Alemanha

Hummels dá ultimato para renovar contrato e estoura ‘guerra’ no Borussia Dortmund

Em fim de contrato, zagueiro coloca diretoria aurinegra contra parede e entra em rota de colisão com treinador

O clima no Borussia Dortmund está tenso após o vice-campeonato da Champions League. Segundo a Sky Sports, Mats Hummels e Edin Terzić não se aturam mais e entraram em rota de colisão nos bastidores do clube.

Ao longo das últimas semanas, a imprensa alemã noticia a iminente despedida de Hummels ao término de seu contrato com o Borussia — que vai até o dia 30 de junho. O motivo, porém, ainda era uma incógnita.

Dinheiro? Respirar novos ares em outro país? Afinal, o que motivaria o defensor a deixar o clube em que é idolatrado? Bom, agora a resposta para tal questionamento parece clara.

Hummels teria dado um ultimato a diretoria do Dortmund: “Ou Terzić sai, ou saio eu”.

Não é de hoje que a relação entre Hummels e Terzić está estremecida. Mas ela piorou e se tornou insustentável. Tão insustentável, que chegou ao ponto dos dois não terem mais condições de trabalharem juntos.

A posição do zagueiro é muito clara. Levando em conta sua trajetória no Borussia Dortmund e a relação com a torcida aurinegra, Hummels estaria disposto a renovar o vínculo por mais uma temporada — desde que Terzić deixe o comando da equipe.

O que fará a diretoria do Borussia?

Tudo indica que Hummels perderá essa queda de braço. Terzić tem contrato até junho de 2025 e em breve deve ser procurado pela direção do Borussia para tratar de sua renovação.

A campanha dos aurinegros na Bundesliga 2023/24 deixou a desejar, mas o desempenho da equipe na Champions League superou as expectativas da alta cúpula. Levar o clube à final da principal competição do futebol europeu ‘mexeu’ com os diretores, que pensam em ampliar o vínculo do técnico.

O ‘fator Champions’ aliado a forte ligação de Terzić com o Dortmund pesam a favor da continuidade do treinador. As conversas para renovação devem ser iniciadas na primeira metade da próxima temporada.

Terzic após o vice na Champions League, em Wembley (Foto: Icon Sport)

Torcedor fanático do Borussia Dortmund, Terzić chegou ao clube em 2018 para ser auxiliar de Lucien Favre, que ficou à frente da equipe até a metade da temporada de 2020/21.

O treinador suíço foi demitido após goleada acachapante por 5 a 1 para o Stuttgart, e o então auxiliar assumiu o comando do time. Campeão da Copa da Alemanha naquele ano, Terzić dirige os aurinegros desde então.

Números de Terzić à frente do Borussia Dortmund:
– 128 jogos
– 75 vitórias
– 24 empates
– 29 derrotas
– 267 gols marcados
– 153 gols sofridos
– 1 título

Futuro de Hummels

Apesar da linda história no Borussia, Hummels, como citado, é o elo fraco desta guerra com Terzić. Caso realmente deixe o clube aurinegro, o zagueiro de 35 anos não pretende se aventurar em mercados alternativos, como MLS e Arábia Saudita.

A ideia de Hummels, de acordo com a imprensa alemã, é continuar no futebol europeu. O Milan e outras equipes da Itália demonstraram interesse e monitoram a situação do defensor.

Hummels durante treino do Borussia (Foto: Icon Sport)

Revelado nas categorias de base do Bayern de Munique, Hummels foi ‘descartado’ pelos bávaros no início de sua carreira e defendeu o Borussia de 2008 a 2016.

Após se destacar com a camisa aurinegra, sendo bicampeão da Bundesliga, Copa da Alemanha e Supercopa da Alemanha, o zagueiro acabou repatriado pelo Bayern e maio de 2016.

Em junho de 2019, ele deixou o Gigante da Baviera e acertou sua volta a Dortmund.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo