019, que o Guangzhou acabou campeão chinês, o brasileiro foi destaque atuando como atacante. Fez 11 gols em 18 jogos. 

Ao longo dos três anos que esteve na China, Talisca fez 65 jogos e marcou 39 gols. Na temporada 2020, foram 20 jogos, sete gols e duas assistências. O Guangzhou acabou como vice-campeão chinês, perdendo o título para o Jiangsu, de Éder e Miranda, e que acabou com as atividades encerradas pela empresa proprietária, o grupo Suning. Sem contrato, Éder e Miranda foram contratados pelo São Paulo.

O Al Nassr, do técnico Mano Menezes, está em quinto no Campeonato Saudita, e briga por vaga em competições asiáticas – os três primeiros se classificam à Champions League da Ásia. Além do técnico, o zagueiro Maicon, de 32 anos, ex-São Paulo, também está no clube. Gonzalo Pity Martinez, ex-River Plate e Atlanta United, é uma das estrelas da equipe. O clube fez o anúncio da contratação de Talisca nas redes sociais.

Anderson Talisca é anunciado no Al Nassr, da Arábia Saudita (Divulgação)

 

 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo