Portugal

O Benfica tem um ótimo olhar para goleiros promissores e Trubin se soma à lista

Trubin cresceu demais com o Shakhtar Donetsk, mesmo em tempos de guerra, e poderá se desenvolver mais no Benfica

Os momentos de turbulência da Ucrânia desde a invasão russa tiveram um alento no futebol. Os clubes do país honraram a bandeira nas competições internacionais, assim como a seleção ficou próxima da classificação para a Copa do Mundo. Com a debandada de estrangeiros da liga local, muitos garotos da base floresceram em meio ao contexto duro. E mais um desses talentos cria asas, rumo a uma projeção maior dentro do futebol europeu. Anatoliy Trubin é um goleiro de enorme futuro, algo provado repetidas vezes com o Shakhtar Donetsk na temporada passada. O jovem de 22 anos reforça o Benfica a partir de agora.

A saída de Trubin era dada como certa pelo Shakhtar Donetsk. O goleiro se tornou um dos arqueiros mais bem cotados do mercado de transferências e as condições econômicas difíceis de seu país deixavam o negócio ainda mais acessível. Melhor para o Benfica, que venceu a concorrência e paga €10 milhões pelo ucraniano. O Shakhtar ainda fica com 40% de uma venda futura, enquanto poderá receber bônus por metas. O novo contrato foi assinado por cinco anos, com multa rescisória de €100 milhões. Odysseas Vlachodimos pode até continuar como titular dos encarnados de início, mas a tendência é que o garoto tome a posição em pouco tempo.

Trubin é um goleiro mais seguro e mais completo que Vlachodimos, mesmo que o titular tenha boa fama por seus milagres. O ucraniano prima por sua capacidade técnica sob os paus e cresce em momentos decisivos. Além disso, é muito bom também nas saídas do gol e mesmo no trabalho com os pés. Considerando sua idade, pode se desenvolver ainda mais no Estádio da Luz. Não apenas para auxiliar as ambições dos benfiquistas, como também para se tornar outra venda lucrativa no futuro.

O Benfica se deu bem em algumas apostas entre seus goleiros na última década. Jan Oblak nem ficou muito tempo no clube, tamanho seu sucesso. Depois, Ederson ocupou a lacuna deixada por Júlio César e mostrou uma capacidade que encantou Pep Guardiola. Desde então, houve uma dificuldade inicial na transição, até que Vlachodimos se tornasse o titular nas últimas cinco temporadas. O grego teve um bom nível no geral, mas Trubin poderá superá-lo em alguns aspectos.

Excelente pelo Shakhtar

Trubin é cria das categorias de base do Shakhtar Donetsk. O goleiro ganhou as primeiras chances no time a partir de 2019, enquanto se tornou frequente como titular a partir de 2020/21. Não era uma transição tão simples, considerando que desbancou Andriy Pyatov, maior goleiro do Shakhtar em todos os tempos. O garoto, no entanto, pôde aprender um bocado com o veterano e justificou sua condição no 11 inicial por ser inclusive mais seguro que o antigo capitão.

A ascensão de Trubin acabou atrapalhada pela guerra na Ucrânia, com a interrupção da liga local em 2021/22. No entanto, com os holofotes maiores sobre o Shakhtar em 2022/23, ele se tornou uma liderança no time cheio de garotos. Acumulou excelentes atuações na fase de grupos da Champions League 2022/23, que serviu para deixá-lo ainda mais em evidência. Assim como Mykhaylo Mudryk não precisou esperar muito para receber uma proposta do Chelsea, sua transferência também não demoraria.

Trubin foi reserva da Ucrânia na Euro 2020, com a presença de Georgiy Bushchan na meta da equipe nacional. Entretanto, o garoto tomou a posição no início das Eliminatórias para a Euro 2024. O desempenho no Benfica pode ajudá-lo ainda mais nesse sentido. Enquanto isso, o Shakhtar Donetsk terá uma transição difícil no gol. Se não dava para segurar Trubin, o clube também precisou se despedir de Pyatov, que pendurou as luvas depois de uma vitoriosa carreira. Neste momento, Dmytro Riznyk e Tymur Pizankov são as opções do clube para ocupar a posição.

O mercado do Benfica

O Benfica realiza um mercado de transferências excelente até o momento. O clube gastou €49 milhões em reforços, que elevam as perspectivas da equipe titular. O grande craque, que já faz a diferença, é Ángel Di María. Veio sem custos da Juventus. Outro baita negócio dos encarnados foi a compra de Orkun Kökçü, protagonista do Feyenoord na conquista da última Eredivisie. David Jurásek é um lateral esquerdo de potencial. O trabalho de Roger Schmidt, que já era muito bom, tem chances de crescer.

O sucesso do Benfica também ocasionou algumas perdas. Alejandro Grimaldo decidiu assinar com o Bayer Leverkusen ao final de seu contrato. Enquanto isso, Gonçalo Ramos surfou em sua fama para conseguir a transferência rumo ao Paris Saint-Germain. Arthur Cabral foi anunciado como reposição nesta quinta-feira, logo depois de Trubin. A chegada do goleiro também deixa de lado o interesse dos lusitanos em Bento, sem acerto com o Athletico Paranaense.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo