Sul-Americana

Cruzeiro recebe Unión La Calera para garantir continuidade na Sul-Americana

Em segundo no grupo B da Copa Sul-Americana, Cruzeiro assegura manutenção na competição com vitória

O Cruzeiro terá compromisso decisivo pela Copa Sul-Americana às 21h (horário de Brasília) desta quinta-feira (16). A Raposa recebe o Unión La Calera, do Chile, na Arena Independência, em partida válida pela quinta rodada do grupo B da competição. O confronto é decisivo e provavelmente definirá quem segue e quem sai do torneio.

Isso acontece porque o Cruzeiro é o segundo colocado do grupo, com seis pontos em quatro jogos, enquanto o Unión La Calera vem logo atrás, com quatro pontos no mesmo número de partidas. Se vencer, a Raposa chega a nove e não poderá mais ser ultrapassada pelos chilenos.

Por outro lado, em caso de empate, a decisão ficaria para a última rodada e, muito provavelmente, o Cruzeiro se classificaria empatando com a líder Universidad Católica-EQU, em Belo Horizonte, na partida de fechamento do grupo. Isso porque o La Calera chegaria no máximo aos mesmos oito pontos que teria o time celeste, mas precisando tirar diferença de sete gols de saldo, algo improvável mesmo recebendo o fraco Alianza FC, da Colômbia, no Chile.

Se perder, o Cruzeiro se verá em maus lençóis. Isso porque será obrigado a vencer a Universidad Católica na partida final e torcer para um tropeço improvável do Unión La Calera contra o Alianza. Ou se empatar com a Católica, torcer para o La Calera perder seu último jogo.

Ganhando, o Cruzeiro chegará a nove pontos e se garantirá nos playoffs, mas a tendência é que, apesar de matematicamente possível, não consiga alcançar o primeiro lugar do grupo. Isso porque a Universidad Católica, que tem dez pontos, precisa somente vencer o Alianza FC, em seus domínios, também nesta quinta (16), mas às 23h (horário de Brasília), para garantir passagem direta para as oitavas de final. Com apenas um ponto, conquistado de forma surpreendente em Belo Horizonte, é muito improvável que o Alianza vá incomodar a Católica na altitude.

Na Copa Sul-Americana, somente os primeiros colocados de cada grupo se classificam diretamente para as oitavas de final. Os segundos disputam um playoff com os terceiros colocados vindos da Copa Libertadores para, só assim, assegurarem presença nos mata-matas.

Fernando Seabra repetirá escalação do Cruzeiro

Com o Cruzeiro vivendo bom momento na temporada, especialmente nos resultados, a tendência é que Fernando Seabra repita a escalação do time pelo terceiro jogo seguido. Ainda sem poder contar com Juan Dinenno e Japa, a equipe deve ser a mesma que começou as vitórias contra o Alianza FC e o Atlético-GO.

Em grande fase, o meia Matheus Pereira é a grande esperança do torcedor do Cruzeiro em busca do resultado que daria tranquilidade para a equipe celeste.

As únicas preocupações para Fernando Seabra são o zagueiro Zé Ivaldo e o volante Lucas Romero, ambos pendurados. Se foram amarelados, perderão a partida final, contra a Universidad Católica.

Se vai repetir a escalação dos últimos jogos, Seabra, por outro lado, mandará um time bem diferente daquele que iniciou a primeira partida contra o Unión La Calera. São quatro mudanças: sai Wesley Gasolina e entre William, sai José Cifuentes e entra Lucas Silva, sai Mateus Vital e entra Arthur Gomes e sai Rafael Papagaio para a entrada de Rafa Silva.

Escalação do Cruzeiro

Fernando Seabra provavelmente irá escalar o Cruzeiro assim: Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva e Álvaro Barreal; Matheus Pereira, Arthur Gomes e Rafa Silva.

Relacionados do Cruzeiro

A lista de relacionados do Cruzeiro também apresentou algumas novidades. O volante equatoriano José Cifuentes ficou de fora, por opção técnica, e o garoto Jhosefer, de 20 anos, foi mantido. No ataque, o ponta João Pedro voltou a aparecer, depois de ficar de fora na última partida. Japa e Dinenno, em fase final de recuperação de lesão, ainda não retornam. Confira:

  • Goleiros: Anderson e Léo Aragão
  • Laterais-direitos: William e Helibelton Palacios
  • Zagueiros: João Marcelo, Zé Ivaldo, Lucas Villalba e Neris
  • Laterais-esquerdos: Marlon e Kaiki
  • Volantes: Jhosefer, Lucas Silva, Lucas Romero e Ramiro
  • Meias: Matheus Pereira e Vitinho
  • Atacantes: Álvaro Barreal, Arthur Gomes, Gabriel Veron, João Pedro, Rafael Elias, Rafa Silva e Robert

Unión La Calera tentará última cartada

Se a partida desta quinta é importantíssima para o Cruzeiro, o Unión La Calera não fica atrás. A equipe chilena sabe que é vencer ou vencer para depender apenas de si na Copa Sul-Americana e, por isso, virá com tudo para cima dos cruzeirenses. O time, que empatou por 0 a 0 com a Raposa na ida, em seus domínios, amarga a lanterna do Campeonato Chileno e sabe que a competição internacional é uma forma de salvar o ano.

O La Calera vem de duas derrotas, um pesado 4 a 0 para a Universidad Católica, fora de casa, pela Copa Sul-Americana, e uma derrota por 3 a 1, em casa, para a Universidad de Chile, pelo campeonato nacional.

O treinador Manuel Fernández deve escalar seu time com: Matías Ibáñez; Enzo Ferrario, Ezequiel Parnisiari e Diego Ulloa; Raimundo Rebolledo, César Pérez, Luciano Aued e Esteban Matus; Matías Cavaller, Franco Soldano e Emanuel Gigliotti.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo