Alemanha

Eric Dier cumpre cláusula, e Bayern de Munique é obrigado a renovar contrato do zagueiro

Esquecido no Tottenham, Dier saiu de emprestado a reforço definitivo do Bayern de Munique, assinando um novo vínculo na Alemanha

Encostado no Tottenham, Eric Dier foi contratado de forma surpreendente pelo Bayern de Munique na janela de transferências de janeiro. O zagueiro chegou para suprir uma carência no setor comandado por Thomas Tuchel, que tem utilizado o inglês desde então. Após chegar à Alemanha por empréstimo, o jogador de 30 anos se tornou reforço definitivo dos Bávaros.

Isso porque Dier atingiu cláusulas contratuais que obrigam o Bayern a estender o vínculo. Inicialmente, os Bávaros contrataram o zagueiro por empréstimo até o final desta temporada, pagando € 4 milhões (cerca de R$ 21,5 milhões na cotação atual) aos Spurs pela cessão. Segundo o The Athletic, o inglês precisou apenas completar três jogos para assinar em definitivo até junho de 2025.

Vale lembrar que, oficialmente, Eric Dier ainda tem contrato com o Tottenham, cujo vínculo se encerra ao final de 2023/24. Na virada de temporada, o Bayern de Munique vai registar o zagueiro como agente livre. Ao todo, ele atuou em sete partidas pelos Bávaros desde que chegou à Bundesliga, sendo cinco como titular. A tendência é que o inglês continue sendo escalado pelo técnico alemão.

A parte curiosa é que Dier estava esquecido no Tottenham antes do Bayern. Desde a contratação de Ange Postecoglou, no início de 2023/24, o zagueiro ficou fora dos planos do técnico australiano, que não quis aproveitá-lo até mesmo quando ficou sem jogadores para a posição. Na época, os Spurs improvisaram dois laterais no miolo de zaga. Agora, o atleta inglês terá mais tempo de mostrar seu futebol nos Bávaros.

A permanência de Dier é uma boa para o Bayern de Munique?

Sejamos justos, por mais que Eric Dier estava encostado no Tottenham até o final de 2023, a verdade é que ele tem feito partidas seguras pelo Bayern de Munique. Até o momento, o zagueiro ainda não comprometeu, fazendo seu trabalho no esquema montado por Tuchel. Mesmo assim, o inglês não pode ser considerado mais do que uma peça de reposição para o elenco dos Bávaros.

Dier não tem futebol o suficiente para ser titular indiscutível dos Bayern, já que não foi capaz de assumir esse posto nem mesmo nos Spurs, que estão abaixo do gigante da Alemanha. Uma fraqueza visível do zagueiro é a falta de velocidade. Sua lentidão pode acabar virando um problema para os Bávaros caso o jogador enfrente uma equipe que saiba aproveitar essa característica a seu favor.

No início da temporada, o Bayern de Munique se desfez de Benjamin Pavard, que vinha sendo constantemente utilizado como lateral-direito na Bundesliga. Já na Internazionale, o francês tem atuado no sistema de três zagueiros de Simone Inzaghi, e é um dos destaques da campanha fenomenal na Serie A. Olhando assim, os Bávaros já saíram perdendo com a “troca” por Eric Dier.

Como o jornalista que vos escreve não é dono da razão, o inglês pode muito bem se tornar um dos melhores zagueiros do mundo no Bayern. Entretanto, o protagonismo na defesa parece ser algo pouco palpável para Dier, que nunca teve esse peso, seja no Tottenham, seja no Sporting. Em resumo, os Bávaros podem tirar proveito dele como um substituto imediato em caso de lesão ou suspensão.

Em números, o zagueiro passou quase 10 anos nos Spurs, onde fez 365 jogos oficiais e marcou 13 gols. Formado nas categorias de base do Sporting, Eric Dier também pode atuar na lateral-direita e até mesmo no meio-campo, como primeiro volante. Agora, resta aguardar as cenas dos próximos capítulos do inglês com a camisa do Bayern de Munique.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo