Libertadores

Flamengo volta a depender apenas de si na Libertadores; entenda o cenário

Colombianos e chilenos ficam na igualdade, e Flamengo pode assumir a vice-liderança com vitória sobre o Bolívar

Só a vitória interessa ao Flamengo diante do Bolívar nesta quarta-feira (15), pela quinta rodada da fase de grupos na Libertadores. Além de jogar a própria vida no Grupo E, o Rubro-Negro ainda ganhou um combustível a mais após o empate entre Millonarios e Palestino, em Bogotá. O resultado dos principais adversários de Tite e companhia por uma vaga nas oitavas foi o melhor possível.

Agora, resta fazer o dever de casa. O Bolívar é líder e está praticamente classificado às oitavas de final, ou seja, a pressão está toda no Flamengo. O jogo no Maracanã será decisivo.

É vencer ou vencer, Flamengo

Millonarios e Palestino empataram por 1 a 1 de maneira agônica, pelo menos para a parte chilena desse duelo. Só a vitória interessava aos colombianos, que saíram na frente no primeiro tempo, mas acabaram recuando nos 45 minutos finais. A equipe de Santiago aproveitou a oportunidade para buscar o seu gol já nos acréscimos, para somar mais um ponto.

Agora, o Palestino acumula sete pontos conquistados e está na segunda posição, enquanto o Millonarios está eliminado da competição, já que chega na última rodada sem possibilidade de alcançar os chilenos.

O resultado foi bom para o Flamengo por duas razões. A primeira é simples e básica: se vencer, o Rubro-Negro ultrapassará o Palestino no saldo de gols e dependerá apenas de si para ir às oitavas de final, basta repetir o resultado que os chilenos obtiverem em La Paz, na última rodada. A segunda é justamente sobre a jornada derradeira, que Tite e companhia enfrentarão um Millonarios já eliminado e sem pretensões, no Maracanã.

  1. Bolívar – 10 pontos (+6 de saldo) – 1 jogo a menos
  2. Palestino – 7 pontos (-3 de saldo)
  3. Flamengo – 4 pontos (0 de saldo) – 1 jogo a menos
  4. Millonarios – 3 pontos (-3 de saldo)

Rodada final: 
Flamengo x Millonarios – Maracanã – 28/05 (terça-feira), às 21h (de Brasília)
Bolívar x Palestino – Hernando Siles – 28/05 (terça-feira), às 21h (de Brasília)

Situação semelhante em outros momentos

É um tanto incomum para o Flamengo estar nessa situação de necessidade nas rodadas finais da fase de grupos, afinal, a equipe tem sido dominante na Libertadores desde 2019, mas, antes disso, o clube passou apertos semelhantes. Em 2012, por exemplo, o Rubro-Negro perdeu para o Bolívar na altitude de La Paz e chegou às últimas duas rodadas precisando vencer ambos os jogos.

Poucos acreditavam, já que o elenco do Flamengo não era dos melhores, mas o Rubro-Negro venceu o Emelec fora de casa e se colocou em condições boas para a rodada derradeira, diante do Léon, do México, no Maracanã. O que se viu, contudo, foi uma atuação dispersa do Rubro-Negro, muito mais no oba oba do que na concentração, que terminou em derrota e eliminação precoce.

O Flamengo foi eliminado da Libertadores 2014 em pleno Maracanã (Foto: Divulgação)

Outro ano que deixou cicatrizes foi 2012. O Flamengo até fez uma boa primeira parte, terminando com cinco pontos, mas um empate doloroso diante do Olimpia, no Engenhão, fez com que Ronaldinho e companhia sucumbissem na rodada seguinte, em Assunção. Chegando às duas últimas, o Rubro-Negro foi derrotado pelo Emelec e, mesmo vencendo o Lanús, acabou eliminado da competição.

Nem Ronaldinho Gaúcho foi capaz de salvar o Flamengo da série ruim em 2012 (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Em nenhum desses casos, no entanto, o Flamengo teve as duas últimas rodadas no Maracanã, sempre acabou precisando buscar pontos fora de seus domínios. O estádio é um alicerce fundamental para que o Rubro-Negro não passe aperto dessa vez.

Flamengo chega com reforço fundamental

Buscando a vitória, Tite terá Arrascaeta à disposição depois de quatro jogos de ausência. O uruguaio se recuperou da pequena lesão no adutor, sofrida na derrota para o Botafogo, e será titular. Outro que era dúvida e vai para o jogo é o atacante Pedro, que sofreu uma pancada no último sábado (11), diante do Corinthians, mas os exames não constataram lesão.

Ao todo, o comandante terá apenas dois desfalques para o jogo contra o Bolívar: Bruno Henrique e Erick Pulgar. Ambos se recuperam de entorses no tornozelo e estão fora por tempo indeterminado, embora o chileno já tenha realizado boa parte da recuperação.

Dessa forma, essa é a provável escalação do Flamengo: Rossi, Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Allan, De la Cruz e Arrascaeta; Cebolinha, Gerson e Pedro. A bola rola a partir das 21h30 (de Brasília), em um Maracanã que promete estar repleto de rubro-negros.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo