Libertadores

Por que Zubeldía considera empate com Barcelona prévia dos mata-matas da Libertadores

Técnico entende que rivais do São Paulo nas fases eliminatórias terão a mesma postura que o Barcelona-EQU

O São Paulo empatou por 0 a 0 com o Barcelona-EQU nesta quinta-feira (16), no MorumBIS, pela quinta rodada do Grupo B  da Libertadores. A equipe equatoriana entrou em campo já sem chances de classificação às oitavas de final. E mesmo diante de um resultado frustrante contra um rival sem lá muitas pretensões na competição continental, Luis Zubeldía viu pontos positivos na partida.

Para o treinador, os 90 minutos sem gols do duelo servem de exemplo para os cenários que esperam o Tricolor a partir dos mata-matas. E ele tratou de explicar por que fez esta leitura, em sua entrevista coletiva após o jogo.

Por que empate é prévia dos mata-matas?

De acordo com Zubeldía, o São Paulo terá pela frente nas fases eliminatórias rivais que chegarão ao MorumBIS com a mesma postura adotada pelo Barcelona-EQU. O treinador entende que os adversários atuarão fechados contra o Tricolor em casa. E cabe à equipe encontrar soluções para furar as retrancas.

— É muito importante. Nós já estamos classificados. Claro que sempre que se joga como mandante queremos ganhar pela nossa gente, pela atmosfera. Porque queremos terminar em primeiro no grupo. Eu falava com eles, na conversa antes de vir aqui e dizia que a Libertadores é um processo que vai enfrentando distintas equipes, que têm características distintas. A equipe fecha os espaços pelo meio, te para com faltas. A partida de hoje é um aprendizado porque entendemos que aqui, sobretudo nas instâncias finais, as equipes vão tentar fazer esse jogo. De cortar o jogo. Depois, saiu um monte de questões para corrigir e consolidar. O que aconteceu hoje, contra uma equipe que se fechou atrás, temos que anotar para que o próximo jogo, para as instâncias finais, encontrar caminhos para poder converter — disse Zubeldía.

“Nas oitavas de final, já não tem margem de erro. Por isso, é bom que isso ocorra. Porque aí buscamos variantes e soluções. Por isso, é bom que tenha acontecido isso”. (Luis Zubeldía)

Zubeldía já sabe como aproveitar Lucas

O treinador também valorizou o retorno de Lucas Moura aos gramados após 42 dias em recuperação de uma lesão muscular. O meia-atacante fez a sua primeira partida sob o comando de Zubeldía. E o argentino já sabe como utilizá-lo a partir de agora. O técnico diz que o camisa 7 pode atuar nas três funções da linha de meias, desde que tenha espaço para explorar as suas virtudes.

— Com respeito ao Lucas, mais ou menos estava planejado entre 20 e 30 minutos para que jogasse. Ele pode fazer em qualquer um dos setores. Direita, centro ou esquerda. Dependendo da situação, eu tomo a decisão. Na parte defensiva, quando ele entra, não faz falta, porque os laterais vão estar cansados, não há tanto problema com essa recomposição. Quando jogue titular, veremos em que posição podemos botar. Nas três se equilibra. O jogo dele não muda. O importante é que esteja saudável — avaliou o treinador.

Os planos de Zubeldía para a semana livre

Após a partida contra o Barcelona, Zubeldía terá pela primeira vez uma semana livre para trabalhos com os jogadores do São Paulo. O treinador já tem em mente o que precisa ajustar na equipe para a sequência da temporada. Mas o primeiro passo será recuperar os atletas mais desgastados.

— Eu sempre disse que não era uma desculpa não ter treinamentos. Ter jogos a cada três dias. Eu creio que os jogadores estão bem. Estão entendendo certas situações que tem que fazer com a bola e princípios sem a bola. Depois, claramente a diferença em um jogo está no quão preciso você é perto do gol. A expectativa de gols do rival é pequena, as nossas são muito importantes. E o processo de circulação não está tendo inconveniente. Talvez falte esse passe final, que rompa linhas. Talvez mais bolas paradas para levar perigo, esse tipo de coisa que abre o jogo — ressaltou Zubeldía.

> Os próximos três jogos do São Paulo:

  • São Paulo x Águia de Marabá — Copa do Brasil — quinta-feira, 23 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Amazon Prime (Streaming);
  • São Paulo x Talleres — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Paramount + (Streaming);
  • Corinthians x São Paulo – Brasileirão — domingo, 2 de junho, às 16h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Premiere (TV por assinatura).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo