Libertadores

Palmeiras pega Botafogo nas oitavas da Libertadores, em chave com rivais incômodos

Abel Ferreira e o Palmeiras terão rival do Brasileiro do ano passado e podem reencontrar Flamengo e São Paulo

O Palmeiras vai enfrentar o Botafogo nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2024. O duelo ficou definido no sorteio realizado na manhã desta segunda-feira (3), na sede da Conmebol.

Por ter feito melhor campanha na fase de grupos, o Alviverde vai decidir a vaga contra os cariocas em casa. Os jogos estão pré-definidos para acontecerem apenas em 14 e 21 de agosto. Mas o calendário, por ora, serve apenas de referência. As datas reais serão confirmadas em 9 de junho.

O confronto brasileiro pode ser considerado uma espécie de revanche para o Botafogo, que depois de liderar 33 rodadas, viu o Palmeiras o ultrapassar e rumar para a conquista do bicampeonato no Campeonato Brasileiro no ano passado.

A arrancada palmeirense, aliás, teve dois pontos principais. O decisivo foi a virada por 4 a 3 sobre o Botafogo, no Rio de Janeiro, depois de estar perdendo por 3 a 0, em 1º de novembro do ano passado. Mas, seis dias antes, a goleada por 5 a 0 sobre o São Paulo foi a faísca inicial rumo à conquista.

São Paulo e Flamengo pelo caminho

Pois o São Paulo, caso o Palmeiras passe pelo Botafogo, pode ser o adversário do Verdão num possível confronto de quartas-de-final. O Tricolor vai encarar o Nacional nas oitavas, e também decide a vaga em casa.

Palmeiras e São Paulo se encontraram nas quartas-de-final da Copa Libertadores de 2021. Com um empate em 1 a 1 na ida, o Verdão despachou o rival com um 3 a 0 no jogo de volta, no Allianz.

Historicamente, no entanto, o São Paulo eliminou o Palmeiras três vezes nas oitavas da Libertadores: 1994, 2005, 2006.

Na sequência, se o Palmeiras conseguir a vaga, o seu adversário pode ser outro grande rival. Aliás, é possível afirmar que o Flamengo é o principal rival esportivo do time de Abel Ferreira pelos principais títulos nos últimos nove anos.

Em 2021, inclusive, o Palmeiras bateu os rubro-negros em Montevidéu, na decisão da própria Libertadores. Um jogo que até hoje está entalado na garganta dos cariocas. Em especial porque a derrota no Uruguai foi uma das únicas duas do Fla para o Palmeiras nos últimos dez encontros.

O Flamengo terá o Bolívar pela frente nas quartas. Na sequência, em caso de classificação, encara o vencedor entre Peñarol e o 1º do Grupo C, que ainda está indefinido, por conta da crise climática no Rio Grande do Sul.

Botafogo tem ano irregular

Comandado por Artur Jorge, o Botafogo vêm se encontrando. Além da Libertadores, o clube carioca está classificado também para as oitavas da Copa do Brasil, depois de eliminar o Vitória.

O Botafogo, com 13 pontos, é o atual terceiro colocado do Brasileirão, com um ponto a menos que Flamengo e Bahia. O time venceu o Corinthians no último sábado, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro.

Na Copa Libertadores, o Alvinegro ficou em segundo com os mesmos dez pontos do líder Junior, mas perdeu a ponta do grupo no saldo de gols. No Campeonato Carioca, o Botafogo venceu a Taça Rio, mas ficou fora da decisão final do Cariocão.

Leila x Textor

Além do fator campo, o confronto entre Palmeiras e Botafogo tem também uma boa dose de bastidores. Desde a derrota de virada para o Verdão no Brasileiro do ano passado, John Textor, dono da SAF do Botafogo, vem acusando sistematicamente o Palmeiras de ser favorecido por um suposto esquema de fabricação de resultados.

Por conta de tais acusações, John Textor e Júlio Casares, presidente do São Paulo, já depuseram na CPI presidida pelo senador Jorge Kajuru (PSB-GO). Já Leila Pereira foi intimada a comparecer à CPI no próximo dia 6, quinta-feira.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo