Ásia/Oceania

Com VAR polêmico e ‘surto’ de Luís Castro, Al-Hilal abre distância para o Al-Nassr no Saudita

Al-Hilal venceu o Al-Nassr por 3 a 0 em casa, em jogo com VAR polêmico em gol de Cristiano Ronaldo, quebrando uma série invicta de 20 jogos em todas as competições

Imperativo, arrasador (e polêmico)! Foi assim que o Al-Hilal superou seu principal rival e concorrente na briga pela liderança da Liga Saudita. Mesmo sem Neymar, os Ondas Azuis venceram o Al-Nassr por 3 a 0, nesta sexta-feira (1), e garantiram uma vantagem de sete pontos na liderança. Milinkovic-Savic abriu o placar, e Mitrovic completou o resultado no Estádio Internacional Rei Fahd, em Riad.

Após a vitória, o Al-Hilal se torna o único time invicto no Campeonato Saudita. São 22 jogos seguidos sem saber o que é uma derrota na temporada e com uma sequência de 14 triunfos. Um mérito totalmente atrelado ao trabalho do técnico Jorge Jesus. Já o Al-Nassr perdeu uma série invicta de 20 partidas em todas as competições, incluindo Champions Asiática e as copas locais. Agora, a equipe de Cristiano Ronaldo tem 34 pontos na segunda colocação da liga local.

Além do momento da Liga Saudita, o Al-Hilal vive uma fase de ouro em todas as posições no elenco. Inclusive, Mitrovic chegou a 13 gols e, com dois a menos do que CR7, ele é o vice-artilheiro da competição.

Na próxima rodada, a 16ª da competição, os Blue Waves visitam o Al Taee, no Estádio Príncipe Abdul, dia 8 de dezembro, às 12h (horário de Brasília). Já o Al-Nassr recebe o Al-Riyadh, no mesmo dia do rival, às 15h, no Estádio Rei Saud.

Al-Hilal abre o placar, VAR anula gol de CR7 e Luís Castro “surta”

O primeiro tempo do clássico de Riad foi bem equilibrado, sem gols, mas com uma certa dominância do Al-Hilal, que buscou mais o ataque durante os primeiros 45 minutos.

A segunda etapa foi marcada por uma dominância dos mandantes. Assim, Milinkovic-Savic abriu o placar de cabeça, aos 18 minutos.

Depois disso, a equipe de Luís Castro tentou responder à altura, mandando bolas na área e ocupando mais o espaços no meio de campo. A estratégia funcionou, e Cristiano Ronaldo recebeu um bom lançamento do meio da área. O atacante bateu de primeira, de perna esquerda, e fez um golaço. No entanto, o assistente levantou a bandeira e o VAR confirmou um impedimento milimétrico.

Foi aí que Luís Castro teve um momento de “surto” no gramado. Depois que a arbitragem confirmou a anulação do gol, o ex-técnico do Botafogo reviu o lance pelo celular e foi cobrar arbitragem, alegando que a posição de CR7 era legal no momento do gol.

Impedimento de Cristiano Ronaldo (Foto: reprodução)

A Liga Saudita usa uma das tecnologias mais avançadas do mundo na arbitragem, o impedimento semiautomático. Nem mesmo a cobrança escandalosa de Luís Castro pôde mudar o replay 3D em que Cristiano Ronaldo aparecia com um joelho à frente do último homem da defesa do time azul.

Mitrovic duas vezes

Depois de toda a confusão no banco de reservas, sem sucesso para o Al-Nassr, ainda deu tempo do Al-Hilal balançar as redes mais duas vezes antes do apito final. O atacante Mitrovic foi o autor dos dois gols.

Num espaço de dois minutos, Mitrovic marcou de cabeça após bom cruzamento e fez mais um de dentro da área, batendo de perna direita.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo