Copa América

Messi: “É o momento de ganhar esta Copa América”

Capitão da Argentina, Messi diz que o grupo se conhece, já tem algum tempo jogando junto e que é o momento de conquistar um título, algo que não acontece desde 1993

A Argentina estreia na Copa América nesta segunda-feira contra o Chile, no Estádio Nilton Santos no Rio de Janeiro e, para os eu capitão, Lionel Messi, é o momento de conquistar o título. A seleção argentina busca o seu primeiro título com a seleção principal desde a Copa América de 1993 e viveu os vice-campeonatos da Copa do Mundo de 2014 e das Copas América de 2015 e 2016.

A atual Copa América deveria ser na Argentina, mas o país abriu mão da competição pelo agravamento da pandemia. Antes, a Colômbia já tinha sido retirada como sede pelos protestos no país. O Brasil foi confirmado como sede, repetindo o que aconteceu em 2019.Os jogos serão realizados em Goiânia, Brasília, Cuiabá e Rio de Janeiro, sendo este último com jogos no estádio Nilton Santos e a final no Maracanã.

Lionel Messi é o capitão da Argentina, comandada pelo técnico Lionel Scaloni. Aos 33 anos, o jogador ainda tenta conquistar um título e tem ao seu lado jogadores experientes, como Franco Armani (34 anos), Sergio Agüero (33 anos), Ángel Di Maria (33 anos), Nicolás Otamendi (33 anos) e Alejandro Papu Gómez (33 anos). A Copa América é uma das últimas chances de um título desta geração.

“Embora novas caras tenham sido incorporadas, com a maior parte do grupo jogamos juntos há muito tempo e a forma de jogar da seleção argentina é bastante clara. Por isso que é o momento de ganhar esta Copa. Sabemos que será uma Copa especial, diferente, por tudo que acontece no mundo, mas estamos preparados para competir”, disse Messi.

“Sempre estou disponível para tentar ser parte da seleção e de dar o máximo porque meu maior sonho é conseguir um título com a seleção argentina. Estive perto muitas vezes e não aconteceu. Tentarei seguir buscando até que seja possível, até que aconteça. E se o treinador da vez sente que posso trazer coisas ao grupo, vou estar. Tive a sorte de ganhar tudo no nível de clubes e seria muito bonito poder conseguir com a seleção”, afirmou ainda o camisa 10.

Estreia contra o Chile

O Chile foi o adversário que, por duas vezes, tirou o título da Copa América das mãos dos argentinos. Em 2015, quando os chilenos jogaram em casa, e em 2016, na Copa América Centenário, nos Estados Unidos. O último título da seleção argentina em qualquer competição foi a Copa América de 1993.

“Precisamos de uma vitória importante. Estamos fazendo bem as coisas, em crescimento, mas precisamos ganhar e mais ainda sendo a primeira partida. É importante começar com os três pontos, te dá tranquilidade para o que vem. Sabemos que será difícil, voltamos a jogar contra o Chile, que conhecemos muito e é um rival duro que vamos nos encontrar”.

Messi-dependência

“Em nenhum momento a seleção dependeu de mim. Sempre tentamos fazer um grupo forte, sempre dissemos que se não somos uma equipe forte, ganhar e conseguir os objetivos seria difícil. Acredito que fomos ficando fortes como grupo, já temos trabalhado juntos há algum tempo com a maioria dos jogadores, já passamos por uma Copa América, a experiência que te dá ter jogado, seguimos em formação e acredito que vamos por um bom caminho”, disse o capitão argentino.

Sexta Copa América de Messi

“É especial, sempre é especial tudo o que jogo pela seleção, sejam amistosos, Eliminatórias, Copa América, Copa do Mundo… Nunca imaginei jogar tantas partidas na seleção, nem pensava nisso, simplesmente vivi o dia a dia e tratei de estar sempre presente e dar sempre o máximo”, disse ainda Messi.

Copa América na pandemia da COVID-19

“Nos preocupa. É um risco para todos nos contaminarmos, podermos pegar COVID… A verdade é que nos preocupa, tentamos nos cuidar, seguir fazendo tudo que nos dizem, mas não é fácil. Depois que essas coisas acontecem, vamos enfrentar as outras equipes, onde também existe o risco de contágio e, bom, vamos tentar dar o nosso melhor para que isso não aconteça. Mas muitas vezes não depende de nós”.

Na TV

Copa América 2021
Argentina x Chile
Segunda-feira, 14 de junho, 18h (horário de Brasília)
ESPN Brasil
Confira mais na Programação de TV

Confira a tabela da Copa América

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo