AlemanhaChampions League

Nagelsmann relata ter recebido 450 ameaças de morte por eliminação do Bayern na Champions League

Treinador do Bayern contou que diversas ofensas foram publicadas e ameaças contra ele e contra a família

O técnico do Bayern de Munique, Julian Nagelsmann, relatou que recebeu diversas ameaças de morte contra ele depois que o time foi eliminado da Champions League pelo Villarreal. Ele relatou o caso para que sejam tomadas medidas para impedir esse tipo de coisa e contou que não dá importância para esse tipo de coisa.

“Eu posso lidar com críticas bem. A situação é diferente quando há 450 ameaças de morte no Instagram”, contou Nagelsmann. “Agora estão ameaçando a minha mãe, que não tem nada a ver com futebol e com a nossa eliminação. É maluco”, contou ainda o técnico.

“Recebo isso depois de todo jogo. Não importa se ganhamos ou perdemos. Há geralmente mais ameaças de morte quando jogamos com três zagueiros, e não quatro, e se perdemos, um pouco mais”, relatou o treinador de 34 anos.

“Eu não dou a mínima. As pessoas podem escrever o que quiserem”, disse Nagelsmann, que ainda ressaltou que não consegue entender esse tipo de atitude. “Assim que as pessoas desligam a TV, eles esquecem toda a decência e ficam completamente loucas. Isso não muda nada se você fala sobre isso. Eles acham que estão certos”.

Esse tipo de atitude é absolutamente inaceitável e mostra que o futebol tá cheio de imbecis também na Alemanha. É preciso que as plataformas de redes sociais e as autoridades trabalhem em conjunto para inibir esse tipo de comportamento e coibir quem faz esse tipo de coisa. Não pode ser considerado normal.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo