Sul-Americana

Alianza surpreende e Cruzeiro depende só de si para passar em 1º na Sul-Americana

Azarão do grupo B da Sul-Americana, o Alianza FC empatou com a Universidad Católica fora de casa

O que era muito improvável aconteceu e agora o Cruzeiro depende apenas de si para se classificar em primeiro do grupo B da Copa Sul-Americana, conquistando, assim, uma vaga direta nas oitavas de final da competição continental. Isso só foi possível com uma improvável combinação de resultados: vitória celeste contra o Unión La Calera (CHI) e um incrível tropeço da Universidad Católica (EQU), em casa, frente ao Alianza FC (COL).

Católica e Alianza empataram por 0 a 0, no início da madrugada (horário de Brasília) desta sexta-feira (17), na altitude de Quito, mesmo com o Alianza tendo ficado quase todo o jogo com um atleta a menos, visto que Alfonso Simarra foi expulso aos 29 da primeira etapa. A situação só viria a se igualar aos 50 do segundo tempo, quando Facundo Martínez, da equipe equatoriana, também foi expulso.

A partida foi de grande pressão da Universidad Católica, que finalizou 29 vezes, contra nove do Alianza. Mas de todos esses chutes, somente três foram na direção do gol, contra quatro dos colombianos. Ainda assim, a melhor chance da partida foi da equipe de Quito.

Para a Católica, bastava apenas vencer o Alianza FC para garantir o primeiro lugar do grupo B. Na Copa Sul-Americana, somente os primeiros colocados de cada grupo se classificam diretamente para as oitavas de final. Os segundos disputam um playoff com os terceiros colocados vindos da Copa Libertadores para, só assim, assegurarem presença nos mata-matas.

A equipe equatoriana iniciou a rodada com dez pontos, podendo fazer treze, enquanto o Cruzeiro, que começou com seis, poderia chegar no máximo a doze. Mas o time celeste fez sua parte e venceu o Unión La Calera, em casa, pulando para nove pontos, enquanto a Católica, com o empate, ficou com 11.

Por que o Alianza FC era tido como presa fácil?

O Alianza FC foi apontado como o time mais fraco do grupo desde o começo da competição e isso ficou evidente nas quatro primeiras rodadas, onde a equipe colombiana fez apenas um ponto, num empate em 3 a 3 com o Cruzeiro, em pleno Mineirão, após a Raposa abrir 3 a 0 no placar. Não desmerecendo a garra da equipe de Valledupar, tal resultado se tratou de uma anomalia, algo que dificilmente se repetirá. Nos outros jogos, apenas derrotas.

A primeira partida entre Alianza e Católica, na Colômbia, terminou com um tranquilo 3 a 1 dos visitantes, o que mostrou ainda mais a fragilidade do adversário. Assim, todos esperavam um bom resultado para os equatorianos, que tinham, além de tudo, a altitude a seu favor, mas, na prática, se viu uma realidade bem diferente.

O que o Cruzeiro precisa fazer para se classificar em primeiro na Sul-Americana?

A resposta é simples: vencer. Cruzeiro e Universidad Católica decidirão o líder do grupo B em confronto direto, a ser disputado no próximo dia 30, às 21h, no Mineirão. Enquanto os equatorianos têm a vantagem do empate, os cruzeirenses poderão apostar no fator casa e na qualidade do time, o melhor da chave. Já Unión La Calera e Alianza apenas cumprirão tabela na rodada final.

Ser o primeiro do grupo é importante demais, pois evitar jogar um playoff reduz desgaste, deixa o calendário mais livre e evita o encontro com adversários fortes vindos da Copa Libertadores. Para se ter ideia, são estes os times que hoje estão em terceiro e seus grupos na Libertadores e que viriam para os playoffs da Sul-Americana: Colo-Colo (CHI), Barcelona (EQU), Estudiantes (ARG), Universitario (PER), Palestino (CHI), Independiente Del Valle (EQU), Rosário Central (ARG) e Libertad (PAR), equipes dificílimas, que certamente trariam muitos problemas ao time celeste.

Por isso, o Cruzeiro precisará fazer uma boa preparação para conquistar a vitória na última rodada da fase de grupos e poder se preocupar apenas com as oitavas de final, provavelmente já reforçado com os nomes que chegarão na próxima janela, entre eles, o histórico goleiro Cássio.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa é mineiro, formado em Jornalismo na UFOP, em 2019. Passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas, antes de se tornar setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo