Sul-Americana

Luxemburgo avalia que time foi bem e lembra do peso da camisa do Corinthians nas decisões

Após empate entre Corinthians e Fortaleza, Vanderlei Luxemburgo agradeceu torcida e disse que time foi bem no empate

O resultado não foi dos piores, mas também não foi aquele que enche os olhos. Isso se deve ao fato de o Corinthians não planejar um empate por 1 a 1 com o Fortaleza, em casa, nesta terça-feira (26), especialmente quando a segunda partida será no campo adversário, com todos os ingressos já esgotados.

Após o jogo, em uma entrevista à emissora detentora dos direitos de transmissão, Yuri Alberto, o autor do gol alvinegro, afirmou que o empate foi um bom resultado. Quando questionado na coletiva de imprensa, ele reiterou sua opinião, destacando que o placar era satisfatório, considerando que o time estava em desvantagem no marcador.

Luxemburgo disse que o time jogou bem, e elogiou trabalho de Vojvoda

Para o técnico Vanderlei Luxemburgo, o resultado foi satisfatório. Ele justificou o gol sofrido como resultado de um erro em uma jogada de bola parada, mas elogiou o desempenho geral da equipe. No entanto, ele compreendeu a frustração da torcida ao final da partida, dizendo:

– O torcedor sempre abraçou o Corinthians. A gente entende que o torcedor não está gostando das atuações, mas ele sempre abraça. Dentro da realidade que temos, do que treinamos, o Corinthians foi bem, com posse de bola, podendo decidir o jogo. Um jogador como Renato pode decidir em uma bola única, como a que deu ao Yuri. É dessa forma que estamos jogando – disse o técnico.

Luxemburgo também elogiou a qualidade da equipe do Fortaleza, que manteve a mesma formação e treinador por pelo menos três anos, contribuindo para a coesão e entrosamento do time. Ele observou que o Fortaleza teve poucas oportunidades claras de marcar contra o goleiro Cássio, acrescentando:

– Que chance o Fortaleza teve, concreta, para fazer o segundo gol? Nós tivemos. A torcida sempre vai esperar um pouco mais do Corinthians – completou Luxemburgo.

“A camisa do Corinthians é muito grande” 

Quanto à perspectiva de conquistar a vaga no Castelão, o treinador do Corinthians enfatizou que os jogos decisivos são diferentes e que o resultado de hoje deixa tudo em aberto para a próxima terça-feira, quando a equipe jogará fora de casa.

Luxemburgo também destacou o histórico do Corinthians de superar desvantagens e conquistar vitórias importantes fora de casa:

– Não podemos esquecer a camisa que estamos trabalhando, é o Corinthians, tem história do Corinthians de desvantagem e ir à casa do adversário e conquistar. Acreditamos que podemos conquistar a vaga. Não termina em 90 minutos, são 180. Temos condições de ir lá e conquistar a vaga. É o Corinthians! O Corinthians é muito forte – discursou o treinador.

As vaias da torcida corinthiana ao fim da partida

Os mais de 40 mil torcedores que estiveram na Neo Química Arena proporcionaram uma grande festa, não apenas dentro do estádio, mas também na chegada do ônibus da equipe. Este apoio foi uma resposta ao pedido feito pelo treinador após o jogo contra o Grêmio, instando a torcida a apoiar o time e transformar o estádio em um verdadeiro caldeirão.

A torcida respondeu ao chamado e incendiou as arquibancadas em Itaquera. Literalmente, sinalizadores foram acesos ao mesmo tempo em que faixas de plástico foram exibidas pelos torcedores, resultando em um pequeno incêndio. Isso levou a 15 torcedores feridos, de acordo com informações do ambulatório do estádio.

No entanto, apesar de todo o apoio durante os 90 minutos, ao término da partida, vaias ecoaram em todo o estádio, mas logo em seguida cânticos de apoio voltaram a ser ouvidos. Com o empate, a torcida fiel mantém a esperança de uma classificação inédita para a final da Sul-Americana e deve lotar o espaço para visitantes no Castelão na próxima terça-feira.

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância, paixão que se tornou profissão. Além do futebol me mantenho por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhei como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo