Argentina

Maxi Rodríguez: “Essa imagem de Messi vai ficar gravada no coração dos argentinos e de todo o mundo”

Por duas vezes, a camisa de Diego Maradona em seus tempos de Newell’s Old Boys apareceu nos estádios neste domingo. Lionel Messi exibiu o manto rosarino durante a belíssima comemoração de seu gol pelo Barcelona contra o Osasuna, em referência ao ídolo e ao time de infância. Já na partida do próprio Newell’s contra o Boca Juniors, o capitão Maxi Rodríguez carregou o uniforme histórico da lenda durante a entrada dos times em campo e a exibiu em meio às homenagens antes que a bola rolasse. Antes de seu gesto, o capitão leproso conversou com Messi e comentou os tributos ao antigo treinador de ambos na Copa de 2010.

Segundo Maxi, ele trocou algumas mensagens com Messi sobre o gesto. “Messi me disse que sentiu, que fez aquilo com muito carinho. Isso é o mais importante, quando você faz de coração e vive esse sentimento. Depois disso, todo o resto é supérfluo”, falou o capitão do Newell’s, depois da partida contra o Boca. “Essa imagem de Messi vai ficar gravada no coração dos argentinos e de todo o mundo. O que ele fez é de uma grandeza… Fala da qualidade humana que Leo tem. Nós o conhecemos. É impressionante”.

“Quando vi o que Messi fez, estávamos em uma atividade e os rapazes comentavam. Depois fui ao meu quarto e mandei uma mensagem a ele. A grandeza de Leo é impressionante. Ter esses dois monstros, que são argentinos, é para desfrutarmos. Hoje temos a possibilidade de seguir desfrutando a Leo dentro de campo e o que ele fez é para tirar o chapéu”, finalizou Maxi Rodríguez.

Messi estava no Estádio Colosso del Parque (o atual Marcelo Bielsa) quando Maradona estreou pelo Newell’s Old Boys, em 1993, num amistoso contra o Emelec. O craque contou há alguns anos que não tem grandes lembranças da partida em si, mas se recorda do anúncio de Diego nos alto-falantes e da emoção ao redor. O gol marcado pelo craque naquela ocasião, seu único pelos leprosos, se parece um bocado com o anotado por Messi neste domingo. E, segundo o Clarín, a camisa do Newell’s exibida por Messi foi dada a ele pelo próprio Maradona.

Grande símbolo do Newell’s neste século, Maxi Rodríguez também possui uma ligação forte com Maradona, além do trabalho na seleção argentina. La Fiera participou da homenagem a Diego durante o duelo com o Gimnasia de La Plata na temporada passada, quando os rosarinos ofereceram um trono ao ídolo, treinador dos adversários. Maxi e Maradona compartilharam um longo abraço. O capitão leproso esteve no velório na Casa Rosada e, neste domingo, não escondeu as lágrimas durante o tributo na Bombonera.

“Diego também jogou em nosso clube e colocou esta camisa. É algo lindo viver isso, estar hoje aqui em sua outra casa. Ter em mãos essa camisa é uma responsabilidade e uma homenagem a ele”, comentou Maxi, na saída de campo. Um reconhecimento enorme ao que Maradona representou e também uma mostra do caráter do ídolo leproso, pupilo de Diego também na paixão.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo