Libertadores

Por que Gabigol foi inscrito na Libertadores se está suspenso por doping?

Flamengo divulgou os 50 atletas inscritos na Libertadores e, mesmo que tenha sido suspenso, Gabigol consta na lista

Antes mesmo do dia final do prazo, o Flamengo divulgou os 50 jogadores que vão vestir a camisa do clube na Copa Libertadores. A lista contou com craques já conhecidos e algumas promessas da base, como é o caso de Lorran, mas a principal surpresa ficou por conta de Gabigol. Mesmo suspenso por tentativa de fraude de exame antidoping, o atacante apareceu entre os nomes.

Gabigol foi condenado pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) na última segunda-feira (25), em decisão que movimentou os bastidores do clube. O momento é de cautela, mas o Flamengo vai fazer o possível para que a sentença do atacante seja revertida e ele possa retornar aos gramados.

Por que Gabigol foi inscrito pelo Flamengo?

De acordo com fontes ouvidas pela Trivela, o Flamengo confia muito que a decisão de suspender Gabigol por dois anos, pela tentativa de fraude no exame antidoping. A defesa do atacante já preparou um recurso que vai aparecer na Corte Arbitral do Esporte (CAS) assim que o acórdão da condenação for publicado. As expectativas são altas pelas circunstâncias do julgamento.

Se conseguir o efeito suspensivo no tribunal, que costuma sair entre duas ou três semanas após a publicação do recurso, Gabigol poderá voltar a participar das atividades do Flamengo sem maiores problemas, enquanto aguarda o julgamento final no CAS. A palavra do pleito na Suíça deve acontecer apenas no segundo semestre, perto da virada do ano.

Gabigol foi inscrito pelo Flamengo na Libertadores mesmo sem poder entrar em campo (Foto: Icon Sport)

Dessa forma, o Flamengo optou pela inscrição do atacante, ainda que não possa estar em campo na estreia e, provavelmente, na segunda rodada. Em nota, o clube confirmou que seguirá amparando Gabigol com tudo que for possível, seja nos treinamentos em separado ou na defesa junto à CAS.

Movimento ainda é passível de mudanças

No pior dos casos, que inclui um efeito suspensivo negado, a inscrição de Gabigol sairia pela culatra, mas não seria um erro em definitivo. O Flamengo perderia um atleta para a fase de grupos, é verdade, mas, no mata-mata, terá a oportunidade de substituir o camisa 10 e outros quatro nomes, caso julgue necessário. A Libertadores é mais flexível nesses casos.

A lista divulgada pelo Flamengo conta com 50 jogadores, justamente para evitar que os desfalques prejudiquem demais a comissão técnica. O prazo para a entrega do material, pelo menos para a fase de grupos, vai até a próxima sexta-feira (29). O Rubro-Negro tem até 9 de agosto para trocar atletas visando as oitavas e quartas de final, enquanto o prazo para a semifinal vai até o dia 13 de setembro. Não são permitidas mudanças para a final.

Caminhada começa na próxima semana

Como mencionado, não falta muito para que o Flamengo faça sua estreia na Libertadores. A primeira rodada do Grupo E contempla o Rubro-Negro fora de casa, diante do Millonarios, da Colômbia, na próxima terça-feira (02). O duelo será disputado no Estádio El Campín, localizado a 2600 metros acima do nível do mar, ou seja, a altitude será um fator decisivo.

Além de Flamengo e Millonarios, o Grupo E também conta com Bolívar, da Bolívia, e Palestino, do Chile. O Rubro-Negro é favorito ao primeiro lugar do certame e classificação tranquila, mas a Libertadores, como já disse o sábio, é traiçoeira.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo