Alemanha

Enquanto os veteranos não voltam, a Alemanha injeta sangue novo com as convocações inéditas de Musiala e Wirtz

A partir do momento em que Jamal Musiala decidiu defender a seleção da Alemanha, apesar de crescer na Inglaterra e jogar pelos Three Lions na base, ficou claro que sua convocação para a Mannschaft seria questão de tempo. O meia de 18 anos recém-completados ainda não é titular absoluto do Bayern de Munique, mas pode ser considerado como a grande surpresa dos bávaros na temporada e chama bastante atenção por seu potencial. Agora, vai se integrar pela primeira vez ao Nationalelf, como uma das principais novidades na lista anunciada por Joachim Löw para o início das Eliminatórias da Copa de 2022. Quem também poderá estrear é Florian Wirtz, prodígio do Bayer Leverkusen chamado pela primeira vez aos 17 anos.

Tanto Musiala quanto Wirtz poderiam ser úteis na seleção sub-21 da Alemanha. Nesta Data Fifa, o Nationalelf inicia sua campanha no Campeonato Europeu da categoria e os dois talentos poderiam ter uma boa experiência com o técnico Stefan Kuntz. Löw, entretanto, preferiu queimar etapas e já integrar a dupla de meias para os compromissos nas Eliminatórias. Os alemães enfrentam Islândia e Macedônia do Norte em Duisburg, além de visitarem a Romênia em Bucareste.

Musiala é quem chama mais atenção, pela ascensão meteórica no Bayern. O meia começou a realmente ganhar espaço com Hansi Flick nesta temporada e agrada bastante, mesmo quase sempre limitado a poucos minutos no segundo tempo. É um armador com boa visão de jogo e chegada ao ataque, que anotou quatro gols pelo clube até o momento. Sua grande chance aconteceu na Champions, titular nos 4 a 1 sobre a Lazio. O camisa 42 ocupou a lacuna de Thomas Müller e deu conta do recado, com um dos gols. Certamente pesou para que Löw abrisse as portas tão cedo.

Wirtz, por sua vez, é visto como o herdeiro de Kai Havertz no Bayer Leverkusen. O garoto de 17 anos repete a precocidade de seu antecessor e apresenta um potencial parecido. O novato preenche mais o meio-campo, desempenhando sua função com dinâmica e boa distribuição. De qualquer maneira, também sabe acelerar quando preciso, graças ao seu poder de definição e à habilidade nos dribles. Não à toa, é um dos melhores jogadores dos Aspirinas na Bundesliga, com quatro gols e quatro assistências em 21 partidas. Também antecipa seu caminho.

Ainda não foi desta vez que Löw reintegrou Thomas Müller, Mats Hummels e Jérôme Boateng ao elenco. Ainda assim, é uma equipe de respeito, sobretudo após a liberação especial concedida pelas autoridades sanitárias alemãs aos jogadores em atividade na Premier League. Timo Werner, Kai Havertz e Ilkay Gündogan chegam em alta. Outro nome que certamente receberá atenções maiores é Amin Younes, um dos melhores meias da Bundesliga, vindo de grande atuação contra o Bayern pelo Eintracht Frankfurt. Campeão da Copa das Confederações em 2017, o jogador de 27 anos não era convocado desde aquele ano.

Porém, se os medalhões ainda não voltam, a renovação ganha mais um capítulo com Musiala e Wirtz. A observação dos dois jogadores no ambiente da seleção será importante, para que Löw perceba melhor seus atributos e pense na formação do time à Eurocopa. Ambos ganham uma chance de ouro para disputar as Eliminatórias, mas ainda mais importante será agradar o treinador para cavar um lugar na competição continental. Com este chamado, ambos entram na concorrência.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo