Roma: com Totti e por Totti

Um clichê verdadeiro sobre eles
A Roma é um time caseiro. No Italiano, o clube de Trigoria vai muito melhor quando pode jogar com sua torcida no Olímpico do que fora. Nas competições internacionais, o fator campo pesa ainda mais, como ficou claro no massacre de Manchester.

Na pré-temporada
Provavelmente, a Roma foi o time italiano que melhor se reforçou. Se no último campeonato, o time ‘giallorosso’ era muito bom entre os titulares, agora foi buscar alternativas válidas também para o banco. Ludovic Giuly (Barcelona) e Cicinho (Real Madrid) devem se encaixar bem à ofensiva filosofia dos romanistas e Juan (Leverkusen) e Marco Andreolli (Internazionale) têm o que é preciso para substituir Chivu, que foi para Milão.

Quem é o rival mais encardido?
No sufoco, a rival de morte da Roma, a Lazio, conseguiu sua vaga na LC e a rivalidade romana ficou como a milanista: transferida para a Europa. Embora seja mais forte nos últimos anos, a Roma freqüentemente leva ferro da Lazio.

O técnico faz diferença?
Luciano Spaletti é um técnico de mão cheia. Depois de assumir uma Roma super-turbulenta e com um Cassano arrumando confusão, o calvo treinador desenhou um esquema bastante ofensivo, mas sem descuidar da defesa. Spaletti é disciplinador e não teve medo de peitar a administradora-delegada, Rosella Sensi, o mito romanista Francesco Totti e o já citado Cassano. Esteve cotado para assumir clubes como o Milan no último ano.

Nisso, eles são bons…
O ataque da Roma, com Totti ladeado por Mancini e Taddei e assessorado por Perrotta (ou Aquilani) é extremamente técnico e tem grande facilidade para buscar as laterais do campo, graças aos dois brasileiros. Com Giuly e Cicinho, os recursos da Roma devem aumentar ainda mais.

…mas nisso, de vez em quando, fazem presepada
O ponto fraco da Roma é, curiosamente, advindo de Francesco Totti, seu melhor jogador. Totti decide jogos, mas bem marcado, não raro desaparece. Em partidas longe de Roma, o craque também não é o melhor nome para tracionar a Roma num momento adverso, por exemplo.

O líder do time?
Francesco Totti não é o maior nome desta Roma, mas sim o maior romanista da história. Artilheiro e líder, o capitão do time é capaz de lances geniais tanto pela visão quanto pela técnica. Sem ele, a Roma desce de nível. A Roma joga em sua função e luta para que ele possa ter uma lembrança gloriosa da Liga dos Campeões.

Para se prestar atenção
Contratado na venda de Chivu para a Inter, o zagueiro Marco Andreolli é uma excelente aposta. Misto de lateral e central, Andreolli tem uma segurança incomum para a idade e chama a atenção desde as categorias de base. Começará a temporada como reserva, mas é bem provável que venha a ser titular no decorrer do campeonato.

O pesadelo da torcida
Não dá para falar que seja um pesadelo, mas o goleiro reserva Carlo Zotti já deu vários dissabores para a torcida.

As estatísticas na competição
Nas cinco vezes que jogou a LC (ou a antiga Copa dos Campeões), a Roma chegou à final em uma delas, contra o Liverpool, em 1981.
16J 16E 17D

No dia de abertura da competição, onde se diz que eles podem chegar? Quartas-de-final.

Para as casas de apostas?
33/1 (William Hill, no final de agosto).

Ficha

Associazione Sportiva Roma
Ano Fundação:1927
Melhor colocação na LC: finalista.
Posição no ranking da Uefa:16o
Rota para a Europa: Vice-campeã italiana (classificação automática).

GRUPO F
Manchester United – ING
Roma – ITA
Sporting – POR
Dynamo – UCR

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo