Que saiam do armário

O São Paulo fez contra o Grêmio sua melhor partida no ano. E ganhou confiança. Que os ingredientes estão lá, todos sabem. Resta saber se as boas fases de jogadores como Dagoberto e até Denis não vão acabar semana que vem. E se não vão querer enxertar o Washington de volta no time.

E Richarlyson jogou muito. Como quase sempre faz. Ao contrário de Dagoberto, Washington, Hugo, André Dias e tantos outros incensados pela torcida tricolor, que, em graus diferentes, variam, e têm partidas boas e ruins – no caso de Dagoberto, foi uma partida boa no ano, e mesmo assim a torcida canta seu nome todo jogo.

O de Richarlyson, não. As bichas enrustidas têm restrições a um dos jogadores mais versáteis e aplicados do Tricolor. Talvez porque Ricky tenha quase toda a coragem para assumir (mais ou menos, certo?) o que muitos não assumem.

Aí eu pergunto: imagine se o Richarlyson fosse pego em um motel com três travecos e, meses depois, fizesse uma lipoaspiração! E repito o que eu já disse muitas vezes: o que o cara faz da vida sexual dele é problema dele, mas tem que ser muito macho pra aguentar o que esse cara aguenta. A maioria dos que o antagonizam não aguentaria metade. 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo