Alemanha

O que faz Grimaldo ser o melhor custo-benefício da temporada?

Lateral-esquerdo chegou de graça ao Bayer Leverkusen e tem melhores estatísticas de sua carreira em temporada que ainda não acabou

Vinte e oito anos é uma idade de consolidação para muitos atletas. Entre passagens pelas categorias de base e afirmação entre os profissionais, jogadores de praticamente todos os países no geral já chamaram atenção, a ponto inclusive de terem ao menos uma oportunidade entre os melhores de sua seleção. Se é verdade que Alejandro Grimaldo vive o seu auge até agora como jogador profissional, também é verdade que a temporada 2023/2024 está trazendo sensações e experiências até nunca experimentadas pelo atleta.

Revelado pelo time B do Barcelona, o lateral-esquerdo espanhol foi titular e destaque do Benfica por 8 anos, mas só nesta temporada, após chegar no Bayer Leverkusen e mostrar o seu futebol em uma grande liga, sendo provavelmente o melhor jogador de sua posição do mundo no momento, foi que ele ganhou a oportunidade de defender a Seleção Espanhola.

Nascido em Valência, ele atuou pelo time da cidade nas categorias de base até os seus 13 anos, quando foi para o Barcelona. Na Catalunha, além de ganhar espaço nas categorias de base, ele se tornou lateral-esquerdo do Barcelona B, mas nunca teve experiências além dos treinamentos com o time principal.

Destaque veio só em Portugal

Desvalorizado na Catalunha, que tinha Jordi Alba como titular absoluto, Grimaldo foi negociado com o Benfica em dezembro de 2015, por pouco mais de 2 milhões de euros. Desde o início de sua passagem, ele conquistou prontamente a vaga de titular em Portugal, e se tornou um dos jogadores mais relevantes da equipe encarnada por sua habilidade, velocidade e precisão em cruzamentos nas jogadas ofensivas.

Mesmo tendo ganhado 9 títulos em Portugal, e inclusive sido eleito o melhor lateral-esquerdo da Liga Europa em 2018/2019, Grimaldo sempre foi preterido na Roja por nomes como Nacho Monreal, José Gaya e até laterais-direitos improvisados como Alejandro Baldé.

Xabi Alonso potencializou o desempenho do atleta

Tudo mudou a partir desta temporada, quando o jogador resolveu deixar o Benfica no fim de seu contrato rumo ao desconhecido, e com uma língua bastante diferente da que estava acostumado. Mesmo com propostas de Inglaterra, da própria Espanha e até da Itália, o lateral-esquerdo preferiu ir ao Bayer Leverkusen, e contou o motivo de sua decisão.

— Ficou claro quando Alonso me ligou. Ser treinado por ele é algo especial, e temos um grande projeto e um grande time. Eu sabia que estava pronto para dar um passo a passo para qualquer liga — disse em entrevista recente ao site The Athletic.

E de fato, não tem como dizer que a decisão de Xabi Alonso de dar liberdade para Grimaldo está errada. O lateral vem sendo um dos protagonistas do Bayer Leverkusen que, líder invicta da Bundesliga, deverá conquistar o título pela primeira vez em sua história, além de estar nas quartas de final da Liga Europa e na final da Copa da Alemanha. Em 38 jogos até aqui, ele chegou ao seu recorde tanto de gols como de assistências em sua carreira.

Jogando como ala, ele já anotou 11 tentos na temporada e deu 15 passes para gols, sendo também o líder de assistências da Bundesliga, em tabelas com Granit Xhaka e Florian Wirtz, além de passes e cruzamentos certeiros para Victor Boniface, Jeremie Frimpong e outros companheiros no time alemão. Ao todo, Grimaldo participou diretamente de 31% dos 68 gols de seu time nas 27 rodadas jogadas até agora na Bundesliga.

— Eu sempre tive bons números em gols e estatísticas. Tomar decisões finais no último terço do campo é uma das minhas qualidades. E este ano, é verdade que tudo está indo muito bem, com a ajuda de Xabi, da sua comissão e dos meus companheiros. Eu sempre venho evoluindo. E o técnico notou que essa é uma habilidade, então ele me dá liberdade para decidir o que fazer. Ele sabe que eu posso ler o jogo e entender onde eu posso causar danos.

Sonho tardio realizado

Grimaldo também vem chamando a atenção pelos gols de falta que fez na temporada. Ao todo foram quatro, e o jogador inclusive já disse que se inspira em Juninho Pernambucano nas cobranças. Os números bons e a forma de jogar fez com que, finalmente, a justiça fosse feita, e no fim do ano, ele ganhasse suas primeiras oportunidades na Seleção Espanhola ao ser convocado por Luis de la Fuente.

— Esse é o melhor momento da minha carreira e agora finalmente vieram as convocações para a Seleção. Eu aproveito e estou trabalhando para ser convocado para a Eurocopa. Eu sou muito ambicioso e quero ganhar títulos aqui nesta temporada, e depois ir para a Euro e lutar para ganhar ela também

Levando em consideração que Grimaldo desembarcou na Alemanha sem o pagamento de uma multa, e a relevância dele em um time prestes a conquistar um campeonato inédito e ainda podendo ser campeão continental pela primeira vez, certamente ele foi o melhor reforço em custo-benefício da temporada. Nenhum outro atleta nas principais ligas grandes teve tanto impacto imediato por um preço tão baixo. E segundo ele, isso acontece pela harmonia do time em campo.

— Estamos apenas focados na oportunidade que temos agora. É o meu primeiro ano aqui e há chances de ganhar a Bundesliga e outros troféus. Tudo está indo bem, os jogadores estão cheios de confiança, é visível isso no campo. Há momentos de muita pressão e jogos difíceis, mas o time está lidando bem com isso.

O que o futuro reserva?

Com um desempenho tão impressionante, é possível que especulações e propostas para levar o espanhol de Leverkusen não faltem. O próprio treinador recebeu propostas de Liverpool e Bayern de Munique, mas resolveu permanecer na equipe das aspirinas. E Grimaldo? Perguntado sobre isso, ele preferiu deixar o futuro em aberto, mesmo estando concentrado ainda nesta temporada.

— Temos que seguir neste caminho, jogo a jogo, continuarmos relaxados, darmos o nosso melhor e seguir vencendo. E com certeza tudo acabará bem. Depois, veremos o que pode acontecer.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo