AlemanhaBundesliga

Cada um na sua proposta, Dortmund e Bayern fizeram um excelente zero a zero

O confronto entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique não é esperado apenas porque o vice-líder, já há alguns anos, é o único time do país à altura dos bávaros. Mas também por se tratar de um conflito de filosofias, principalmente desde a chegada de Guardiola à Allianz Arena. E fiel a esses preceitos, as duas equipes fizeram um excelente 0 a 0 no Signal-Iduna Park.

LEIA MAIS: Quão grande foi a vitória do Mainz? A gargalhada de Klopp e a reação de Schmidt dimensionam bem

O Borussia Dortmund, mesmo em casa, foi muito bem fechado pelo técnico Thomas Tuchel e apostou na transição rápida, no contra-ataque, nos passes rápidos e diretos. Ao contrário do Bayern de Munique, que sempre gosta de ter a bola e cozinhar um pouco o adversário antes de dar o golpe fatal. Dessa maneira, as chances foram divididas entre as duas equipes, que pecaram na finalização e também em boas intervenções dos goleiros.

O Dortmund foi melhor no primeiro tempo, ou ao menos, a sua proposta deu mais certo e pelo menos três grandes oportunidades foram desperdiçadas. Logo aos 11 minutos, Aubameyang escapou pela direita em velocidade e chutou cruzado para boa defesa de Neuer. Durm, jogando no meio-campo, recebeu na área, girou e acertou a rede pelo lado de fora. Os companheiros reclamaram. Queriam a bola.

Outro grande contra-ataque do time de amarelo chegou a Reus, cara a cara com Neuer, mas o atacante do Dortmund demorou um pouco para finalizar e foi perfeitamente desarmado por Kimmich, que recebeu, ainda por motivos incertos, uma gigantesca bronca pública de Pep Guardiola ao final da partida. Logo em seguida, Douglas Costa respondeu avançando livre pelo campo do Dortmund, em um raro momento em que o Bayern teve liberdade, para chutar em cima de Burki.

O Bayern de Munique terminou melhor a etapa inicial, mas a partida voltou do intervalo em ritmo reduzido. O que não significa que não produziu bons lances: Vidal acertou o travessão em um chute à queima-roupa de dentro da área, que ainda contou com um leve desvio de Burki, e Aubameyang, depois de Reus escorar lançamento de Hümmels, levou muito perigo a Neuer.

Um setor que pode sair de cabeça erguida da partida foi a defesa do Borussia Dortmund, que soube anular muito bem o ataque do Bayern de Munique e minimizar as chances de gol do adversário. O ataque pegou nas oportunidades que teve, o que impediu o time da casa de sair de campo com a vitória e uma desvantagem de apenas dois pontos para o líder. Entre mortos e feridos, foi uma boa partida de futebol, e a Bundesliga segue para as suas últimas nove rodadas com a briga pelo título intacta.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo