Sul-Americana

Os prognósticos de apostas para Athletico Paranaense x Red Bull Bragantino, uma final equilibrada

Pelas cotações da KTO, cada lado tem exatamente as mesmas chances de terminar a Copa Sul-Americana como campeão

Muito equilíbrio. Essa é a previsão das cotações da nossa parceira KTO para a final da Copa Sul-Americana entre Athletico Paranaense e Red Bull Bragantino, no próximo sábado, às 17h, no estádio Centenário de Montevidéu. Nem as odds conseguem apontar muito favoritismo, com um clube mais experiente em decisões de um lado e um que faz um Campeonato Brasileiro melhor no outro.

Mas, no aquecimento para esse grande jogo, apresentamos também outras oportunidades além da vitória pura. Lembrando que todas as cotações foram retiradas da KTO, que patrocina o podcast da Trivela e nossa cobertura das finais sul-americanas. Quem quiser nos ajudar, cadastre-se na KTO por meio deste link e use o código TRIVELA. Você ganha 20% de aposta grátis e tem suporte em português para tirar qualquer dúvida.

Quem vence

As cotações refletem um equilíbrio muito grande. Usando o Campeonato Brasileiro como base, o Red Bull Bragantino deveria levar vantagem. E leva, por muito pouco: 2.66 pela sua vitória no tempo normal contra 2.71 do Athletico Paranaense. Mas é o Furacão quem tem mais experiência em competições internacionais, campeão da Copa Sul-Americana de 2018 e ainda com alguns remanescentes, como Santos, Thiago Heleno e Nikão.

A temporada do Athletico Paranaense tem sido de oscilações. Foi eliminado na semifinal do Campeonato Paranaense, mesmo com o time principal, o que levou à saída do português António Oliveira. O nível médio das atuações talvez não esteja no patamar de outros anos em que se destacou nas copas, mas tem crescido nos jogos decisivos, como na vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo no Maracanã que o levou à final da Copa do Brasil.

Por isso, é plausível avaliar que a final da Sul-Americana seja mesmo um jogo de cara ou coroa. Para ser campeão (no tempo normal, na prorrogação ou nos pênaltis), os dois times pagam exatamente a mesma coisa: 1.83, mesma cotação do empate devolve a aposta. O resultado preciso – mercado sempre muito arriscado – de menor cotação é o 1 x 1, a 5.33, e o ambos marcam, pelo menos um gol para cada lado, está em 1.90.

Em uma final, equilíbrio muitas vezes é sinônimo de prorrogação. Pode ser um mercado interessante, pagando 2.90 – mas aí, é melhor pegar o empate a 3.10, a mesma coisa na prática, com um retorno um pouco maior. Para o troféu ser decidido nos pênaltis, a odd é 5.00. E se você quiser arriscar quem leva a partir da marca do cal, está 11.00 para cada lado.

Gols

Finais não costumam ser jogos com muitos gols. Os técnicos estudam os mecanismos para neutralizar o adversário. Há cautela e nervosismo. Não deve ser muito diferente no próximo sábado. O Athletico Paranaense passou pela fase de grupos com oito gols marcados em seis partidas e apenas um sofrido. No mata-mata, foi vazado apenas uma vez por América de Cali e Peñarol. A LDU conseguiu superar Santos em três ocasiões.

No geral, foram seis gols sofridos pelo Furacão no torneio, exatamente o mesmo que o Red Bull Bragantino levou apenas na fase de grupos. Depois, no mata-mata, a defesa foi apertada para passar por Independiente del Valle, Rosário Central e Libertad. O 4 x 3 no Gigante de Arroyito, contra os argentinos, foi uma exceção em que as coisas ficaram um pouco insanas.

A história é um pouco diferente no Campeonato Brasileiro. As defesas de Athletico Paranaense (43 gols sofridos) e Red Bull Bragantino (40) estão entre as seis piores. O ataque paulista é o quarto mais produtivo. Estão entre os cinco times que participam de jogos com mais gols, com média de 2.65 para o Braga e 2.48 para o Furacão.

As partidas do Furacão têm mantido a toada. Houve 25 gols nas últimas dez por todas as competições. A média do Red Bull Bragantino está um pouco menor, em 2,2 nos últimos dez jogos, em que houve uma oscilação de desempenho, com quatro derrotas nos cinco duelos mais recentes. A linha de gols está mais ou menos nesse patamar mesmo: entre 2 (over: 1.68; under: 2.08) e 2.25 (over: 1.96; under: 1.76).

Sugestões

A linha de gols parece adequada ao que eles têm apresentado nas últimas semanas. Não é incomum que jogos entre equipes com médias bem ajustadas acabem sendo mais travados e ainda há o nervosismo de uma final, a primeira internacional do Red Bull Bragantino.

Vale considerar uma aposta em poucos gols. O under 2 @ 2.08 é interessante. A cotação é alta e, caso saiam dois gols, você não perde nada. Se quiser aumentar a chance de algum retorno com uma odd menor, o under 2,5 @ 1.58 também pode ser interessante.

Outro jeito de aproveitar a natureza do confronto é apostando que haverá mais gols no segundo tempo do que no primeiro. Essa cotação está em 2.05. Se quiser ser um pouco mais ousado, o under 0,5 na etapa inicial, ou seja, partida sem gols até o intervalo, está em 2.40.

Quem quiser adivinhar o campeão, boa sorte. As cotações parecem justas nesse mercado. É possível defender a vitória de qualquer um e também que não dá para saber quem ganhará. O ideal é mesmo se proteger com o empate devolve a aposta ou pelo menos apostar no título após prorrogação ou pênaltis, para não depender apenas do que rolará no tempo normal.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo