Alemanha

Futebol alemão: as principais chaves do sucesso do RB Leipzig nos últimos anos

Fundado em 19 de maio de 2009, o RB Leipzig é um dos maiores fenômenos do futebol alemão nos últimos anos. Desde a temporada 2016/17 na Bundesliga, divisão de elite do Campeonato Alemão, o clube da Red Bull já conseguiu grandes façanhas não apenas em solo nacional, mas também a nível continental.

Além de ter sido vice-campeão da Bundesliga em duas oportunidades (2016/17 e 2020/21), o time nunca ficou fora do top 6 da primeira divisão nacional. A nível internacional, o maior feito do Leipzig em sua curta trajetória no futebol foi alcançar a semifinal da UEFA Champions League 2019-20.

A construção do sucesso

A história do clube iniciou a poucos quilômetros de Leipzig, na cidade de Markranstädt, quando a Red Bull decidiu comprar a licença do SSV Markranstädt — uma equipe sem expressão que frequentava a quinta divisão do futebol alemão. 

Batizado de RB Leipzig pela famosa marca austríaca de bebida energética, também proprietária de outros clubes como Red Bull Salzburg, New York Red Bulls e Red Bull Brasil, o time alemão chegou à Bundesliga com apenas sete anos de fundação.

Em linhas gerais, o rápido sucesso do RB Leipzig teve dois principais responsáveis nos primeiros anos da gestão da equipe: os alemães Ralf Rangnick e Oliver Mintzlaf. 

Enquanto Rangnick trabalhou no time entre 2012 e 2019, intercalando as funções de treinador e diretor esportivo em distintas temporadas, Mintzlaf chegou ao Leipzig para ocupar o cargo de presidente do conselho em 2014 e desde 2016 ele ocupa a posição de CEO do clube.

Com o aval de Mintzlaf, Rangnick mudou praticamente tudo na filosofia de jogo. O treinador, que atualmente comanda o Manchester United de forma interina, tornou o RB Leipzig uma equipe mais veloz e composta por muitos jogadores jovens de alto potencial físico e técnico.

O investimento financeiro da Red Bull e a parceria de ambos profissionais possibilitaram a construção de uma forte espinha-dorsal, fazendo com que o RB Leipizig se tornasse, em pouco tempo, uma equipe muito sólida.

Após conduzir o RB Leipzig para a divisão de elite do futebol nacional na temporada 2015/16, Rangnick passou o bastão para o austríaco Ralph Hasenhüttl no comando técnico do time e foi promovido a diretor esportivo geral da Red Bull. Sendo assim, coube a Hasenhüttl o desafio de comandar a equipe na estreia da Bundesliga.

A estratégia deu certo. Afinal, o RB Leipzig surpreendeu o mundo da bola ao ficar com um importante vice-campeonato da competição em sua temporada de estreia na primeira divisão.

Julian Nagelsmann: o treinador que colocou o RB Leipzig em outro patamar

Em 2018, após um vice-campeonato e um quarto lugar em duas temporadas como treinador do RB Leipzig, Ralph Hasenhüttl surpreendeu ao pedir demissão do cargo após o clube negar uma extensão de contrato. 

Apesar da inesperada decisão de Hasenhüttl deixar o time, os dirigentes do RB Leipzig não demoraram muito para agir e contrataram o jovem Julian Nagelsmann para ser o treinador da equipe. 

No entanto, por força de contrato, ficou combinado entre as partes que Nagelsmann ficaria mais uma temporada no Hoffenhiem, clube que havia levado ao terceiro lugar da Bundesliga 2017/18.

Enquanto aguardava a chegada do novo treinador, o RB Leipzig apostou em uma solução caseira para treinar o time na temporada 2018/19: o diretor esportivo geral Ralf Rangnick, responsável por ter conduzido o clube à primeira divisão na função de treinador em 2015/16, assumiu a equipe como técnico interino.

Rangnick não decepcionou e foi muito bem na sua segunda passagem no comando do RB Leipzig, levando o time ao terceiro lugar da Bundesliga — posição essa que garantiu o clube em mais uma edição da UEFA Champions League.

Após Rangnick cumprir muito bem o seu papel como treinador interino, Nagelsmann pôde finalmente assumir o cargo de técnico no RB Leipzig e ele provou a sua capacidade logo na primeira temporada no clube.

Com estilo de jogo vistoso e adepto às novas tecnologias aplicadas ao esporte nos treinamentos, o jovem treinador conseguiu, em pouco tempo, aprimorar o bom futebol que vinha sendo praticado pelo RB Leipzig nas temporadas anteriores.

O ótimo trabalho de Nagelsmann atraiu os olhares de gigantes do futebol europeu, inclusive do Bayern de Munique, que não mediu esforços para contratar o treinador ao término da temporada passada.

Vale mencionar que Nagelsmann começou com o pé direito e acabou de ser campeão alemão com o Bayern de Munique, conquista essa que culminou no inédito decacampeonato do clube bávaro na Bundesliga.

Fora das quatro linhas: RB Leipzig também mostra força nos eSports

Nos últimos anos, o sucesso do RB Leipzig também alcançou o mundo dos games. Como uma forma de se aproximar do público jovem o clube alemão seguiu os passos de outras importantes agremiações do futebol europeu que estão investindo cada vez mais em entretenimento e abraçou de vez o mercado de eSports (esportes eletrônicos).

Não por acaso, no cenário do futebol contemporâneo o RB Leipzig está entre os times de maior sucesso nos eSports, assim como a exemplo de Manchester City, Schalke FC e outros. Desde 2017, o clube alemão é representado pela RBLZ Gaming, equipe que tem como foco principal disputar torneios de futebol virtual no cenário competitivo da franquia FIFA.

Por fim, vale destacar que a RBLZ Gaming é a atual campeã alemã de FIFA 22. Em março, na decisão da Bundesliga virtual, o time bateu o FC St. Pauli eFootball e conquistou pela primeira vez o troféu nacional.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo