Sul-Americana

Começando do zero, Seabra estreia pelo Cruzeiro na Sul-Americana

Após empatar com a Universidad Católica em retorno às competições internacionais, Cruzeiro busca primeira vitória na Copa Sul-Americana

O Cruzeiro volta a campo nesta quinta-feira (11), às 21h (horário de Brasília), para enfrentar o Alianza FC, da Colômbia, em partida válida pela segunda rodada do grupo B da Copa Sul-Americana (veja onde assistir). A partida no Mineirão acontece em um momento instável da temporada da Raposa, logo após a derrota na final do Campeonato Mineiro e a mudança de treinador. O argentino Nicolás Larcamón foi demitido e substituído por Fernando Seabra, que teve destaque comandando o time sub-20 celeste.

Após empatar com a Universidad Católica, na altitude de Quito, na estreia, por 0 a 0, o Cruzeiro tenta sua primeira vitória na competição, tanto para começar a recuperar a confiança da torcida, como para buscar a liderança do grupo, hoje nas mãos do Unión La Calera, do Chile, único a vencer na estreia. Manter a ponta da chave é muito importante, visto que só uma equipe se classifica diretamente às oitavas de final, com o segundo disputando um playoff contra os terceiros colocados dos grupos da Copa Libertadores.

Além disso, é objetivo do grupo de jogadores e comissão técnica apagar a péssima impressão deixada durante a derrota do Campeonato Mineiro e, para isso, o Cruzeiro conta com o efeito causado pela troca de treinador.

Fernando Seabra diz que começará trabalho do zero

O treinador do Cruzeiro, Fernando Seabra, revelou em sua entrevista coletiva de apresentação que seu trabalho partirá da estaca zero, não considerando o que foi mostrado sob o comando de outros técnicos. Segundo ele, todos os atletas terão a oportunidade de buscar seu lugar na equipe de forma igualitária.

— É muito importante perceber que existe um ambiente justo. Quem trouxe foi o Cruzeiro, todos vão ter oportunidade e serão tratados igual. Quando você faz um dia a dia que o jogador percebe que existe essa isonomia no treinamento, todos de forma igual, tudo fica muito mais simples, pois todos sentem que estão sendo vistos. Independente de já estar aqui antes ou chegado depois, só dez iniciam o jogo. Uma boa parte vai ficar de fora, só cinco vão entrar, outra parte vai ficar de fora. Tenho que ter o compromisso que vou me preocupar com a evolução de todos. Todos serão iguais e vai jogar aquele que acreditarmos que entregará para o momento o melhor resultado — afirmou o novo treinador do Cruzeiro.

Por isso, ainda é difícil saber que time Seabra escalará na quinta-feira. A tendência é que os principais nomes do elenco, como Rafael Cabral, William, Zé Ivaldo, Marlon, Lucas Romero, Matheus Pereira e Juan Dinenno sejam mantidos. Já atletas que não tem reservas em plenas condições, como Lucas Silva e Arthur Gomes também devem seguir no time titular. Neris e João Marcelo surgem como opções na zaga, Machado e Cifuentes aparecem na briga do meio de campo, enquanto Barreal, Robert e Mateus Vital podem começar no ataque.

Escalação do Cruzeiro

A escalação do Cruzeiro para enfrentar o Alianza FC ainda é uma incógnita, mas deve ficar próxima de: Rafael Cabral; William, Zé Ivaldo, Neris (João Marcelo) e Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva (José Cifuentes) e Mateus Vital (Álvaro Barreal); Matheus Pereira, Arthur Gomes e Juan Dinenno.

Gabriel Veron pode estrear pelo Cruzeiro

Uma das principais contratações do Cruzeiro para a temporada, o ponta Gabriel Veron se recuperou de lesão e foi relacionado pela primeira vez desde que chegou ao clube. O camisa 30 deve ficar no banco de reservas e pode ser acionado no decorrer do jogo. Por outro lado, o lateral colombiano Helibelton Palacios e os jovens Robert e Vitinho ficaram de fora da lista.

Goleiros: Rafael Cabral e Anderson;
Laterais-direitos: William e Wesley Gasolina;
Zagueiros: Zé Ivaldo, João Marcelo, Neris e Lucas Villalba;
Laterais-esquerdos: Marlon e Kaiki;
Volantes: Lucas Romero, Lucas Silva, Filipe Machado, Ramiro e José Cifuentes;
Meias: Matheus Pereira e Mateus Vital;
Atacantes: Juan Dinenno, Arthur Gomes, Gabriel Veron, Álvaro Barreal, Rafa Silva e Rafael Elias.

Escalação do Alianza FC

Ainda sem pontuar no grupo B, o Alianza FC vem para a partida desta quinta-feira sem muitas esperanças de vitória. A tendência é que os colombianos se retraiam e tentem se aproveitar do momento ruim do Cruzeiro para causar tensão e nervosismo no time celeste, buscando balançar a rede em contra-ataques ou bolas paradas. A equipe da Colômbia não vence desde o dia 6 de março.

O treinador colombiano Hubert Bodhert deve escalar o Alianza FC com Pier Graziani; Efraín Navarro, Jesús Figueiroa, Pedro Franco e Leonardo Saldanã; Ruben Manjarres e Ever Meza; Emerson Batalla, Mayer Gil e Joel Contreras; Michael Rangel.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo