Ásia/Oceania

AFC discute futuro do futebol no continente

Organizar e modernizar a gestão do futebol no continente é, hoje, o grande desafio da Confederação Asiática de Futebol (AFC). Com 46 associações nacionais filiadas e uma série de diferenças – geográficas, históricas, políticas e religiosas – que impedem um calendário unificado, a AFC deu um importante passo para a profissionalização total do futebol no continente ao reunir em Kuala Lumpur, capital da Malásia, no último final de semana, representantes das federações nacionais, das ligas profissionais e dos clubes para um simpósio.

Dentre os assuntos discutidos, estiveram na pauta o fortalecimento das ligas profissionais nos países em desenvolvimento; a criação de mecanismos para que haja uma evolução nas competições nacionais já desenvolvidas; e o fortalecimento das três competições continentais de clubes que já acontecem no calendário anual da AFC: a Liga dos Campeões, a Copa Asiática de Clubes (equivalente à Liga Europa) e a Copa do Presidente.

Algumas propostas foram estudadas para um novo congresso, que será realizado em novembro. Dentre as propostas, a que promete causar mais polêmica é a da aproximação dos calendários das ligas nacionais. Alguns campeonatos, como a J-League e a K-League, utilizam o calendário solar, durando seis ou sete meses de um mesmo ano; outras, como a recém-iniciada A-League e as ligas dos Emirados Árabes e do Catar, por exemplo, jogam nos moldes europeus, com a liga iniciando entre agosto e setembro de um ano e terminando entre março e abril do ano seguinte. Há um terceiro modelo, o das ligas do Sudeste Asiático, que são mais curtas por conta das adversidades climáticas – chove muito durante boa parte do ano.

Vale ressaltar que a Confederação Asiática tem, desde 1998, quatro representantes na Copa do Mundo. Em 2010, na África do Sul, pela primeira vez o continente poderá ter cinco países classificados em suas eliminatórias, desde que o vencedor de Bahrein x Arábia Saudita (que jogam no início de setembro) vença a Nova Zelândia, na repescagem em novembro. Coreia do Sul, Coreia do Norte, Austrália e Japão já estão classificados para o Mundial.

Confederação busca aproximação entre os membros

A AFC tem 55 anos de fundação e, para facilitar a difusão do futebol entre os países-membros, é dividida em quatro federações regionais, que promovem, eventualmente, competições de seleções: a Associação do Sudeste Asiático (ASEAN), com 12 países; a Federação da Ásia Oriental, com 10 países; a Federação da Ásia Ocidental (WAFF), que reúne nove países do Oriente Médio; e a Federação da Ásia Central e do Sul, com 13 países. Dentre as competições regionais, as mais prestigiadas são a Copa do Sudeste Asiático (ex-Tiger Cup), promovida pela ASEAN; e a Copa do Golfo.

A grande competição de seleções do continente é a Copa da Ásia, que acontece de quatro em quatro anos. A próxima edição terá sua fase final no Catar, em 2011, com 16 equipes participantes. O Iraque é o atual campeão e já garantiu vaga na próxima edição, bem como o Catar, país-sede; a Arábia Saudita, vice-campeã da Copa da Ásia em 2007; e a Coréia do Sul, terceira colocada. Outras duas vagas são reservadas para os campeões da AFC Challenge Cup, competição para os países cujo futebol é considerado pela Confederação como “em desenvolvimento”, e estão no nível mais baixo do ranking da entidade. Em 2008, a Índia foi a campeã, batendo o Tadjiquistão na final (4-1). No ano que vem, há uma nova edição da competição, com o vencedor também se garantindo na fase final da Copa da Ásia.

As outras dez vagas restantes da competição já começaram a ser disputadas. 20 seleções foram divididas em cinco grupos com quatro equipes cada. Dentro de cada um dos grupos, as equipes jogam entre si em turno e returno. Os dois melhores de cada grupo se classificam para a fase final. Porém, no grupo C, a Índia, que já tem lugar garantido na competição, não precisou jogar. Apenas três seleções (Uzbequistão, Emirados Árabes e Malásia) disputam as duas vagas.

Os outros grupos da fase eliminatória da Copa da Ásia são os seguintes: Bahrein, Japão, Iêmen e Hong Kong (grupo A); Oman, Kuwait, Indonésia e Austrália (B); Síria, China, Vietnã e Líbano (D); e Irã, Cingapura, Tailândia e Jordânia (E).

Copa Nehru começa na próxima semana

Dentre as competições regionais disputadas no continente, uma das mais tradicionais é a Copa Nehru, promovida pela federação da Índia. O torneio teve sua primeira edição disputada em 1982, e já teve participação de seleções europeias e sul-americanas, como a antiga União Soviética e o Uruguai.

Depois de não ser realizada durante 10 anos (entre 1997 e 2007), o torneio voltou a ser promovido a cada dois anos. A edição 2009 começa no próximo dia 19, em Nova Délhi, com seis seleções: a Índia, dona da casa, está no grupo A, ao lado da Palestina e do Líbano. No grupo B estão Síria, Sri Lanka e Quirguizistão. O torneio termina no dia 31 de agosto.

O retorno da competição foi uma iniciativa do técnico da Índia, o inglês Bob Houghton no cargo há três anos. Houghton entende que uma competição como esta permite que a seleção indiana volte a participar de torneios internacionais, e assim melhorar o nível de seu jogo. A Índia esteve em Barcelona durante um mês, fazendo jogos-treinos e se preparando para o torneio.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo