Argentina

Tevez, sobre o início como técnico: “Conte é minha grande referência, foi quem mais me ensinou como jogador”

Tevez deu sua primeira entrevista coletiva como técnico do Rosario Central e prometeu despertar um "gigante adormecido"

Carlos Tevez não esperou muito, após anunciar sua aposentadoria dos gramados, para iniciar sua empreitada como treinador. O ex-atacante assume o Rosario Central e tentará garantir novos ares a um time de resultados modestos nos últimos anos. A inexperiência do velho craque não inspira muita confiança nos canallas. Ainda assim, em sua primeira entrevista à frente dos rosarinos, Tevez ofereceu um discurso cheio de confiança e personalidade para abrir os trabalhos.

“Rosário tem um extra pela gente. Se fazemos as coisas bem, podemos gerar muito barulho e fazer muita história. Confio que poderemos fazer algo lindo, estou convencido”, declarou Tevez. “Para o torcedor do Central, o sobrenome Tevez é desconhecido. Eu ficava pensando em qual clube gostaria de começar. Pensava ‘neste sim', ‘neste não'… O Central estava na lista, entre os quatro que estavam na minha cabeça. Quando me ligaram, eu disse que sim. Estou com vontade”.

Carlitos também exaltou a história do Rosario Central, mas sabe que precisa desse reconhecimento também entre os seus jogadores: “Temos que buscar a identidade. Temos que encontrar essa equipe. Vamos trabalhar duro para encontrar. Não se negocia a atitude. Eu disse aos rapazes que quem quer jogar precisa mostrar isso. O Central é um gigante adormecido, é preciso despertá-lo. Há muita expectativa. Começamos trabalhando, sempre com a verdade”.

Sobre seu estilo de jogo, Tevez afirmou que sua maior inspiração no cargo é Antonio Conte, com quem viveu grande fase na Juventus: “Tenho uma grande referência em Conte, na Juventus, que foi quem mais me ensinou como jogador. Vou tentar ser a metade do que ele é. Quero que meu time tenha um pouco dele. Minhas equipes vão jogar, mas com equilíbrio. Não vou atacar com descuido”.

Perguntado sobre o contrato assinado por um ano, Tevez indicou não ter pressa para realizar seu trabalho: “Preferi assinar por um ano, porque há eleições. Minha parte é a esportiva. Parece justo a mim. Se estamos na mesma sintonia e se as coisas saem bem, em seu momento será mais fácil renovar. Sabemos que não será fácil, porque o Central vem muito afetado”.

Uma das acusações comuns diante do anúncio de Tevez foi de que a escolha seria ligada a empresários. Porém, o ex-atacante afirma que não facilitará negócios para qualquer agente: “Para assumir o Central, precisei ver o elenco que tinha. Porém, não pedi nenhum jogador. Disseram muitas coisas que não são verdade: não pedi reforços. Quero ver os rapazes, quero que me mostrem como desejam jogar no Central. Primeiro, precisamos ver o que temos”.

Outro nome que chama atenção neste início de trabalho é o do assistente Carlos Retegui, que foi técnico da seleção masculina de hóquei sobre a grama na conquista das Olimpíadas de 2016. Tevez aponta que trará elementos do esporte para dentro do futebol: “Com Retegui estou trabalhando há quatro ou cinco meses, junto com meus irmãos. Estamos armando um projeto integral e isso me entusiasma. Eu gosto, como grupo de trabalho, de falar com o jogador na parte pessoal”.

Tevez será o terceiro técnico do Rosario Central no ano, após as passagens de Kily González e Leandro Somoza. O último comandante durou apenas dez partidas no cargo e saiu diante da falta de reforços. Os rosarinos ocupam o 23° lugar no Campeonato Argentino, com apenas quatro pontos em quatro rodadas. Os canallas não fazem uma campanha entre os três primeiros do Campeonato Argentino desde 2014/15, quando eram dirigidos por Eduardo Coudet.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo