Alemanha

‘Eu amei a Premier League’; Thomas Tuchel e sua curiosa indireta no Bayern de Munique

Com um acordo para sua saída no final da temporada, Thomas Tuchel respondeu sobre seu futuro pós-Bayern de Munique

Em meio a uma decisão de semifinal de Champions League contra o Real Madrid, o Bayern de Munique já sabe de uma coisa: Thomas Tuchel não continua no cargo após o término da temporada. Independentemente do título vir ou não, os Bávaros decidiram, em fevereiro, que o treinador não está nos planos para 2024/25. Em meio a esse cenário, o alemão deu uma curiosa indireta nos Bávaros envolvendo a Premier League.

Após uma conversa amigável com a diretoria do Bayern, Tuchel concordou em interromper seu trabalho após o fim de 2023/24. Nos últimos meses, os Bávaros têm vasculhado o mercado à procura de um substituto para o técnico, mas viu seus principais candidatos negarem convites. Xabi Alonso, Julian Nagelsmann, Ralf Rangnick… Todos eles disseram não, o que fez os torcedores alemães se mobilizarem nas redes sociais.

Uma petição com mais de 20 mil assinaturas exigindo a permanência de Thomas Tuchel no Bayern de Munique foi vista como uma solução após a falta de um acordo com um substituto de qualidade. O treinador alemão, por sua vez, já deixou claro que é muito improvável que ele mude de ideia nos Bávaros. Mais do que isso, ele foi perguntado sobre um possível retorno à Inglaterra, onde deixou sua marca à frente do Chelsea:

– Prefiro não responder, mas não é segredo que amei o Chelsea, amei a Inglaterra e amei a Premier League. Com certeza, foi um momento muito, muito especial e lembro-me muito bem, disse Tuchel à TNT Sports

Thomas Tuchel pode voltar para a Premier League?

Com passagens por Mainz, Borussia Dortmund e PSG, Tuchel foi contratado pelo Chelsea em janeiro de 2021 e, em pouco tempo, fez a diferença em Stamford Bridge. Isso porque o técnico comandou uma evolução exponencial dos Blues que terminou com a taça da Liga dos Campeões em 2021/22. Além disso, o alemão foi duas vezes finalistas da Copa da Inglaterra e vice-campeão da Copa da Liga Inglesa.

Só que, após um início de 2022/23 ruim, Thomas Tuchel foi demitido pelo Chelsea em setembro de 2022, mesmo sendo o responsável por montar um elenco bilionário. À época, os Blues investiram € 278 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão) em reforços na janela de transferências do início da temporada. Já em março do no passado, o alemão chegou ao Bayern.

Tuchel terminou a última temporada com a improvável conquista da Bundesliga, cujo título veio na última rodada graças a um tropeço do Borussia Dortmund. Já em 2023/24, o treinador corre o risco de deixar os Bávaros sem uma taça sequer, o que não acontece desde 2011/12. A Champions é a única esperança de não passar em branco na Alemanha.

Por mais que Thomas Tuchel seja misterioso sobre seu próximo clube, não é de se duvidar de que ele volte para a Premier League. Mauricio Pochettino, do próprio Chelsea, balança no cargo por uma temporada abaixo do esperado. Erik ten Hag, do Manchester United, vive a mesma situação. Contudo, o técnico alemão só deve anunciar o que fará da carreira após o término de 2023/24.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo