Rosenborg: voltando à LC

Um clichê verdadeiro sobre eles
Jogar na casa do Rosenborg é duro. É mesmo. O Lerkendal Stadion é o que fica mais ao norte na Liga dos Campeões e não raro as partidas de mando do clube norueguês são disputadas com uma bola vermelha por causa da neve no campo.

Na pré-temporada
Na verdade o Rosenborg está em plena temporada. O retrospecto do clube na Tippeligaen até aqui é bem decepcionante, com uma quinta colocação em 14 clubes, atrás do líder Brann, que tem oito pontos a mais, com derrotas para todos os líderes e até mesmo uma em casa para o Strømsgodset, 10o colocado.

Quem é o rival mais encardido?
Não há uma rivalidade nos moldes de outros países. O Brann, da cidade de Bergen (capital dos fiordes noruegueses), é o outro time tradicional da Noruega (está na Copa Uefa), mas é o Valerenga que conseguiu quebrar a hegemonia do time de Trondheim vencendo em 2005. Desde 1992 nenhum time ganhava o Norueguês além dos ‘Troillongan’.

O técnico faz diferença?
Knut Tørum ainda é muito jovem (36 anos) e acabou no comando do clube meio por acidente. Assumindo temporariamente no ano passado por causa de problemas de saúde do então treinador Per-Mathias Høgmo, Tørum foi eleito Técnico do Mês logo de cara e acabou conduzindo o Rosenborg ao 20o campeonato nacional. No fim do ano, Høgmo encerrou sua carreira e Tørum foi efetivado, sendo eleito também Técnico do Ano na Noruega.

Nisso, eles são bons…
O ataque do Rosenborg, comandado pelo experiente Steffen Iversen (vice-artilheiro do campeonato), é perigoso e é o melhor da Tippeligaen 2007, com uma média de dois gols por jogo. O marfinense Didier Ya Konan também faz os seus gols e merece ser vigiado mais de perto. Konan disputou o prêmio de melhor jogador marfinense do ano com Didier Drogba, do Chelsea.

…mas nisso, de vez em quando, fazem presepada
La atrás, ao contrário, os noruegueses estão deixando a desejar. O Rosenborg é só a sétima defesa da Tippeligaen. O canadense Lars Hirschfeld não é o arqueiro mais seguro do mundo e Espen Johnsen, que vinha sendo observado por diversos clubes como uma promessa interessante, está emprestado ao Strømsgodset para ganhar tarimba.

O líder do time?
Sem dúvidas, Steffen Iversen. O atacante que tem passagens pelo Tottenham Hotspur e Wolverhampton Wolves, ambos da Inglaterra, tem mais de 60 jogos pela seleção e pode ser um perigo vindo do meio-campo para bater para o gol. Aos 31 anos, Iversen só pode ter alguma rivalidade com o veterano Vidar Riseth, o camisa 10 do time.

Para se prestar atenção
O armador Per Ciljan Skjelbred já está na mira de vários europeus e já recebeu até uma proposta de contrato do Liverpool, recusada para que ele possa maturar mais o seu futebol na Noruega. Ficou mais de um ano parado por causa de uma fratura, mas aparentemente voltou sem problemas. Técnico, joga pelo meio e pelas laterais do meio-campo, podendo encostar nos atacantes. Participou de todas as seleções de jovens da Noruega.

O pesadelo da torcida
Não há nenhum pesadelo no elenco do clube. O uruguaio Alejandro Lago sugere uma certa instabilidade, no entanto. Contratado em 2003, foi emprestado ao Brann em 2005, mas teve seu empréstimo cancelado por motivos mal-explicados. Outros empréstimos para o Bella Vista – URU e Goteborg – SUE também não vingaram. Então ele ficou mesmo no Lerkendal.

As estatísticas na competição
Presente em 18 edições do torneio. Nunca ganhou.
38V 25E 49D

No dia de abertura da competição, onde se diz que eles podem chegar?
Caem na primeira fase.

Para as casas de apostas?
300/1 (William Hill, no fim de agosto).

Ficha

Rosenborg Ballklub
Ano Fundação: 1917
Melhor colocação na LC? quartas-de-finais, em 1997.
Posição no ranking da Uefa: 80o
Rota para a Europa: campeão norueguês.

GRUPO B
Chelsea – ING
Valencia – ESP
Schalke 04 – ALE
Rosenborg – NOR

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo