Libertadores

Primeira decisão mostra que São Paulo pode brigar por título na Libertadores

Tricolor supera maior desafio na Libertadores com autoridade e ganha confiança para mata-matas

Não faz muito tempo, o torcedor do São Paulo vivia dias de desilusão em 2024, enquanto testemunhava a decadência do trabalho de Thiago Carpini. A turbulência foi tão severa que custou a saída do treinador. Um trauma recente, mas que parece parte de um passado remoto do clube, tamanha a evolução sob o comando de Luis Zubeldía. Em menos de dois meses, o Tricolor não só saiu da crise, como acaba de dar uma amostra de que é um sério candidato ao título da Libertadores.

Ou melhor: o São Paulo vem dando sinais de que pode brigar pelo tetra da América desde a chegada do atual treinador. A última delas, aliás, veio num jogo que serve muito bem de prévia dos mata-matas da competição continental.

Pois o Tricolor saiu com a vitória por 2 a 0 sobre o Talleres, nesta quarta-feira (29), naquela que foi a sua primeira decisão na Libertadores. Era um confronto direto pela primeira colocação do Grupo B. E o Tricolor garantiu a liderança em um duelo que mais parecia uma partida de volta de uma disputa de mata-mata.

— Penso que sim [o São Paulo está pronto para os mata-matas], porque tenho jogadores amadurecendo, jovens, outros de idade média, outros experientes. Esse grupo passou por Sul-Americana, Copa do Brasil, Brasileirão duro. Creio que no ano passado amadureceram bastante. A experiência que pode ter um, junto com o estafe, pode fazer a gente dar um passo firme na Copa. Se tratam de jogos de 180 minutos. Nos primeiros 90, é fundamental estar muito atento — disse o comandante após a partida.

São Paulo aprova em prévia de mata-matas

Os elementos típicos de uma decisão estavam presentes em todos os momentos da noite no MorumBIS. A recepção da torcida com um corredor de fogo na chegada da delegação ao estádio, os 90 minutos de um jogo disputado palmo a palmo, as confusões que acabaram com os jogadores Lautaro Morález e Juan Portilla, detidos e depois liberados pela polícia… Mais cara de mata-mata de Libertadores, impossível.

No que diz respeito ao futebol, de fato, a equipe de Luis Zubeldía está aprovada naquele que foi o jogo mais importante do treinador até agora. O Talleres jogava por um empate e entrou em campo disposto a administrar a vantagem. Amarrou o São Paulo fechando todos os espaços na defesa e usou e abusou da catimba desde o apito inicial.

O Tricolor passou por cima disso sem ser brilhante, mas com a competitividade de quem pode ir longe na competição. Se houve dificuldades para criar lances de perigo, a equipe mal sofreu ao longo dos 90 minutos. Construiu seus gols à moda mata-mata: do jeito que foi possível. O primeiro veio com Lucas, de pênalti. O segundo, já no final da partida, com um golaço de Luciano.

“Estou feliz pelos jogadores, pelos dirigentes, pela torcida que fez um grande espetáculo e por ficar em primeiro no grupo. Fizemos uma boa fase de grupos. Nos permitiu se classificar em primeiro. Bom significa algo bastante completo, deixando espaço para seguir crescendo”. (Luis Zubeldía)

Zubeldía coloca São Paulo entre os favoritos

O desempenho até agora faz o treinador colocar o São Paulo entre os favoritos ao título da Libertadores. Mas o favoritismo nada tem a ver com soberba. Zubeldía entende que o Tricolor sempre deve ser considerado um candidato ao título por todo o seu histórico vencedor na competição. Mas fez um alerta: a sua equipe deve confirmar esse favoritismo em campo.

— Penso que a história do São Paulo o coloca como um dos favoritos. Essa história que falamos. Mas temos que ir formando a equipe candidata. Não só pela história. Temos que nos encarregar de que a equipe mostre a cada fase, a cada partida que é candidata. Essa é a nossa missão. Mas, historicamente, sempre se olha para o São Paulo como um candidato — afirmou o treinador.

> Os próximos três jogos do São Paulo:

  • São Paulo x Cruzeiro — Brasileirão — domingo, 2 de junho, às 18h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura);
  • Inter x São Paulo — Brasileirão — quinta-feira, 13 de junho, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura);
  • Corinthians x São Paulo — Brasileirão — domingo, 16 de junho, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Premiere (TV por assinatura).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo