Libertadores

Rival do São Paulo na Libertadores é lanterna no Chile e ainda não venceu em 2024

Vice-campeão chileno em 2023, Cobresal soma três empates e cinco derrotas em oito jogos na temporada

O São Paulo pisará o gramado do MorumBIS nesta quarta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília), para enfrentar o Cobresal pela Libertadores com Thiago Carpini (muito) pressionado no cargo. Qualquer resultado diferente de uma vitória diante do torcedor deve ser crucial para a permanência do treinador no comando para a sequência da temporada. Mas verdade seja dita: não há adversário melhor para o Tricolor enfrentar em busca de uma recuperação urgente do que a equipe chilena.

Pois o Cobresal que garantiu a vaga na principal competição continental como vice-campeão nacional hoje vive uma crise severa no Campeonato Chileno. Do segundo lugar em 2023 à lanterna na temporada atual, a equipe ainda não venceu uma partida sequer em 2024.

Os mineros somam apenas dois pontos na tabela após sete jogos, com cinco derrotas e dois empates. São 14 gols sofridos e sete marcados. Na Libertadores, a estreia até que não foi lá tão ruim: empate por 1 a 1 em casa contra o Barcelona, do Equador. Mas no último sábado, veio mais um tropeço no Campeonato Chileno: 2 a 0 para a Universidad Católica, equipe comandada por Tiago Nunes, no San Carlos de Apoquindo, em Santiago.

Cobresal traça plano para conter crise

A situação é tão adversa, que nem mesmo o técnico Gustavo Huerta ainda traçar a melhor estratégia para lidar com ela. No comando da equipe desde 2017, o treinador afirma que o primeiro momento será de conversa com o elenco para não deixar os resultados minarem ainda mais a confiança da equipe. O comandante quer chegar à metade do campeonato com 20 pontos somados em mais oito rodadas para conseguir buscar reforços para a reta final.

“Temos que conversar com o grupo e não deixar decair, porque isso, sim, seria fatal. É difícil assumir momentos como esses, e esperamos nos recuperar. Das oito partidas que faltam até o fim do primeiro turno, faremos cinco em casa. O ideal é chegar aos 20 pontos na tabela para que depois do recesso, possamos enfrentar o campeonato da melhor maneira e ver a possibilidade de trazer mais jogadores” (Gustavo Huerta, técnico do Cobresal)

Um dos motivos listados pelo treinador para a crise atual é o calendário. Huerta afirma que seu elenco é muito curto para suportar um cronograma com jogos nos finais e no meio de semana em meio a três competições diferentes. A estratégia para buscar um resultado positivo no MorumBIS passa por recuperar os jogadores.

— É nos recuperarmos. Temos que fazer um esforço muito grande com o plantel curto que nós temos, devido à quantidade de viagens. Ontem (sábado), chegamos às 23h ao hotel. Isso é algo que em algum momento influencia e desgasta. Vamos priorizar a recuperação, depois a parte anímica. (As derrotas) são golpes duros. Temos grandes jogadores e esperamos uma boa resposta deles. Sabendo de como é difícil enfrentar o São Paulo e depois nos preocuparmos com o campeonato. A posição em que estamos nos incomoda muito — ressaltou Huerta.

Cobresal amargou vice na última rodada

O Cobresal vive uma crise na temporada atual, mas não é exagero dizer que tudo começou a ruir na última rodada do Campeonato Chileno de 2023. Isso, porque a equipe chegou à rodada final na liderança da competição, com dois pontos de vantagem para o Huachipato, então segundo colocado. Os mineros dependiam apenas das próprias forças para ser campeão.

Bastava uma vitória sobre o Unión Española para confirmar o título, mas o pior aconteceu. A equipe do Deserto do Atacama perdeu por 1 a 0 e viu o Huachipato vencer o Audax Italiano por 2 a 0 para conquistar a taça. Restou aos mineros se contentarem com o vice-campeonato com um gosto bastante amargo.

A situação do São Paulo no Grupo B

Após a derrota por 2 a 1 para o Talleres na estreia, o São Paulo é o lanterna do Grupo B da Libertadores sem pontos somados. O Tricolor agora tentará a recuperação em casas. Na próxima quarta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília), a equipe recebe o Cobresal, do Chile, no MorumBIS, pela segunda rodada.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo