Ásia/Oceania

Al-Sadd: entre uivos e rugidos

Sim, os lobos já começaram uivando na Liga do Catar. O Al-Sadd, treinado por Emerson Leão, venceu nas duas primeiras rodadas mesmo com vários desfalques. O “Líder”, como é chamado no território catariano, devastou o modesto Al-Khuraitiat, recém promovido, por 6 a 0 e bateu fora de casa o Al-Wakra, campeão em 2001/2, por 2 a 1.

Assim como o Al-Gharafa foi campeão em 2007/8 com Marcos Paquetá no comando, dificilmente alguém levantará o troféu nesta temporada sem ter um brasileiro como treinador. Entre os favoritos: Al-Sadd (Emerson Leão), Al-Rayyan (Paulo Autuori), Qatar Club (Sebastião Lazaroni), Al-Gharafa (Marcos Paquetá) e Al-Arabi (Zé Mário).

Os novos meninos de Leão

O número de desfalques era de apavorar: Al Hamad, Ali Nasser, Ali Afif, Emerson, Carlos Tenório, Wesam Rezq, entre outros. Mesmo assim Emerson Leão teve a sorte de estrear contra adversários fracos e fez o Al-Sadd vencer bem e convencer.

Apesar do seu perfil autoritário e por vezes inflexível, manteve a estrutura tática dos três últimos treinadores – Jorge Fossati, Co Adriaanse e Mohamed Al-Ammari. O 3-5-2 só teve uma alteração no ‘puzzle’ do meio-campo.

O técnico de Ribeirão Preto utilizou apenas um volante (Talal Al-Boloushi) e soltou os talentosos Felipe, ex-Vasco e Flamengo, e Al-Yazeedi, de apenas 19 anos, que vem sendo comparado ao companheiro Felipe. Manteve nas alas o capitão e bandeira Mohamed Gholam (Desde os 7 anos no clube!) e o jovem Khalid Abduraaof, outro produto da prolífica categoria de base, que ganhou um ‘plus’ com a chegada do alemão Hans-Peter Briegel, ex-Alemanha nas Copas de 82 e 86.

Na frente, sem os decisivos Emerson e Tenório, Leão prometeu que apostaria na garotada e cumpriu. O astro local Khalfan Ibrahim, bola de ouro na Ásia em 2006, faz dupla de ataque com Magid Mohamed, de origem sudanesa, mas já na órbita da seleção do Catar. Ele reveza com outra jóia do deserto a ser lapidada, o prodígio Hassan Al-Haidous, 17 anos, mobilidade e senso de gol.

Apesar da Q-League ser um campeonato de pouco equilíbrio onde os estrangeiros fazem uma diferença enorme, os meninos do Al-Sadd mostraram que o elenco dos lobos tem profundidade e que podem render bons frutos no futuro. Eles sabem que nas mãos de seu novo comandante, passaram recentemente figuras como Alex, Diego e Robinho…

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo